A Prefeitura de São José de Ribamar, em parceria com o Shopping Pátio Norte e a Maçonaria Loja Liberdade e Justiça, realizou no último sábado (12) a Ação Social “Melhor Para Todos”. A terceira edição do evento foi realizada no estacionamento frontal do Shopping contemplando a comunidade da região das Vilas e adjacências.

Dona Maria Teresa disse que acordou cedo para aproveitar a ação e realizar teste de glicemia e verificar como anda a saúde. “De parabéns a iniciativa da prefeitura que contempla a gente com serviços principalmente de saúde”, disse a dona de casa.

Já a estudante Cláudia Gomes aproveitou a ação para fazer serviços voltados a beleza, “Tô logo aproveitando para fazer as unhas e a sobrancelhas”, brincou.

Além da oferta de diversos serviços voltados a beleza tanto da mulher quanto dos homens, a Ação Social “Melhor Para Todos” também ofereceu serviços nas áreas de saúde, higiene bucal, educação, noções de ambiente, agricultura familiar, esporte com aula de zumba, contação de história para a criançada, mini palestras educativas voltadas à saúde além de aferição de pressão, teste de glicemia, diabetes e distribuição de preservativos.

Para o prefeito Luis Fernando, que acompanhou toda a ação ao lado do vice-prefeito, Eudes Sampaio, a Ação Social significa muito mais que a prestação de serviços para a comunidade. “Temos um compromisso de reconstruir nossa cidade e estamos fazendo isso inclusive devolvendo a população o direito de receber serviços próximos às suas moradias. E isso significa respeito”, finalizou.


Delegado Marconi Caldas e a esquipe da Polícia Civil de Raposa
Desde que assumiu a Delegacia Especial de Raposa, o Delegado Marconi Caldas vem realizando várias operações que consistem em diminuir a criminalidade e trazer segurança para o município. As mudanças fazem parte das medidas de planejamento adotadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para intensificar o policiamento em toda área da região metropolitana.

Neste um ano em que o delegado é responsável pela delegacia de Raposa, mais de 100 (cem) prisões envolvendo crimes variados, entre roubos, assaltos a comércios, violência doméstica e tráfico de drogas foram efetuadas em todo o município. Houve também uma drástica redução nas taxas de roubo a residência e assaltos a ônibus que, de acordo com o delegado, são quase nulas.

“Em toda São Luís, o menor indicie de homicídio é o de Raposa, aproximadamente, 50% da criminalidade foi reduzida” disse o delegado Marconi Caldas. Além disso, foram instalados plantões durante o período de Carnaval e São João, visando a segurança do público presente, assim como das atrações.
“Minha vocação, minha missão é servir a sociedade, esse é o nosso dever como servidores públicos, trazer a paz social” afirmou o Delegado.
Do blog do domingoscosta

A Polícia Federal (PF), com o apoio do Ibama e do Instituto Chico Mendes (ICMBio), deflagrou, na manhã (13), a operação Curió Legal com o objetivo de debelar a prática de delitos ambientais contra a fauna que praticados nos torneios de pássaros canoros na Região de São Luís, além de outros delitos relacionados como posse e porte ilegal de arma de fogo.
A partir das investigações, foi possível constatar que as suspeitas recaiam sobre os criadores amadoristas competidores. A recorrência de anilhas falsas ou fraudadas nesses concursos é muito forte, e muitas vezes os pássaros nem se quer possuem a referida marcação. A corroborar as suspeitas, o Ibama informou que há mais de um ano não entrega anilhas novas a criadores amadoristas no estado do Maranhão.
Assim, muitos dos pássaros que participaram desse torneio teriam sido capturados na natureza de forma clandestina e foram postas anilhas falsas, caracterizando os delitos do Artigo 296, do Código de Processo Penal bem como do Artigo 29 da Lei, 9.605/98, Lei de Crimes Ambientais, entre outros.

Os espécimes vencedores são muito valiosos, chegando a custar dezenas de milhares de reais cada um. Evidentemente que os melhores cantores são encontrados na natureza e não nos cativeiros, onde, em tese estariam legais.

Cerca de 55 policiais federais, 10 servidores do Ibama, 2 do ICMBio participaram da operação. A ação policial ocorreu em um clube local utilizado para esse tipo de competição e frequentado pelos criadores de canários e outras aves na capital maranhense.

Durante o desencadeamento da operação foram efetuadas nove prisões em flagrante, tendo sido os procedimentos de polícia judiciária lavrados na Superintendência Regional de Polícia Federal no Maranhão. Foram apreendidas 62 aves, 1750 projéteis de pistola 9mm, 3 armas de fogo, 101 projéteis de fuzil 556, além de 2 caixas acústicas, meio extremamente cruel utilizado para treinamento dos pássaros cantores.

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Contatos

Whatsapp: 98-988916524


E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Facebook

Navigation