quinta-feira, 7 de julho de 2016
Afastado do rádio em função de sua pré-candidatura a vereador pelo PRB, Udes Filho usou as redes sociais para expor a sua opinião sobre os constantes problemas com o abastecimento de água no município de Raposa.

13569850_1090975097632567_2075296870_o (1)

Há cerca de 10 dias, vários bairros de Raposa, inclusive, a Vila Maresia, onde mora o jornalista e radialista, estão com o abastecimento de água interrompido, o que tem causado sérios transtornos às famílias raposenses.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE – é responsável pelo fornecimento de água à população.

Para Udes Filho, o problema é sério e precisa ser tratado como caso de emergência, não apenas pela falta, agora, nos 10 dias, mas para que se evite, no futuro, a interrupção do fornecimento de água por períodos tão prolongados como agora.

“O SAAE da Raposa é uma bomba relógio, que precisa ser desarmada, para não explodir nas mãos do próximo prefeito, ou prefeita, prejudicando toda a população [...]

O problema já era grande e foi agravado, no ano passado, com aquele entra e sai de prefeito [...]

Segundo fui informado, o SAAE conta com divida milionária junto a CEMAR, além de equipamentos defasados e falta de capacidade estrutural para realizar o abastecimento de água da maneira que o povo merece”, disse Udes Filho.

Nos últimos anos, através do seu programa de Rádio (Programa do Udes Filho), por diversas vezes, Udes reivindicou ao SAAE a normalização do fornecimento de água em diversos bairros da cidade, como por exemplo: Itapeuá, Vila Maresia, Vila Nova, Vila Bom Viver, Centro, entre outros. E juntos, Udes, a comunidade e o órgão responsável, conseguiram resolver os problemas na maioria dos casos.

O radialista sempre deu apoio ao povo e orientações para que reivindicassem os seus direitos, sempre de maneira democrática e pacifica, sem faltar com respeito aos agentes públicos. Até para que não perdessem os seus direitos, cometendo atos excessivos.

Udes sempre defendeu o diálogo para a resolução de problemas.

COMO RESOLVER O PROBLEMA DA FALTA DE ÁGUA NA RAPOSA Na opinião de Udes Filho, que apoia a pré-candidata a prefeita, Ocileia Fernades, a próxima prefeita ou prefeito, respeitando todos os pré-candidatos a prefeito de Raposa, precisa fazer um estudo técnico da real situações do poços, também sobre capacidade de abastecimento de cada poço, por área, além de um estudo cientifico da qualidade da água ofertada ao cidadão raposense. “Penso que só se conseguirá melhorar o abastecimento de água na Raposa, através deste estudo técnico que estou sugerindo. Nos dias de hoje, toda e qualquer administração pública necessita de estudos e levantamentos técnicos para orientar as ações, diminuindo os custos e atingindo os objetivos com 100% de êxito. Como pré-candidato a vereador, defendo que os constantes problemas que a Raposa enfrenta com o abastecimento de água, sejam combatidos, assim, com estudos técnicos”, destacou Udes.

EUROCOPA - Seleção francesa venceu partida por 2 a 0.






Eduardo Cunha (PMDB-RJ) renunciou nesta quinta-feira (7) à presidência da Câmara dos Deputados. Ele anunciou a decisão em uma coletiva de imprensa, durante a qual chorou.

Deputado estava afastado do cargo pelo Supremo desde 5 de maio. Waldir Maranhão deverá convocar novas eleições em até cinco sessões.

16189224

“É público e notório que a Casa está acéfala”, afirmou, acrescentando que só sua renúncia poderia pôr fim ao impasse. “Estou pagando um alto preço por ter dado início ao impeachment”.

O peemedebista disse que vai continuar defendendo sua inocência e acusou a Procuradoria-Geral da República de agir com seletividade abrindo inquéritos e apresentando denúncias com o intuito de desgastá-lo como presidente da Câmara.

A decisão de enfim deixar o cargo em definitivo ocorreu em reunião na noite de quarta (6), após a divulgação do voto de Ronaldo Fonseca (Pros-DF) na Comissão de Constituição e Justiça, que acatou apenas um dos 16 questionamentos de Cunha à tramitação de seu processo no Conselho de Ética, que recomendou a cassação de seu mandato.

Com a renúncia, Cunha pretende ter um aliado comandando a Câmara durante a sessão em que será votado o seu processo de cassação, já que Waldir Maranhão (PP-MA) rompeu com ele havia algum tempo.

O nome pelo qual ele tem predileção para ocupar o mandato tampão pelos próximos meses é do deputado Rogério Rosso (PSD-DF), mas há pelo menos 12 candidatos informais na Casa para disputar o pleito.

O presidente da Câmara pode influir decisivamente na realização e na condução da sessão em que a cassação será analisada. Para que Cunha perca o mandato, é preciso o voto de pelo menos 257 dos 513 deputados. Ou seja, ausências e abstenções durante a sessão contam a seu favor.

Cabe ao presidente da Câmara marcar a data dessa sessão –ele pode, por exemplo, escolher um dia de possível plenário esvaziado. Além disso, na condução da sessão cabe a ele uma série de decisões que podem contar a favor ou contra Cunha. Exemplo: ele pode encerrar a votação rapidamente, evitando que haja um quórum maior, ou protelar esse encerramento por um tempo indeterminado, contribuindo para uma presença mais expressiva de deputados.

A condução por Cunha da votação que aprovou a abertura do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, por exemplo, é apontada por aliados da petista como um dos fatores que contribuíram para. Entre outras decisões, coube a Cunha escolher um domingo como a data da votação, com o objetivo de aumentar a exposição televisiva da sessão.

Ele também foi o responsável por decidir que a votação seria por chamada nominal ao microfone, além de ter dado aos deputados tempo para se manifestar politicamente ao proferirem o voto. (Folha de SP)

Carta de renúncia do Eduardo Cunha


[caption id="attachment_375" align="alignnone" width="680"]Maranhenses conquistam medalhas no Interestadual de kung fu no Ceará (Foto: Divulgação / Asdam) Maranhenses conquistam medalhas no Interestadual de kung fu no Ceará (Foto: Divulgação / Asdam)[/caption]

Mestre Delson Pinto conquistou três medalhas de ouro nesse estilo do Tau lu.
bastão, facão e mãos do Norte. Atleta Thais Silva também ficou com ouro neste estilo.




Atletas maranhenses voltaram de Santana do Cariri-CE com nove medalhas no V Campeonato Interestadual de kung fu e boxe chinês, realizado no último fim de semana. A delegação foi composta por seis atletas, entre os quais o mestre Delson Teixeira Pinto. Todos voltaram com premiações.


No Sanda, uma variação do kung fu, os maranhenses conquistaram cinco medalhas. Já no Tau lu bastão, facão e mãos do Norte (uma simulação de combate), os maranhenses garantiram quatro medalhas, todas de ouro.




[caption id="attachment_380" align="alignnone" width="464"]Mestre Delson Teixeira Pinto conquistou três medalhas de ouro no Interestadual (Foto: Divulgação / Asdam) Mestre Delson Teixeira Pinto conquistou três medalhas de ouro no Interestadual (Foto: Divulgação / Asdam)[/caption]

O mestre Delson Pinto conquistou três medalhas de ouro nesse estilo do Tau lu bastão, facão e mãos do Norte. A atleta Thais Silva Cantahede também ficou com ouro neste estilo.


No Sanda, na categoria 56kg, André Luiz dos Santos Macêdo foi o vencedor e ficou com o ouro para o Maranhão. As outras medalhas neste estilo foram de prata, conquistadas por Roni Anderson (80 kg), Wellington Aires (75 kg), Carlos Eduardo (70 kg) e Thaís Cantanhede (52 kg).




- O evento foi muito bom. Tivemos boa colocação com a participação de seis atletas conquistando nove medalhas. Tivemos 100% de aproveitamento, pois todos garantiram medalhas. Tivemos pouco apoio. O patrocínio deu pra bancar apenas o deslocamento da equipe – disse o mestre Delson Pinto.


A equipe maranhense foi formada por atletas da Associação Delson de Artes Marciais (Asdam), que é filiada a Associação Os Dragões Negros, do Pará, que tem o comando do mestre Custódio Fampa, e também tem vínculo com a Brazil Wushu Sanda Federation.


- Treinamos durante a semana o kungu fu clássico e o Sanda. Quem quiser conhecer estas artes, pode nos procurar – concluiu o mestre.


A Asdam tem centros de treinamentos espalhados por São Luís, mas esta equipe campeã treina na Gabriel Fitness, no Angelim.  Por João RicardoSão Luís - Do Globo esporte.com





Seleção é para atuação no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).
Remuneração bruta inicial é de R$ 8.489,22, segundo o órgão.





cla_centro_de_lancamento_de_alcantara_predi

A Aeronáutica realiza até a próximo dia 15 de julho (sexta-feira) no Maranhão as inscrições para o processo seletivo de convocação de profissionais médicos para atuação nas equipes de saúde que apoiam militares e servidores civis do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), unidade estratégica da Força Aérea Brasileira (FAB) no Estado.

Cronograma
Inscrições: até 15/7/2016;
Local: avenida dos Libaneses, nº 29, bairro Tirirical (ao lado do aeroporto);
Concentração inicial: 29/8/2016;
Inspeção de saúde: 30/8 a 9/9/2016;
Habilitação: 26/9/2016;
Incorporação: 3/10/2016


São cinco vagas. Os profissionais selecionados exercerão suas atividades em Alcântara (MA) e São Luís. A remuneração bruta inicial é de R$ 8.489,22.

Para se inscrever, os candidatos devem ter bacharelado em Medicina e inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM), e entregar, pessoalmente ou por intermédio de procurador, seu requerimento de inscrição e a documentação para a avaliação curricular no escritório da Aeronáutica no bairro Tirirical, em São Luís, conforme o aviso de convocação.


Tricolor não supera limitações em Florianópolis e perde para time catarinense.






O Sampaio Corrêa decepcionou mais uma vez sua torcida e foi derrotado por 1 a 0 pelo Figueirense, nesta quarta-feira, no Orlando Scarpelli. Com o resultado, os maranhenses foram eliminados na Segunda Fase da Copa do Brasil. O único gol da partida foi marcado por Everton Santos aos 45 minutos do primeiro tempo.

[caption id="attachment_367" align="alignnone" width="680"]Figueirense x Sampaio Corrêa (Foto: Petra Mafalda/Mafalda Press/Estadão Conteúdo)Figueirense x Sampaio Corrêa (Foto: Petra Mafalda/Mafalda Press/Estadão Conteúdo) Figueirense x Sampaio Corrêa (Foto: Petra Mafalda/Mafalda Press/Estadão Conteúdo)[/caption]

O foco do Tubarão está agora no duelo contra o Joinville, sábado, às 16h, na Arena Joinville. O Figueirense tem pela frente na Copa do Brasil a Ponte Preta. No Brasileirão, o time catarinense enfrenta o Grêmio na Arena do Grêmio às 11h da manhã de domingo.



Gol no final

O Sampaio começou a partida com a intenção de pressionar o Figueirense em busca do gol. No entanto, logo aos dois minutos, os catarinenses mostraram qual seria o ritmo da partida. Yago arriscou de fora da área, o goleiro Rodrigo Ramos escorrega, mas a bola passa sobre o travessão.


 O Sampaio adotou uma postura mais recuada, mas com uma marcação intensa. No entanto, aos poucos, o Figueirense melhorou a marcação e impediu as boas jogadas do Sampaio. Os donos da casa assustaram novamente aos 32 minutos. Morassi mandou uma pancada cheia de veneno, e Rodrigo Ramos faz bela defesa para evitar o gol do Figueirense.

Tricolor tentou dar resposta dois minutos depois, mas cobrança de falta de Lucas Sotero foi para fora. Aos 45, Everton Santos abriu o placar. Dodô cruzou e Everton Santos se antecipou zaga do Sampaio e marcou para o Figueirense.


Administrou placar


O Sampaio voltou do intervalo com a mesma postura e passou sofrer mais pressão perto da área. O Figueirense retomou o controle da partida, ficou trabalhando a bola com tranquilidade e administrou a vantagem.


O Tricolor quase chegou ao gol de empate aos 22 minutos, com Paulo Marcelo. O lance se originou Lucas Sotero que fez grande jogada, invadiu a área e cruzou na medida para Paulo Marcelo. O atacante do Sampaio perde chance clara, na frente de Thiago Rodrigues.


Com o decorrer do tempo, o Sampaio começou a trabalhar mais a bola no ataque, enquanto o Figueirense ficava fechadinho suportando a pressão para garantir a vitória e a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Por Globoesporte.comFlorianópolis, SC




Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation