quarta-feira, 16 de novembro de 2016
Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil
Garotinho foi preso e levado para a sede da PF no Rio (Foto: Reprodução/William Côrrea/GloboNews)
O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, preso nesta manhã (16) pela Polícia Federal na capital fluminense, passou mal e foi internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, no fim da tarde. 

Ele estava na Superintendência da PF, na zona portuária. A defesa de Garotinho informou que ele sofre de pressão alta e passou mal antes de ser transferido para a sede da Polícia Federal em Campos, norte fluminense.

Garotinho foi preso com base em evidências da Operação Chequinho, iniciada em 19 de outubro, que investiga o uso eleitoral do Programa Cheque Cidadão. 

De acordo com a Polícia Federal, o ex-governador liderou um esquema de compra de votos por meio do programa social da cidade de Campos dos Goytacazes, nas eleições municipais de outubro deste ano. 

Garotinho é secretário de Governo na administração da esposa, Rosinha Garotinho, em Campos dos Goytacazes, interior do Estado. 

Os advogados de Garotinho entraram com pedido de habeas corpus e chamaram a prisão de ilegal.
Os prefeitos de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PCdoB) e a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo (PMN), durante reunião com Jefferson Portela, secretário de Segurança do Estado.

Hilton Gonçalo (PCdoB) e Fernanda Gonçalo (PMN), prefeitos eleitos respectivamente nos municípios de Santa Rita e Bacabeira, estiveram em reunião, na manhã de hoje, quarta-feira (16), com o secretário de Estado da Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, para tratar de assuntos relacionados ao Núcleo de Prevenção e Acidentes (NUPEVA) – e sobre a implantação Secretária Municipal de Segurança Pública em Bacabeira.
fb_img_1479306958420
O Núcleo de Prevenção e Acidentes recebeu um grande destaque em Santa Rita em 2012, no segundo mandato de Hilton Gonçalo, quando se uniu Juizado, Promotoria, Agentes Comunitários, as polícias Militar e Civil, as igrejas de diversas denominações, todos tinham um único objetivo: inibir ações de violência no município.
Está comprovado que o NUPEVA pode dar certo novamente e render resultados extremamente positivos. Para tanto, é preciso haver gestão comprometida e boa vontade.
“Não podemos pensar que o crime é algo normal e que devemos nos acomodar enquanto gestores públicos […] Resolvendo os problemas da empregabilidade, renda e da educação, podemos iniciar medidas preventivas […] Em Santa Rita fazíamos palestras, caminhadas pela paz e tentávamos sempre fazer com que o maior número de pessoas tivesse sua renda, a violência está muito ligada à falta de perspectiva do ser humano”, ressaltou Gonçalo.
Prefeito eleito de Santa Rita, Hilton Gonçalo disse à equipe de O 4º PODER que em 2012, no seu último mandato, o município contabilizou 365 dias sem homicídios, e que na sua próxima gestão, que se inicia em janeiro 2017, voltará a trabalhar pela segurança pública. “Voltaremos com o NUPEVA para trabalhar ações de prevenção e combate a violência”, disse.
Em Bacabeira, a prefeita eleita Fernanda Gonçalo, que só tomará posse no ano que vem, já arregaçou as mangas e já articula a organização de sua equipe de governo, além da  criação da Secretária Municipal de Segurança Pública, que trabalhará de forma integrada com a cidade vizinha, Santa Rita.
A ação integrada, entre os dos prefeitos, deve garantir ótimos resultados, não apenas no setor da segurança pública, mas em outras áreas da administração pública.
Ao O 4º PODER, a prefeita Fernanda Gonçalo informou que, na questão de segurança pública, a criação de uma Secretaria para cuidar da demanda, será um grande diferencial de sua administração. “Acredito que a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública será um grande diferencial de nossa gestão, inclusive, trabalhando de forma integrada, em parceria com a Prefeitura de Bacabeira, na intenção de aperfeiçoar os resultados, a fim de garantir muito mais tranquilidade à nossa população”, finalizou.
De  O 4º PODER
O novo filme ‘Muleque Té Doido 2’ – A Lenda de Dom Sebastião, traz um extenso elenco e algumas participações especiais. O remake da franquia que entrou em cartazes nos cinemas do Estado, no último dia 10, contou com uma rápida aparição do vereador Antônio Lisboa, o professor Lisboa (PCdoB).
O longa-metragem maranhense é uma comédia que reflete sobre personagens genuinamente ludovicenses de hábitos simples e humildes, tendo como pano de fundo a capital maranhense, que foi transformada em um cenário perfeito para o desenrolar de uma história cativante e cheia de alegria.
O parlamentar faz o papel de um personagem que ajuda os guardiões a encontrar o segundo de três cristais, que somado a um terceiro, podem ajudar a salvar São Luís de um desastre encantado de proporção descomunal que poderia levar a Ilha para o fundo do mar, provocando seu completo desaparecimento.
“Eu não tenho experiência nesse campo de ator, mas, foi uma delícia fazer o filme. Aqui, abraço o amigo Erlanes Duarte, em nome de todo o elenco e equipe de produção. Vale à pena conferir!”, diz professor Lisboa, em comentários em um de seus perfis nas redes sociais.
Muleque té doido 2! É sem dúvidas, um projeto audacioso e único na área do entretenimento local. Com cenas hilárias e situações extremamente irreverentes, a narrativa leva os protagonistas a um final surpreendente.
O filme, com classificação indicativa de 10 anos, é estrelado por Nikima Krakelê, Júnior André, Marcos Santos, Renata Gomes, Ricardo Santos, Fábio Lima, Mariana Vieira e Erlanes Duarte – este último assina, ainda, o roteiro e a direção geral do longa.
Em outubro de 2014, através de uma proposição de autoria do próprio vereador Prof. Lisboa (PCdoB), a Câmara Municipal de São Luís realizou uma sessão solene para homenagear a equipe técnica do filme maranhense “Muleque té doido!”, que em sua primeira versão, estreou em 26 de junho daquele ano, batendo todos os recordes de bilheteria de todos os tempos do cinema maranhense, com um público de mais de 14 mil espectadores. Na ocasião, também foram entregues placas de homenagem ao ator, diretor e roteirista do filme, Erlanes Duarte, e à diretora de produção, Diana Lima, que representou os demais integrantes da equipe técnica.
O empresário Lucas Porto confessou que matou a publicitária Mariana Costa. O crime ocorreu no domingo (13).
A informação sobre a confirmação da autoria foi dada pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, durante entrevista coletiva na manhã de hoje (16).
De acordo com o titular da SSP, a confissão foi feita na noite de ontem (15), após a divulgação, pela imprensa, dos vídeos que apontam o empresário na cena do crime  (reveja).
Em depoimento, Porto disse que ao chegar ao apartamento, a vítima estava despida, momento em que ele tentou abusar sexualmente dela. O assassino admitiu, também, que nutria forte desejo pela cunhada.
“Ele disse que tinha uma atração muito forte pela Mariana. Disse que foi ao quarto e a encontrou sem roupa. Lá, resolveu consumar seu desejo sexual. Daí se chegou a um resultado morte”, declarou o secretário.
Garotinho foi preso na manhã desta quarta-feira (16) (Foto: Leonardo Berenger / Agência Berenger)
O secretário de Governo de Campos dos Goytacazes e ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi preso por volta das 10h30 desta quarta-feira (16), no Flamengo, Zona Sul do Rio, por agentes da Polícia Federal. Ele é um dos investigados na Operação Chequinho, que apura o uso do programa social Cheque Cidadão para compra de votos na cidade em 2016.
A PF cumpre oito mandados de prisão temporária, outros oito de busca e apreensão e um de condução coercitiva – quando a pessoa é levada a depor e depois liberada. Ainda não há maiores informações sobre a prisão do ex-governador, que teria saído de casa sem algemas.
O mandado foi expedido pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 100º Zona Eleitoral de Campos. Segundo a PF, o ex-governador do Rio de Janeiro foi preso em seu apartamento na Senador Vergueiro e levado para a sede da PF na Zona Portuária. Depois, Garotinho deve ser levado para Campos.
No dia 9 de novembro, um pedido de habeas corpus de Garotinho havia sido negado pelo juiz Glaucenir. A defesa de Garotinho afirmou nesta quarta que a prisão é ilegal.
Segundo o advogado, o ex-governador deu uma declaração quando os policiais chegaram a sua casa. "Engraçado, eu que ajudo os pobres estou sendo preso por conta de Cheque Cidadão, que ajudo direcionado a população carente. Aqueles que roubam de verdade na Lava Jato, a grande maioria está solta ainda aqui no Rio de Janeiro."
Anthony Garotinho foi governador do estado do Rio de 1998 a 2002, quando concorreu à presidência, sendo derrotado pelo ex-presidente Lula. Sua mulher, Rosinha Garotinho, foi eleita governadora do estado, e ele foi secretário de Segurança de seu governo. Neste período, uma série de denúncias de crimes eleitorais e comuns recaíram sobre o casal.
Operação Chequinho 
A Operação Chequinho investiga um esquema de compra de votos em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Segundo o Ministério Público Estadual, em troca dos votos, a prefeitura oferecia inscrições fraudulentas no programa Cheque Cidadão, que dá R$ 200 por mês a cada beneficiário. A iniciativa é semelhante ao Bolsa Família e foi criada para atender a população de baixa renda.
Neste ano, a operação prendeu vereadores, eleitores e outros envolvidos no caso.
Em setembro, a PF prendeu a secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social e a coordenadora do Programa Cheque Cidadão em Campos dos Goytacazes. Segundo investigadores, também foram presos eleitores que tinham ligação com um vereador – ele foi detido em 29 de agosto suspeito de aliciamento de eleitores para a compra de votos.
No dia 19 de outubro, dois vereadores foram presos temporariamente em Campos: Miguel Ribeiro Machado, o Miguelito, de 51 anos, Ozéias Martins, de 47. Machado ficou no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca até o dia 26 de outubro, quando foi liberado. O vereador Ozéias Martins foi liberado no dia 29 de outubro.
No dia 26 de outubro, o vereador Kellenson "Kellinho" Ayres Figueiredo de Souza (PR), de 55 anos, foi preso em uma nova fase da operação de combate a crimes eleitorais. Na ocasião, também foram presos chefes de postos de saúde na cidade. Kellinho conseguiu uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral e foi solto do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca no dia 4 de novembro.
Além disso, Gisele Kock, coordenadora do Cheque Cidadão na cidade, também está entre as que tiveram a prisão preventiva cumprida no dia 26 de outubro. Ela deixou presídio feminino Nilza da Silva Santos no início da tarde de 3 de novembro após conseguir habeas corpus.
No dia 29, a Polícia Federal prendeu Thiago Virgílio (PTC), vereador de Campos. O parlamentar foi preso em casa e levado para a sede da PF em Campos. Segundo a Polícia Federal, ele é suspeito de envolvimento com o esquema de compra de votos nas eleições 2016 e vinha sendo investigado na Operação Chequinho.
Thiago foi solto do Presídio Carlos Tinoco da Fonseca no dia 3 de outubro, após o término da prisão preventiva. O parlamentar havia sido afastado pela Justiça Eleitoral das atividades na Câmara e ficou proibido de acessar e frequentar as dependências da Casa e da Prefeitura, e de manter contato com os beneficiários do Cheque Cidadão e com testemunhas do processo.
No dia 31 de outubro, a vereadora eleita Linda Mara (PTC) e a ex-secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Ana Alice Ribeiro Lopes Alvarenga, foram presas pela Polícia Federal em um hotel de Copacana, Zona Sul do Rio.
Uma terceira mulher, que é radialista de Campos, também foi presa. Linda Mara foi liberada após cumprir cinco dias de prisão temporária no Presídio Feminino Nilza da Silva Santos. Ana Alice deixou o presídio após conseguir habeas corpus no dia 3 de outubro. As três estavam foragidas por suspeita de envolvimento na Operação Chequinho.
O Brasil está com um pé na Rússia. Com gols de Gabriel Jesus e Renato Augusto, a seleção venceu o Peru por 2 a 0 em Lima e encaminhou a sua classificação para a Copa do Mundo de 2018. Agora com 27 pontos, a equipe está a um empate de alcançar a pontuação traçada como objetivo por Tite e sua comissão técnica para selar a vaga no Mundial.
Sob o comando de Jesus, que chegou a cinco gols e duas assistências em seis jogos com a seleção, Philippe Coutinho e Neymar, a equipe brasileira esbanja confiança e alcançou a sexta vitória consecutiva na era Tite.
Mais do que isso: o time lidera a Eliminatória sul-americana com quatro pontos de vantagem para o Uruguai, o vice-líder que perdeu para o Chile nesta rodada, e a oito da Argentina, o último time da zona de classificação. O Peru, por sua vez, começa a se distanciar do sonho de classificação e estaciona nos 14 pontos na 8ª colocação. No fim da partida, alguns torcedores até invadiram o campo para tentar a foto com seu ídolo, especialmente Cueva, mas não tiveram sorte.
A seleção brasileira agora demorará a se reunir novamente. O próximo jogo está marcado apenas para o dia 23 de março, contra o Uruguai, em Montevidéu. Cinco dias depois, a equipe encara o Paraguai em solo brasileiro, em cidade ainda a definir.

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation