terça-feira, 5 de julho de 2016
Presidente Michel Temer garantiu ao senador Roberto Rocha e à deputada Eliziane Gama – que participaram de diferentes reuniões com o peemedebista – a retomada imediata das obras, o que de fato ocorreu nesta terça-feira.

obra

Máquinas voltaram á pista da BR-135 para a duplicação




As obras de duplicação da BR-135 foram reiniciadas nesta terça-feira, 5.

A garantia da conclusão do serviço foi o tema da conversa que o senador Roberto Rocha (PSB) e a deputada federal Eliziane Gama (PS) tiveram com o presidente interino, Michel Temer, em reuniões diferentes no Palácio do Planalto.

Roberto Rocha, que é membro da subcomissão de Obras Inacabadas do Senado, participou de um encontro com Michel Temer, junto com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e um grupo de senadores, para tratar da retomada de obras em todo o País.

Eliziane Gama, por sua vez, esteve no gabinete presidencial com a bancada do PPS, ocasião em que também ouviu garantias de retomada das obras.
Eliziane com a bancada do PPS e o presidente Michel Temer: cobrança da obra da BR

Eliziane com a bancada do PPS e o presidente Michel Temer: cobrança da obra da BR




Na segunda-feira, Rocha já havia conversado sobre o assunto com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, e com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Nos dois casos, ele insistiu na importância de que a duplicação seja concluída com brevidade.

Ao presidente, Roberto Rocha explicou que a BR-135 é a única porta de entrada de São Luís por via terrestre e relatou os inúmeros acidentes fatais que já aconteceram no trecho que deveria estar duplicado, o último deles neste final de semana.
os tratores, caçambas e caminhoões devem intensificar as ações na BR a partir desta quarta-feira, 6

Tratores, caçambas e caminhões devem intensificar as ações na BR a partir desta quarta-feira, 6




Após a reunião, a deputada Eliziane Gama revelou as garantias do presidente interino.

“O presidente Temer garantiu que hoje mesmo determinará ao Ministério dos Transportes para que apresse a duplicação total da BR -135. É uma grande notícia para o nosso estado que vem sofrendo as consequências mais drásticas de uma obra que se arrasta há mais de quatro anos”, relatou a deputada, ainda na manhã desta terça-feira, 6.

O presidente garantiu que tomará as providências necessárias e prometeu priorizar a retomada de obras importantes para os estados.
O governador Flávio Dino anunciou, no twitter, que nesta quarta-feira (6) será divulgado edital de concurso para preenchimento de 50 vagas no quadro efetivo da SEFAZ.

Disse também que autorizou a convocação de professores excedentes do último concurso para ocupar vagas de quem não assumiu.

Confira.

c62b377a-1aec-4f83-94b9-ec1999bf6744

O total desviado ainda está em apuração.


Coletiva

O Ministério Público do Maranhão e a Secretaria de Estado da Segurança Pública realizaram, na manhã desta terça-feira, 5, a Operação Paulo Ramos II, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e pela Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor). A operação cumpriu sete mandados de prisão preventiva, entre eles o do prefeito de Paulo Ramos, Tancledo Lima Araújo.

Também foram presos nesta sexta-feira o secretário de Administração e Finanças do município, Joaquim Lima Araújo (irmão do prefeito), George Esber Mansour, Moussa Esber Mansour (sócios da empresa JS Silva) e Geovana Carla Costa Freitas Mansour. A empresa era utilizada em licitações fraudulentas para o desvio de recursos públicos.

Foi cumprido, ainda, mandado de prisão preventiva contra José de Alencar Miranda, pai de Gláucio Alencar, que está preso e teve mais uma prisão preventiva decretada nesta operação. Também foi preso Luis Antonio Meireles Gomes, funcionário de Eduardo José Barros Costa, o Eduardo DP, contra que foi expedido mandado de prisão preventiva, mas ele não foi localizado e é considerado foragido.

As prisões aconteceram em São Luís e Paulo Ramos. As investigações apontaram que a organização criminosa se utilizava de pelo menos três empresas, em licitações fraudadas, para desviar os recursos públicos. Entre as empresas ligadas ao esquema estão a JS Silva, que foi aberta em nome de uma pessoa já falecida, com o uso de assinaturas falsificadas, e que supostamente fornecia merenda escolar ao município.

Outra empresa envolvida é a PGA Martins, pertencente a Fábio Brasil, ligado a Gláucio Alencar e assassinado em Teresina, em 2012, pelo mesmo executor de Décio Sá. Também há contratos assinados com a empresa Rio Anil, que supostamente teria prestado serviços de manutenção da iluminação pública e que pertence a pessoas ligadas a Eduardo DP.

Segundo informação do delegado, nenhuma das empresas existe de fato, sendo apenas CNPJs destinados a realização de fraudes. O total desviado ainda está em apuração, mas os valores levantados até agora apontam um rombo de mais de R$ 2 milhões no erário municipal. O inquérito deverá ser concluído nos próximos 10 dias.

HISTÓRICO

A Operação Paulo Ramos II é mais uma desencadeada a partir da investigação do assassinato do jornalista Décio Sá. Na época, as investigações chegaram a uma organização criminosa comandada por Gláucio Alencar e José de Alencar Miranda, que desviava recursos públicos em, pelo menos, 42 municípios do Maranhão.

As diversas iniciativas realizadas desde a Operação Detonando, em 2012, já levaram à prisão de três prefeitos e seis ex-gestores municipais, além de um tesoureiro. Diversas outras investigações continuam em andamento no Gaeco e Seccor.

4a110427-26c5-4881-a1e5-ddbb639db6a5

Na manhã desta terça-feira (05), foi realizada uma formatura no Quartel do 13º BPM com o GRUPO TÁTICO MÓVEL – GTM, GRUPO GARRA, além de Oficiais e Praças da UPM, para dar início as atividades na Companhia de Policiamento Especializado – Cia Pol. Esp. Do 13º BPM que será localizada no Bairro da Pirâmide.

Na oportunidade, o Comandante do 13ºBPM, Ten Cel Alexandre, conclamou o empenho do GTM e GRUPO GARRA no combate à criminalidade na área de abrangência do 13º BPM.

Após a formatura, foi realizado o deslocamento de toda tropa especializada do Quartel do 13º BPM para as instalações da Cia Pol. Esp.do 13º BPM.

Segundo o Ten Cel Alexandre, o principal objetivo da Cia de Policiamento Especializado é o combate aos crimes ocorridos nos três municípios que o 13º BPM realiza o policiamento ostensivo (São Jose de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa). De acordo com o Comandante, o policiamento será realizado de forma dinâmica com incursões de viaturas e motocicletas, nos bairros mais vulneráveis dos três municípios.

Na oportunidade, o Coronel Celso, Comandante do CPAM II, realizou uma visita nas instalações da Cia, sendo apresentada pelo Capitão Cid, comandante da Cia de Policiamento Especializado.

A solenidade de inauguração da Cia de Policiamento Especializado ocorrerá na sexta-feira(15) com a presença do Coronel Pereira, Comandante Geral do 13ºBPM e Estado Maior da Corporação toda a comunidade do Bairro Pirâmide,

FONTE: ASCOM/13ºBPM
 

thumbnail_IMG-20160705-WA0040

Uma tentativa de assalto a uma loja da Tim em São Luís terminou com pelo menos uma morte, na manhã desta terça-feira (5).

A unidade fica localizada no Marcus Center, na área do Renascença.

Quatro bandidos chegaram ao local em duas motos. Dois deles entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto.

Um segurança reagiu e matou um dos bandidos e baleou outro. Ele também foi atingido por um tiro.

Os outros dois criminosos fugiram.

Os feridos foram encaminhado ao Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I.

bandido

balas

 
Prefeito-Tancledo-Lima

Mais um prefeito foi preso pela Polícia Civil, através da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR/MA).

Desde as primeiras horas de hoje, dia 5, que a polícia realizou uma operação no município de Paulo Ramos e prendeu o prefeito Tancledo Lima Araujo por corrupção.

Além do gestor, também foi preso o seu irmão, Joaquim Lima Araújo (Secretário de Administração), os empresários Moussa Esber Mansour, George Esber Mansour e Geovani Carla de Freitas Costa Mansour, e José de Alencar Miranda (pai do agiota Gláucio Alencar). Todos são acusados de organização criminosa por fraudar licitações.

Segundo informações, que a investigação teve origem a apreensão de cheques da Prefeitura de Paulo Ramos, durante a Operação Detonando que investigou a morte do jornalista Décio Sá. À época, a polícia apreendeu vários cheques da prefeitura com o agiota Gláucio Alencar e o seu pai José Miranda.

Durante a investigação, a polícia descobriu outros crimes do prefeito, como fraude em processos licitatórios ligados à merenda escolar.

Segunda vez

Não é a primeira vez que o prefeito Tancledo Lima é preso. Em 2015, ele foi alvo da Operação denominada Bocage, por envolvimento com agiotagem. Na ocasião, foi apreendida uma série de anotações indicando altos valores, fornecimento de merenda escolar, medicamento e aluguel de máquinas pesadas, todos referentes ao município de Paulo Ramos e em nome do prefeito. Do G1, MA

 

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Navigation