sábado, 31 de dezembro de 2016
O Prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, anunciou neste sábado (31) mudanças no secretariado municipal para o início do segundo mandato, para o qual toma posse neste domingo (1º).
As mudanças, integradas às ações de rotina da administração municipal, são parte de um conjunto de medidas que devem ser anunciadas nas próximas semanas. O objetivo é reestruturar a administração municipal em face da necessidade de ajustes de despesas para a manutenção do equilíbrio financeiro do município.
Na Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), assume Mádison Leonardo Andrade Silva. Diogo Lima, hoje titular da Semurh, vai para o comando da Coliseu, para conduzir a liquidação da extinta Companhia de Limpeza de São Luís.
A Comissão Permanente de Licitação (CPL) passa a ter como presidente Thiago Braga, que já integrava o quadro administrativo do órgão. O vereador Ivaldo Rodrigues será o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa).
Hélio Soares passa a comandar a Secretaria de Relações Parlamentares enquanto que a Secretaria de Articulação Política terá como titular Jota Pinto.
Augusta Andrade, é a segunda mulher maranhense a ser promovida ao maior cargo da carreira militar. Foto: Karlos Geromy/Secap.
Solenidade marcou promoção de 436 policiais militares e do Corpo de Bombeiros. Ato reafirma o compromisso mantido ao longo do ano pelo Governo do Estado, de priorização da Segurança Pública.
Agora coronel, Maria Augusta foi uma dos 436 militares promovidos, nesta sexta-feira (30), durante solenidade militar no Quartel do Comando Geral da Corporação, no Calhau.
Ela é a segunda mulher a chegar ao mais alto posto da Instituição. “Estou muito honrada por alcançar esta promoção, farei o possível e o impossível para continuar defendendo a minha Instituição e a sociedade maranhense”, disse a promovida.
O evento foi presidido pelo Governador do Estado, Flávio Dino, acompanhado do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela e do comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Frederico Pereira.
Com as novas promoções, o Governo do Estado alcança o total de mais de 3.500 promoções na atual gestão, esta é mais uma forma de valorização das carreiras, que terá grande impacto no serviço ofertado à população.
Do total 393 praças foram promovidos de todas as unidades operacionais e administrativas do estado. Eles subiram às graduações de subtenente, sargentos (1°, 2° e 3°) e cabos. As promoções observaram critérios com parâmetros de justiça embasados na antiguidade, tempo de serviço e merecimento. Quarenta e três oficiais foram promovidos. As promoções dos oficiais vão de tenente a coronel. Ao mais alto posto da corporação, três oficiais foram contemplados.
Desde que o ministro Gilmar Mendes (TSE), em decisão monocrática, determinou a posse de Zé Vieira como prefeito eleito de Bacabal, mesmo ele tendo sido considerado Ficha Suja pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, a dúvida é se daria tempo para que a posse acontecesse no dia 1º de janeiro.
Era necessário, antes da posse, que Zé Vieira fosse diplomado, o que aconteceu na manhã deste sábado, último dia de 2016. Com a diplomação, Zé Vieira deverá mesmo tomar posse com todos os demais prefeitos eleitos do Maranhão.
Entretanto, resta saber até quando ele continuará como prefeito de Bacabal, pois a decisão de Gilmar Mendes pode ser derrubada a qualquer momento, isso sem falar que o caso terá que ser apreciado pelo Pleno do Tribunal Superior Eleitoral. Caso o TSE confirme que Zé Vieira é Ficha Suja, a tendência é a realização de novas eleições.
Até lá, é Zé Vieira que comandará a prefeitura de Bacabal e tudo por conta da falta de celeridade da Justiça Eleitoral brasileira.
 Agora diplomado, Zé poderá ser empossado, em ato que acontecerá às 10h deste domingo, dia 1°, na casa de eventos Real Place.
Neste domingo (1º), toma posse ao cargo de prefeito de São Luís, Edivaldo, reeleito com 285.242 votos para o novo mandato de 2017 até o ano de 2020, ao lado do vice, Júlio Pinheiro. Na ocasião também serão empossados os vereadores e suplentes. A solenidade vai acontecer no auditório Alberto Abdalla, na Fiema, a partir das 15 h.
O primeiro mandato de Edivaldo à frente da Prefeitura garantiu a resolução de problemas históricos da cidade, com iniciativas como a licitação dos transportes, a urbanização de mais de 2 mil ruas em cerca de 100 bairros e a construção de 22km de canais e galerias, entrega de mais de 11 mil unidades habitacionais e encerramento das atividades do Aterro do Ribeira.
Além disso, a gestão contabilizou destaques em nível nacional como a segunda maior nota do país na Escala Brasil Transparente, o reconhecimento pleno como Prefeito Amigo da Criança pela Fundação Abrinq e a vitória na fase regional do prêmio Prefeito Empreendedor, pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – iniciativa reconhecida também pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e pela ONU.
astro-de-ogum-anuncia-dias-promissores-para-funcionarios-da-camaraEleição – No mesmo dia, o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), deverá ser reeleito para o comando do Poder Legislativo no biênio 2017/2018. Ele conta com o apoio do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e de toda a bancada do pedetista na Casa.
A eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal ocorrerá depois da solenidade de posse dos vereadores. A composição foi discutida e praticamente definida no dia 19 de dezembro, numa reunião que contou com os vereadores eleitos e reeleitos.
Provável composição da nova Mesa da Câmara Municipal
Presidente – Astro de Ogum (PR)
1º Vice­-presidente – Osmar Filho (PDT)
2º Vice­-presidente – Chico Carvalho (PSL)
3º Vice­-presidente – Ricardo Diniz (PCdoB)
1º Secretário – Honorato Fernandes (PT)
2º Secretário – Pedro Lucas Fernandes (PTB)
3º Secretário – Umbelino Júnior (PPS)
4º Secretário – Bárbara Soeiro (PSC)
5º Secretário – Edmilson Jansen (PTC)
A Justiça Federal no Maranhão bloqueou hoje (30) mais de R$ 4,5 milhões que caíram nas contas da Prefeitura de São José de Ribamar.
O bloqueio foi determinado pelo juiz federal José Carlos do Vale Madeira – que atendeu ação cautelar movida pelo prefeito eleito, Luis Fernando Silva (PSDB) – e atinge R$ 4.041.989,58 da multa da repatriação e outros R$ 593.835,59 do Fundeb.
A ação movida pelo tucano expõe de forma clara o racha havido com o atual prefeito, Gil Cutrim (PDT), mas que, até esta sexta-feira, estava velado.
O pedetista reclamou da atitude do ex-aliado em nota.
“Os recursos da repatriação seriam utilizados pela atual gestão para cumprir obrigações do município com fornecedores e complementação da folha de pessoal; sendo que parte deles ficaria em caixa para o próximo prefeito – assim como ficarão outros recursos provenientes da receita própria e do FPM, por exemplo – já que a administração pública é impessoal e contínua, não havendo, no entendimento da atual gestão, razões legais para uma intervenção desta natureza”, diz o texto.

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Navigation