sábado, 3 de setembro de 2016
liberdade-2

A menos de um mês para as eleições do dia 02 de outubro, o candidato à reeleição a Prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, participou na manhã deste sábado (03), no bairro da Liberdade, de mais uma grande caminhada “Todos com Edivaldo”. O ato de campanha contou com a presença do vice na chapa Júlio Pinheiro, além de uma multidão formada por populares, militantes e lideranças de movimentos sociais.

Desde que teve início a campanha eleitoral, no dia 16 de agosto, já foram realizadas 16 caminhadas e duas carreatas. Em todas, observou-se a participação maciça de moradores nos bairros, onde os atos de campanha foram realizados. Outro fator que tem chamado a atenção dos coordenadores é o entusiasmo e a alegria de quem participa do trajeto.

“E não está sendo diferente aqui no bairro da Liberdade. Essa empolgação muito nos anima. Mostra que estamos no caminho certo, ou seja, a de continuarmos fazendo um bom planejamento, trabalhando arduamente e, com responsabilidade, avançar em obras e ações por toda a cidade”, afirmou Edivaldo.

Edivaldo participou de caminhadas nos seguintes locais: Rua Grande, Vicente Fialho, Monte Castelo, Areinha, Vila Riod, Anjo da Guarda, Alemanha, Vinhais, Vila Embratel, Nova República, Ilhinha, Liberdade, Anjo da Guarda (2) e Cidade Operária (2). Além das carreatas nos bairros do Centro e do Itaqui-Bacanga.

Pelo lado dos moradores, a receptividade é algo que impressiona pela manifestação da maioria deles, que quererem falar, abraçar, tirar fotografias, selfies ou mesmo beijar o prefeito Edivaldo. Beira a uma comoção que se mistura entre os sentimentos de felicidade e gratidão.

“Edivaldo tem serviço prestado para quem realmente precisa de asfalto, urbanização e lazer. Não tem outro voto: é 12, é Edivaldo!”, disse Silvio Fialho, 54 anos, que nasceu no bairro da Liberdade. “O único prefeito que sempre vem aqui e conversa com a gente”, acrescentou José Ribamar, 62 anos, morador da Praça do Japão.
WELLINGTON

Uma grande festa política e partidária marcou, na noite da última sexta-feira (02), a inauguração do comitê central de campanha do candidato a prefeito Wellington (PP), localizado no Monte Castelo.

Wellington, que é o segundo colocado nas pesquisas recentes de intenção de voto e irá disputar o segundo turno das eleições com o atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), agradeceu o apoio e conclamou a militância e a população para que, juntas, façam uma corrente de união com o objetivo de retirar São Luís da situação de caos vista hoje.

“Nossa candidatura surgiu da vontade popular, do sentimento do povo de mudar, de retirar São Luís deste estado de calamidade. No início do ano, tínhamos pouco mais de 5% das intenções de voto. Hoje, o projeto Wellington prefeito apresenta mais de 20% da preferência do eleitorado. Vamos juntos e fortes continuar realizando uma campanha propositiva e mostrando que podemos oferecer dias melhores para nossa capital. Tenho certeza que no dia 02 de outubro o povo de nossa cidade sairá vitorioso das urnas”, afirmou o candidato da coligação “Por Amor a São Luís”.

A inauguração do comitê central contou com as presenças de candidatos ao cargo de vereador; do candidato a vice-prefeito, vereador Roberto Rocha Júnior (PSB); além de milhares de militantes e apoiadores do 11.
Escutec-São-Luís-setembrp

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), da coligação “Pra Seguir em Frente”, é quem lidera a pesquisa de intenções de votos do Instituto Escutec. O levantamento foi publicado hoje com exclusividade por O Estado.

Na pesquisa, Edivaldo, candidato a reeleição, aparece com 30,6% das intenções de votos. Na segunda colocação, aparece Wellington do Curso (PP), da coligação “Por Amor a São Luís”, com 19,5% da preferência do eleitorado, empatado tecnicamente com a candidata Eliziane Gama (PPS), da coligação “São Luís de Verdade”.

Em seguida aparecem os candidatos Eduardo Braide (PMN), com 6,5%; Fábio Câmara (PMDB), com 4,1%; Rose Sales (PMB), com 4% e Zeluis Lago (PPL), com 1,0%. Valdeny Barros (PSOL) e Cláudia Durans (PSTU), não pontuaram.

Assinalaram nenhum deles, 9,8% dos entrevistados e não souberam ou não responderam, 6,0%

A pesquisa Escutec/O Estado mostra ainda que os candidatos da chamada ultraesquerda, Cláudia Durans (PSTU) e Valdeny Barros (PSOL) da coligação São luís, o caminho é pela esquerda! Não pontuaram. A opção nenhum deles aparece com 9,8% e não sabe ou não responderam somaram 6%.

O levantamento foi encomendado pelo jornal O Estado. Foram entrevistadas 800 eleitores nos dias 31 de agosto e 1º e 2 deste mês. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O registro da pesquisa na Justiça Eleitoral é nº. MA 01182/2016.
Farol

A Justiça Federal no Distrito Federal decidiu hoje (2) suspender a Lei 13.290/2016, conhecida como “Lei do Farol Baixo”, que obrigava condutores de todo o país a acender o farol do veículo durante o dia em rodovias. Na decisão, o juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal em Brasília, entendeu que os condutores não podem ser penalizados pela falta de sinalização sobre a localização exata das rodovias.

O juiz atendeu pedido liminar da Associação Nacional de Proteção Mútua aos Proprietários de Veículos Automotores (ADPVA). A associação citou o caso específico de Brasília, onde existem várias rodovias dentro do perímetro urbano.

Segurança

“Em cidades como Brasília, exemplificativamente, as ruas, avenidas, vias, estradas e rodovias penetram o perímetro urbano e se entrelaçam. Absolutamente impossível, mesmo para os que bem conhecem a capital da República, identificar quando começa uma via e termina uma rodovia estadual, de modo a se ter certeza quando exigível o farol acesso e quando dispensável”, isse a entidade.

A lei foi sancionada pelo presidente interino Michel Temer no dia 24 de maio. A mudança teve origem em um projeto de lei apresentado pelo deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR) e foi aprovada pelo Senado em abril. A multa para quem descumprisse a regra, considerada infração média, era de R$ 85,13, com a perda de quatro pontos na carteira de habilitação.

O objetivo da medida foi aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), estudos indicam que a presença de luzes acesas reduz entre 5% e 10% o número de colisões entre veículos durante o dia.

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation