domingo, 16 de abril de 2017
O vereador Miguel Soares Sampaio, o “Miguel Gogó” (PCdoB), de Anajatuba, foi assassinado com três tiros na cabeça, por volta de 21h30 de sábado (15). 

O crime ocorreu no povoado “São João da Mata”, a 30 km da sede do município, que fica a 130 km de São Luís.

Vereador de segundo mandato, Miguel Gogó, de 53 anos, foi morto na frente da esposa e de um filho menor. Ele vinha sendo ameaçado e teria chegado a  pedir, na semana passada, garantias de vida à Secretaria de Segurança Pública.

Segundo informações, um homem desceu de uma motocicleta e disparou os tiros a queima-roupa na cabeça da vítima, saindo rapidamente do local.

O vereador chegou a ser levado  para o hospital municipal de  Santa Rita, onde chegou sem vida.

Miguel Gogó deixa viúva a Sra. Márcia, com quem tinha quatro filhos. Pelas informações passadas ao blog, ele também deixa órfãos cerca de outros 8 filhos com mulheres com as quais conviveu, anteriormente.

O crime repercute na cidade de Anajatuba e pode ter motivação politica. Algumas pessoas comentam que pode ter sido alguma vingança por conta de desavenças passadas  com desafetos pessoais e familiares.

Miguel Gogó obteve 534 votos na eleição de 2016, sendo o 7º mais votado.
Para o governador Flávio Dino é urgente a necessidade de um diálogo amplo entre os partidos e principais lideranças nacionais para uma busca de caminhos que possam levar o país a superar a crise. “Fora da política não há solução”, diz o governador.

Para ele, o Brasil vive Era de Trevas. “Isso é útil para um projeto de destruição da Nação. Hora de reabrir janelas da esperança e da ação transformadora”, afirma.

Sem um entendimento, segundo ele, existirá muita pirotecnia e muitos confrontos, mas nenhuma solução para os problemas da população.

Confira a íntegra do que disse o governador há poucos instantes nas redes sociais.

Brasil vive Era de Trevas. Isso é útil para um projeto de destruição da Nação. Hora de reabrir janelas da esperança e da ação transformadora.

Algumas ideias:

1) paralisação imediata de qualquer proposta legislativa que mexa em direitos sociais, especialmente reforma da Previdência;

2) reduzir taxa de juros e manter câmbio competitivo para empresas exportadoras;

3) Recuperar ambiente de estabilidade e segurança jurídica, imprescindíveis para ciclo consistente de investimentos privados;

4) Usar parte pequena das reservas internacionais para programa de investimentos públicos, especialmente rodovias e ferrovias;

5) reforma tributária que leve a novo pacto federativo e à distribuição mais justa da carga de impostos sobre capital financeiro e rentismo;

6) Diálogo amplo entre os partidos políticos e principais lideranças nacionais, com a compreensão de que fora da Política não há solução.

Sem um caminho desse tipo, teremos muita pirotecnia e muitos confrontos. Mas nenhuma solução para os problemas da população.

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation