quarta-feira, 18 de janeiro de 2017
Enem 2016: resultado com as notas individuais é liberado.
Site apresentou instabilidades e Inep culpou 'ataques'. Governo divulgou ainda datas de abertura do Sisu, Prouni e Fies; veja lista completa.
notas com os resultados individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 foram divulgadas nesta quarta-feira (18). Para ter acesso, o estudante precisa digitar CPF e senha no site http://enem.inep.gov.br/participante.

O resultado também pode ser conferido pelo aplicativo oficial do Enem. Logo após a divulgação, a página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) apresentou instabilidade. No Twitter, usuários afirmavam que não conseguiam verificar as notas.
Por volta das 12h, a presidente do Inep, Maria Inês Fini, confirmou o problema durante entrevista coletiva de imprensa em Brasília. 
"A consulta está à disposição embora nosso site esteja sofrendo inúmeros ataques de pessoas que torcem contra a educação brasileira", disse Maria Inês Fini. 
A presidente do Inep não deu detalhes de como ocorreram ou quem seriam os responsáveis pelos atos contra o site. "Estamos reagindo a esses ataques, tentando recuperar e colocar novamente no ar", afirmou Maria Inês. Segundo o site “Is it down right now”, que acompanha a estabilidade de serviços conectados, a página enem.inpe.gov.br chegou a ficar fora do ar para todo mundo. 

O problema no acesso começou por volta das 11h30. Os candidatos podem conferir as notas de cada uma das quatro provas – ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática – e da redação. 

Para fazer a consulta, o participante deve fazer login no site do Enem com dados pessoais e senha. Quem perdeu o código pode resgatá-lo no botão 'esqueci minha senha.' Usos das notas do Enem As notas do Enem podem ser usadas para disputar vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificado (Sisu). As datas de inscrições para a edição do primeiro semestre de 2017 foram divulgadas nesta quarta (veja abaixo). 

Estudantes que fizeram qualquer uma das três edições do Enem realizadas em 2016 poderão concorrer a vagas pelo sistema. SISU Inscrições: 24 a 27 de janeiro PROUNI Inscrições: 30 de janeiro a 2 de fevereiro FIES Inscrições: 6 a 9 de fevereiro O Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece bolsas de estudo na rede privada, a partir do desempenho no Enem e da situação socioeconômica do candidato. 

Com a nota do Enem, também é possível participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Candidatos com mais de 18 anos podem ainda usar o Enem para receber a certificação do ensino médio. 
Mudanças no Enem 2017 Nesta quarta também foi aberta a consulta pública que vai reunir sugestões de mudanças no Enem. As contribuições podem ser enviadas em um formulário disponível no link http://www.inep.gov.br/. A consulta pública está aberta até 10 de fevereiro.
O MEC estuda maneiras de economizar na realização do próximo exame. Entre as decisões já tomadas está eliminar uma das funções do Enem: a certificação de conclusão do ensino médio.
A partir deste ano, pessoas maiores de 18 anos que não terminaram o ensino médio na idade regular deverão fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

O Inep afirmou ao G1 que ainda não há informações sobre por quanto tempo a consulta ficará no ar, mas que uma portaria definindo as regras da consulta pública será divulgada nos próximos dias no "Diário Oficial da União".

Beneficiários terão cinco dias para entrar em contato pelo número 135. Caso não agende a perícia médica beneficiário terá benefício cancelado.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), órgão vinculado ao Ministério da Previdência Social, está realizando uma revisão nos benefícios no estado do Maranhão. Em todo o Brasil, são dois milhões e dezoito mil beneficiários do INSS por aposentadoria por invalidez e auxílio-doença que vão ter que passar por essa revisão.
Após receberem o comunicado da Previdência Social, os beneficiários maranhenses terão cinco dias uteis para entrar em contato com o órgão por meio do número 135. Caso os beneficiários recebam o aviso e não agende a perícia médica dentro do prazo de cinco dias úteis elas terão o benefício cancelado.
Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, só no ano passado, o número de auxílios-doença no Brasil aumentou 58%, o que corresponde a mais 310 mil beneficiários. Ainda conforme o Ministério do Desenvolvimento Social, isso aconteceu porque em muitos casos do auxílio-doença os beneficiários completaram dois anos recebendo o benefício e não realizaram a perícia médica que estava prevista para o mês junho do ano passado. Por isso, grande parte desses beneficiários passou a ser alvo desta revisão de benefícios da Previdência Social.
De acordo com a Previdência Social, no mês de outubro do ano passado foram feitas 20 mil perícias médicas e ficou constatado que mais de 16 mil benefícios foram finalizados porque foi descoberto que não existia mais necessidade dessas pessoas receberem o benefício e isso gerou uma economia de 220 milhões de reais para o fundo da Previdência.

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Navigation