quarta-feira, 17 de agosto de 2016
13912696_10210156618329083_1091782127749519507_n

Robson Conceição não queria ser turista nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Depois de duas eliminações consecutivas em estreias, sua meta era conquistar uma medalha. Uma cobrança não dos outros, mas dele próprio. Ouro, prata, bronze? Não importava.

No fim, ele conseguiu a mais desejada.

Recebido com gritos de "o campeão chegou" da barulhenta torcida no Pavilhão 6 no Riocentro, o pugilista de 27 anos venceu o francês Sofine Oumiha nesta terça-feira na final da categoria até 60kg para se tornar o primeiro brasileiro campeão olímpico no boxe.

Ele se junta ao hall de pugilistas nacionais formado por Servílio de Oliveira (bronze em 1968), Esquiva Falcão (prata em 2012), Yamaguchi Falcão e Adriana Araújo (este dois últimos foram bronze em 2012).

Para completar, o boxeador garante ao Brasil sua 11ª medalha nos Jogos, a terceira dourada. Rafaela Silva (ouro, judô), Thiago Braz (ouro, salto com vara), Arthur Zanetti (prata, ginástica artística - argolas), Diego Hypolito (prata, ginástica artística - solo), Felipe Wu (prata, tiro esportivo - pistola de ar 10m), Isaquias Queiroz (prata, canoagem - C1 1000m), Poliana Okimoto (bronze, maratona aquática), Mayra Aguiar (bronze, judô), Rafael Silva (bronze, judô) e Artur Nory (bronze, ginástica artística - solo) foram os outros.

Para completar seu sonho, foram quatro lutas: Além da final, ele venceu Anvar Yusunov, do Tajiquistão, em sua estreia; bateu Hurshid Tobaev, do Uzbequistão, garantiu passagem para a semi e, consequentemente, o bronze; e na penúltima luta superou o cubano Lázaro Álvarez, tri mundial e líder do ranking, para assegurar a prata.

2016-08-16t233803z_1174024393_rioec8g1tndxx_rtrmadp_3_olympics-rio-boxing-m-light"Ainda não cai na real. Ainda estou vivendo um sonho, um sonho que não quero acordar jamais. Graças ao apoio da torcida, do Brasil inteiro, eu consegui. Hoje sou campeão olímpico. Agradeço a todos. Eu me sinto muito feliz de ser o primeiro campeão olímpico do Brasil, mas o boxe tem ótima qualidade de atletas. Precisa de mais apoio porque tem muitos bons atletas que podem repetir. Quero dar parabéns ao Servilio de Oliveira, primeiro medalhista do Brasil no boxe, ao Esquiva, ao Yamaguchi, para a Adriana", declarou Robson após a conquista.

0 comentários:

Postar um comentário

IPVA

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation