terça-feira, 16 de agosto de 2016
claudia

Com o discurso de defesa dos trabalhadores, a candidata à Prefeitura de São Luís pelo PSTU, Cláudia Durans, apresentou, durante sua entrevista na Sabatina O Estado, como prioridades de um eventual governo seus investimentos na mobilidade urbana e participação popular efetiva da sociedade nas decisões da administração pública.

De acordo com a candidata, uma administração do PSTU terá a participação dos trabalhadores nas decisões diretas da administração públicas. Isso significa que a aplicação dos recursos pública, de acordo com o programa de governo dos socialistas revolucionários, será decidida em conjunto com a sociedade.

“Queremos expandir e tornar realidade o que hoje se faz com o nome de orçamento participativo que alcança somente 4% do orçamento. Queremos ampliar isso e fazer um governo dos trabalhadores de fato”, disse Durans.

Além dessa proposta, Cláudia Durans disse ainda que outra prioridade de um eventual governo do PSTU será investimentos na área de Mobilidade Urbana com a implantação de veículo de massa como metro e também gratuidade para estudantes e trabalhadores desempregados.

Cláudia Durans falou também sobre a compra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na administração do ex­prefeito e agora deputado federal João Castelo (PSDB). Ela classificou a compra do veículo como crime e disse que o responsável deveria ser preso.

“São R$ 7 milhões gastos com o VLT que serviu somente para campanha eleitoral em 2012. Todo esse dinheiro poderia ser investido na Educação ou na Saúde. Um crime competido contra nosso povo e que o gestor responsável deveria está preso e preso dentro do VLT”, afirmou Durans.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Navigation