quarta-feira, 9 de agosto de 2017
Se a ex-governadora Roseana Sarney depender de algum termômetro do povo para lançar a sua candidatura, Zequinha Sarney pode enterrar de vez as pretensões da irmã para as eleições de 2018 depois da entrega do Minha Casa, Minha Vida, em Coroatá.

Representando o presidente Michel Temer, Sarney Filho presenciou in loco a elevada popularidade do governador Flávio Dino, que foi ovacionado pela população todas as vezes que teve seu nome anunciado pela organização do evento. Desde a entrada até a saída, o governador do Maranhão foi bastante assediado pela população de Coroatá, que pedia fotos e parabenizava-o pela gestão do Maranhão.

A indiferença demonstrada pelo povo coroataense ao ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, é outro fato de alerta se a oligarquia quiser lançar o nome de Roseana nas eleições do ano que vem. Pouco aplaudido e bastante apagado durante a solenidade, Zequinha estava visivelmente incomodado com a situação. Tanto é que fez uma fala rápida e saiu sem ser prestigiado, enquanto Flávio Dino era cercado pelo povo para uma extensa sessão de fotos.

Impactado com a popularidade de Flávio Dino, Sarney Filho pediu até para tirar uma foto na janela de uma das casas entregues durante o evento. Só assim para ele sair bem na foto em Coroatá!
Alunos de ensino médio podem concorrer a 500 vagas de estágio disponíveis pelo Programa Mais Estágio, que será lançado pelo governador Flávio Dino nesta sexta-feira (11), no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande.
O programa oferece vagas de estágio não obrigatório em empresas públicas, privadas e órgãos estaduais como a própria Secretaria de Estado da Educação (Seduc), à frente da iniciativa juntamente com a Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv).
Já há vagas previstas em 25 municípios maranhenses, como São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Timon, Caxias, Santa Inês, Barreirinhas, Pedreiras e Pinheiro, entre outros. A meta é promover o programa em todo o estado.
A mediação entre os estagiários e as empresas filiadas ao Mais Estágio é feita pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e pelo Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), parceiros do governo na promoção do programa.
Para participar, basta ser aluno regular de ensino médio em escolas da rede pública e particular do estado. Estudantes de escola pública, no entanto, têm preferência no preenchimento das vagas. Podem participar do programa estudantes a partir de 16 de anos.
Perfil das vagas
As vagas de estágio têm regime de trabalho de quatro a seis horas por dia, de segunda a sexta-feira. A média de remuneração mensal é de um salário mínimo, mas algumas empresas chegam a pagar até R$ 1.500,00.
A coordenação do programa vai acompanhar o desenvolvimento dos estagiários, bem como a relação de trabalho com as empresas, a fim de evitar abusos. “Quando for período de prova, os alunos podem pedir dispensa para não atrapalhar nos estudos”, diz o secretário adjunto de Programas e Projetos Especiais da Seduc, Ismael Cardoso.
Vantagens
O contrato de estágio tem duração inicial de um ano, podendo ser prorrogado por mais um. Nada impede as empresas de efetivarem os estagiários após esse período.
Ismael ressalta as vantagens do programa para estagiários e empresários: “Ao inserir o jovem no ambiente corporativo, a empresa pode formar um profissional qualificado, com potencial para se tornar a ‘prata da casa’”.
“Para o jovem, além do ganho financeiro, é uma oportunidade de aprender um ofício desde cedo, ajudando na sua formação profissional”, conclui Ismael sobre o Mais Estágio.
Decreto
O Mais Estágio foi instituído pelo governador Flávio Dino via decreto, em março de 2017, para regularizar a oferta de estágio para alunos de ensino médio no Maranhão, que desde 2010 havia sido descontinuada pela justiça.
Àquele ano, o Ministério Público do Trabalho (MPT) provocou a dispensa de 700 jovens em situações de trabalho inadequadas à aprendizagem profissional, pois estavam sendo tratados como mão de obra barata.
Inscrições
Interessados já podem se inscrever no Mais Estágio por meio do site da Seduc (www.educacao.ma.gov.br), onde estão disponíveis informações sobre o programa e contatos do CIEE e IEL.
A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) apresentará oficialmente à Rede de Controle da Gestão Pública no Maranhão pleito sobre a aplicação dos recursos do extingo Fundef que estão em vias de ser recebidos por 13 municípios maranhenses.

Os recursos em questão foram recuperados em ações já transitadas em julgado e com precatórios judiciais expedidos.

A decisão foi acertada durante reunião, esta semana, entre o presidente da entidade municipalista, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), e o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, conselheiro José de Ribamar Caldas Furtado.

Também participaram do encontro o procurador-geral de Justiça, Luís Gonzaga Coelho; a procuradora do Ministério Público de Contas, Flávia Gonzalez; a procuradora do Caope Educação, Erica Becker; prefeitos integrantes da diretoria da Famem; e assessores jurídicos do Tribunal e da Federação.

Cleomar Tema externou a preocupação dos prefeitos maranhenses sobre a divergência na aplicação dos recursos decorrentes dessas ações judiciais.

Ressaltou, ainda, que embora estes recursos ainda não estejam disponíveis para o uso imediato, faz-se necessário buscar o entendimento com os órgãos de controle externo para que os gestores possam dar a destinação correta aos mesmos.

A partir da apresentação da proposta oficial da Famem sobre o tema, a Rede de Controle vai se debruçar sobre a questão, agendando, posteriormente, uma nova rodada de discussão com a diretoria da entidade e sua assessoria jurídica.

Foto: Divulgação
CEPME - Centro Educacional Profª Maria Eliene 

Do Maternal I ao 1º Ano Médio Aulas de Judô / Ballet e estaremos com uma nova turma de violão. 
- Inglês da Educação Infantil até o 1º Ano Médio. Acompanhamento nutricional. CEPME está localizado à Rua da Paz, Centro - Raposa - MA

Fones(98) 99963-9792 / 98723-0223
ASCOM/SJR

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, recebeu em seu gabinete a visita do atleta sub-13, Luis Felipe, atualmente atuando no Grêmio de Porto Alegre. O jogador do bairro Jardim Tropical, iniciou sua carreira na escolinha do Grupo de Ação Popular da Maiobinha, o Grupama, que desenvolve atividades voltadas para a área do futebol e, atualmente, beneficia cerca de 250 jovens, entre crianças e adolescentes.

Para o prefeito Luis Fernando, além de orgulho, o jovem atleta representa um bom exemplo para tantos outros jovens que hoje também fazem a opção pelo esporte que gera cidadania e descobre talentos.

“Vale a pena investir no esporte porque nossa cidade é repleta de talentos. É um grande orgulho termos um atleta indo jogar em outro Estado e até em outro, a exemplo da China, e isso nos enche de estímulo pra continuar investindo nos talentos de nossa cidade”, parabenizou o prefeito.

Ainda de acordo com o gestor, apesar da gestão passada não ter pensado e nem mesmo contemplado o esporte com orçamento para 2017, ele já determinou a produção de uma minuta de projeto de lei que cria um programa que incentive e coloque no orçamento verba para o próximo ano.

Para o jovem esportista, a iniciativa e incentivo do prefeito, são de grande importância para a descoberta de outros talentos. “Só tenho a agradecer a minha família e ao meu município que acreditou em mim e hoje graças a Deus estou me descobrindo cada vez mais no esporte”, disse o jogador.

Luis Felipe ocupa hoje a posição de atacante e já conquistou vários campeonatos na categoria sub-13 do Grêmio, entre eles, foi artilheiro e campeão do Mundial IberCup 2017, considerado um dos torneios mundiais de futebol juvenil e infantil mais importantes da Europa, tendo ainda a participação de equipes como Barcelona-ES, Atlético de Madrid-ES, Anderlecht da Bélgica e os ingleses Liverpool, Manchester City e Southampton.

Apesar da pouca idade, o atleta está sendo sondado por diversos clubes e inclusive carimbou o passaporte rumo a China, onde participa de competição pelo clube que defende.

Os resultados positivos já alcançados pelo jovem são igualmente comemorados pelo ex-treinador e presidente do Grupama, Edmilson. “Luis Felipe está tendo um bom aproveitamento e se destacando cada vez mais nas competições que disputa, isso sem dúvida nos enche de orgulho e alegrias”, concluiu. 
Foi confirmado nesta terça-feira (08), através da 1ª VEP – Vara de Execuções Penais – de São Luís, que 588 presos serão beneficiados com a saída temporária por conta do Dia dos Pais, que será comemorado no próximo domingo (13).

A portaria que confirmou a saída dos detentos foi assinada pela juíza Ana Maria Almeida, titular da 1ª VEP. A portaria determina que os apenados irão ganhar o benefício a partir das 10h desta quarta-feira (09), e devem retornar no máximo até as 18h da próxima terça-feira (15).

Vale destacar que a portaria faz uma série de exigências aos detentos, como: não podem deixar o Maranhão, não podem frequentar bares e festas, não podem andar armados, não podem ingerir bebidas alcoólicas e devem estar em casa no máximo até as 20h.

De acordo com o Sistema Prisional do Maranhão, em média, cerca de 12% dos beneficiados com as saídas temporárias acabam não retornando espontaneamente para as prisões.

Os detentos que não retornam passam a ser considerados foragidos e caberá, novamente, a Polícia Militar prende-los.
Do G1

Em meio à instabilidade e à divisão do Congresso em relação ao governo Michel Temer, um tema une a classe política: a necessidade de uma reforma nas regras para as próximas eleições, principalmente, as de 2018.

Para valerem já no ano que vem, as novas regras previstas para o pleito precisam ser aprovadas até 7 de outubro, ou seja, 12 meses antes das eleições do próximo ano.

Atualmente, os deputados negociam três textos: duas Propostas de Emenda à Constituição (PECs) e um projeto de lei. As sugestões da Câmara promovem mudanças na Constituição, na Lei de Eleições, no Código Eleitoral e na Lei dos Partidos Políticos.

Diante do prazo exíguo, três comissões da Câmara têm reuniões agendadas para esta semana com o objetivo de dar andamento às propostas. Entre os projetos, está o que cria um fundo de cerca de R$ 3,6 bilhões com recursos públicos para o financiamento de campanhas.

Nesta terça-feira (8), a comissão especial criada na Câmara para elaborar propostas de mudanças no sistema político e eleitoral deve votar parecer do deputado Vicente Cândido (PT-SP) sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que, entre outros pontos, prevê:

-Possibilidade de revogação popular de mandatos eletivos;
-Extinção da figura dos vice-presidente, vice-governadores e vice-prefeitos;
-Redução da idade mínima para candidatos a governador de 30 para 29 anos;
-Criação do Fundo Especial de Financiamento da Democracia (FFD) com recursos públicos;
-Eleição direta para as funções de presidente, governador e prefeito no caso de vacância nos três primeiros anos do mandato;
-Sistema eleitoral distrital misto para as eleições de 2022.

Há uma grande preocupação entre os parlamentares com uma eventual falta de recursos para financiamento de campanhas caso novas formas de arrecadação não sejam aprovadas.

Com a proibição do financiamento empresarial de campanhas, determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2015, há uma expectativa de diminuição de receitas, que na avaliação de vários partidos pode inviabilizar as campanhas.
Faltando cinco rodadas para o fim da primeira fase da Série C, o Sampaio Corrêa mostrou a força do seu elenco e vem numa crescente na competição.

Com uma sequência de resultados positivos, a maioria deles fora de casa, o Bolivão alcançou a terceira colocação e consolidou a posição permanecendo no G4.

Segundo o site Chances de Gol, a Bolívia Querida tem 90% de possibilidades de se classificar para as Quartas de Final. À sua frente, o CSA-AL (1º) possui 97,6% e o Fortaleza (2º) 98,6%. Quarto colocado, o Remo está com 33,9% de classificação, enquanto o Salgueiro possui 65,2%.

O próximo desafio do Sampaio Corrêa será contra o Confiança-SE, time que está na zona de rebaixamento, sábado (12), no Estádio Castelão em São Luís.

Do Imirante
A defesa do presidente Michel Temer pediu nesta terça-feira (8) ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin a suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O advogado de Temer, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, quer que Fachin retire Janot do inquérito que investiga o presidente.

Na avaliação de Mariz, já se tornou “público e notório” que Janot “vem extrapolando em muito os seus limites constitucionais e legais inerentes ao cargo que ocupa”.

Ainda no pedido, o advogado afirma que a atuação de Janot é motivada, ao que “tudo indica”, por questão “pessoal”.

Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Janot denunciou Temer ao STF pelo crime de corrupção passiva. Mas o Supremo só poderia analisar a denúncia se a Câmara autorizasse.

A maioria dos deputados, contudo, rejeitou o prosseguimento do processo e, assim, a peça do Ministério Público ficará parada até o fim do mandato de Temer, em 31 de dezembro de 2018.

No mundo político, porém, há a expectativa de que Janot ofereça nova denúncia contra o presidente, também com base nas delações da JBS. Segundo o colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti, o procurador-geral vê “forte materialidade” para a nova denúncia, pelo crime de obstrução da Justiça.
Começou na manhã desta terça-feira (8), a segunda audiência de instrução e julgamento de Roberto Elísio Coutinho de Freitas que foi flagrado em uma série de vídeos agredindo a mãe, uma idosa de 84 anos em São Luís. A audiência está sendo realizada na 8ª vara criminal no Fórum Desembargador Sarney Costa na capital.

O acusado está preso desde o fim de maio e foi indiciado por maus tratos, tortura e crime financeiro praticado contra sua mãe. O caso aconteceu há três meses chocou o Maranhão, provocou reações imediatas de autoridades maranhenses.

Sete testemunhas de defesa e acusação irão prestar depoimento durante o dia, dentre elas o médico psiquiatra que atestou problemas psiquiátricos no acusado, seu filho e a ex-mulher que o acusou de praticar os maus tratos contra a mãe. Após a audiência, a Justiça deverá decidir se absolve ou condena o acusado.

De acordo com a juíza Oriana Gomes, a sentença final do caso deve sair em até cinco dias. “Nós vamos ouvir as testemunhas de acusação e defesa e se o Ministério Público oferecer alegações finais, o que eu acredito que não, já que ele [o acusado] tem um advogado que está acabando de entrar no caso (…). A sentença pode não sair hoje, já que eles devem oferecer [a sentença] através de memoriais que são cinco dias para cada um. E em seguida sai a sentença”, explica.

Entenda o caso

O bacharel em direito Roberto Elísio Coutinho de 51 anos foi preso após ser flagrado em uma série de vídeos agredindo sua própria mãe, uma idosa de 84 anos em maio deste ano. Os vídeos foram gravados pela ex-mulher de Elísio.

Em sua defesa, o Elísio afirmou em entrevista a Rádio Mirante AM que sofre de problemas mentais e que iria procurar ajuda profissional. Após ser preso pela Polícia Civil, o acusado foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão pelos crimes de tortura, maus tratos, retardamento de prestação de assistência à pessoa idosa e apropriação indébita.

Do G1,MA

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Navigation