quarta-feira, 9 de novembro de 2016


A Petrobras anunciou nesta terça-feira uma nova redução nos preços da gasolina e do diesel nas refinarias. A queda do preço do diesel é de 10,4% do e da gasolina, de 3,1%.

Em 14 de outubro, a Petrobras já havia reduzido o preço da gasolina e do diesel, na primeira queda desde 2009.

De acordo com a estatal, a combinação da queda do preço do petróleo e derivados desde o último anúncio e a redução da participação da companhia nas vendas ao mercado interno explicam a redução nos preços.

Estimativa feita pela companhia aponta que se o ajuste feito nesta terça for repassado integralmente às bombas, o preço do diesel pode cair R$ 0,20 por litro, e a gasolina ter queda de R$ 0,05 por litro.

Leia, na íntegra, o comunicado da estatal:

"De acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras no dia 14/10/2016, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) se reuniu na tarde de hoje e decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 10,4% e da gasolina em 3,1%. A combinação de queda no preço do petróleo e derivados entre o dia 14/10 e hoje, que chega a 12,1%, e a redução da participação da companhia nas vendas ao mercado interno têm impactos sobre o nível de utilização dos ativos da Petrobras, especialmente no refino, sobre os níveis de estoques e também sobre os fluxos de importação e exportação. Essas variáveis justificaram uma correção maior nos preços do diesel que na gasolina.

A metodologia definida pela Petrobras prevê a revisão dos preços cobrados nas refinarias pelo menos uma vez por mês após análise do comitê formado pelo presidente da companhia, o diretor de Refino e Gás Natural e o diretor Financeiro e de Relação com Investidores. O objetivo é fazer com que a Petrobras possa implementar uma política de preços competitivos que reflita os movimentos do mercado internacional de petróleo em períodos mais curtos.

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis. Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado, o diesel pode cair 6,6% ou cerca de R$ 0,20 por litro, e a gasolina 1,3% ou R$ 0,05 por litro.O diretor de Refino e Gás Natural da Petrobras, Jorge Celestino, estará disponível para falar à imprensa amanhã, 09/11/2016, às 10h15, no auditório do subsolo do edifício Senado, na Av. Henrique Valadares, 28, Centro, Rio de Janeiro."

Donald Trump será o 45º presidente dos Estados Unidos. Contrariando pesquisas e previsões, ele derrotou Hillary Clinton e teve sua vitória projetada pela agência Associated Press (AP) às 5h32 (hora de Brasília) desta quarta-feira (9).
Quando entrou o número de delegados do estado de Wisconsin na conta da AP, Trump alcançou 276 delegados, ultrapassando o limite de 270 necessários para ser o vencedor no Colégio Eleitoral. A imprensa americana informou minutos depois que Hillary ligou para o rival e admitiu a derrota. “Eu a cumprimentei pela campanha muito disputada”, disse Trump em seguida, em seu discurso da vitória.
Ao falar aos seus simpatizantes, Trump defendeu a união do país após a disputa eleitoral, ao afirmar que será presidente para “todos os americanos”.
“Todos os americanos terão a oportunidade de perceber seu potencial. Os homens e mulheres esquecidos de nosso país não serão mais esquecidos”, discursou. Trump disse ainda que o plano do país deve ser refeito. “Vamos sonhar com coisas para nosso país, coisas bonitas e de sucesso novamente.”
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou hoje (9) o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Com o gabarito, o estudante saberá quantas questões ele acertou, porém, as notas só serão divulgadas no dia 19 de janeiro, segundo o Ministério da Educação.
Por conta do uso da Teoria de Resposta ao Item (TRI) pelo Inep, um mesmo número de acertos pode gerar notas diferentes, pois as questões têm pesos diferentes.
Veja também aqui os gabaritos.
O Ministério Público revelou hoje (8) que numa ação por improbidade administrativa, ainda relativa ao Caso Sefaz, o promotor Paulo Roberto Barbosa Ramos, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís (foto acima), pede que os dez já denunciados criminalmente devolvam R$ 1.665.104.295,14 aos cofres públicos.
Os valores estão assim detalhados:
Cláudio Trinchão – R$ 180.394.850,97
Akio Valente Wakiyama – R$ 181.006.405,31
Raimundo José Rodrigues do Nascimento – R$ 221.601,86
Edimilson Santos Ahid Neto – R$ 303.612.275,55
Jorge Arturo – R$ 245.599.610,97
Euda Maria Lacerda – R$ 245.599.610,97
Roseana Sarney – R$ 158.174.871,97
Helena Haickel – R$ 153.905.456,57
Ricardo Gama Pestana – R$ 153.905.456,57
Marcos Lobo – R$ 42.684.154,40
Segundo o MP, se houver condenação, todos os valores deverão ser acrescidos de juros e correções monetárias.
O Ministério Público do Maranhão requer, ainda, que a Justiça determine à Secretaria de Estado da Fazenda a abertura imediata de um novo processo licitatório para a contratação de empresa para a prestação de serviços de tecnologia da informação, com a posterior rescisão do contrato firmado com a empresa Linuxell Informática e Serviços Ltda.
“Até lá, a secretaria deverá adotar rigorosas medidas de segurança em relação aos serviços prestados pela empresa”, pede o promotor Paulo Ramos na ação.

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation