terça-feira, 5 de dezembro de 2017
A instalação da nova adutora do Sistema Italuís começa a ser feita às 6h desta quarta-feira (6). São 19 quilômetros de extensão em aço que vão revolucionar o sistema de abastecimento de água em São Luís e colocar fim às interrupções constantes.
Para fazer a troca da estrutura antiga pela nova, o abastecimento será interrompido das 6h desta quarta-feira até as 6h do sábado (9) em 159 bairros da capital.
A recomendação da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) é que os moradores desses 159 bairros economizem e armazenem água para esse período de três dias sem abastecimento.
Essa parada de 72 horas é essencial para fazer a migração do antigo para o novo e segue os padrões nacionais e internacionais. A partir da troca, o abastecimento de água vai melhorar significativamente para 600 mil pessoas nesses 159 bairros.
A interrupção do abastecimento está sendo amplamente informada à população para que os moradores não sejam pegos de surpresa.
“A adutora de 19 quilômetros está finalizada, com água inclusive. Estamos fazendo a parte dos testes”, conta o presidente da Caema, Carlos Rogério.
Ele ressalta que o trabalho é complexo: “A peça que vai entrar para fazer a conexão do sistema atual para o novo, por exemplo, pesa 15 toneladas”.
Mais segurança
Carlos Rogério conta que, nos últimos cinco anos, houve 35 rompimentos na estrutura do Sistema Italuís. O motivo é a estrutura degradada por falta de investimento adequado nas últimas décadas.
Com a nova adutora, esses vazamentos frequentes vão ter fim. Trata-se de 19 km de tubulação de aço mais espesso e seguro. É uma obra de R$ 134 milhões, complexa e de grandes proporções, por isso é necessário fazer a interrupção de 72 horas.
Depois de instalado, o novo sistema vai captar 500 litros a mais por segundo. Isso significa 30% a mais de água para 600 mil moradores.
Abastecimento essencial
Durante a parada de 72 horas, haverá um esquema especial para garantir o abastecimento de água em prédios onde o uso da água é essencial e não pode parar. É o caso dos hospitais, por exemplo. Esse esquema envolve, entre outras coisas, o uso de caminhão-pipa.
Dicas para economizar e usar bem a água:
– Pequenas mudanças de hábitos significam uma grande economia de água. Evite banhos demorados. Feche a torneira enquanto escova os dentes e passa o sabonete. Evite lavar a calçada. Identifique e conserte os vazamentos.
– Instale torneiras com fechamento automático, elas geram economia de até 70%; use lava-roupas e lava-louças na capacidade máxima; reduza o tempo de banho para até 5 minutos e desligue a torneira para passar o sabonete; reutilize a água da máquina de lavar
– Você sabia que uma torneira gotejando gasta 46 litros de água por dia? Fique de olho nas torneiras de sua casa e conserte os vazamentos.
– Use um regador para molhar plantas e evite a mangueira; para lavar o carro, adote um pano úmido em vez de balde; use a vassoura para limpar a calçada.
– Se você tem um poço artesiano em casa, utilize-o com responsabilidade. Assim como o rio, o lençol freático também diminui o nível. Faça uso consciente da água, o desperdício de hoje pode prejudicar o abastecimento amanhã.
– Você sabia que a torneira aberta durante um minuto gasta 3 litros de água? Feche a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba.
Bairros que serão beneficiados pela nova adutora:
ZONA 01
Centro; São Pantaleão; Madre Deus; Goiabal; Codozinho; Vila Bessa; Belira; Lira; Parte da Areinha; Macaúba; Apicum; Camboa; Vila Bangu; Diamante; Vila Passos; Coréia de Baixo; Coréia de Cima; Sítio do Meio; Alto da Boa Vista; Retiro Natal; Liberdade; Tomé de Sousa; Fé em Deus; Floresta; Retiro Natal e Monte Castelo.
ZONA 02
Apeadouro; Irmãos Coragem; Bairro de Fátima; Bom Milagre; Parque Amazonas; Alemanha; Caratatiua; Vila Ivar Saldanha; Alto da Vitória; João Paulo; Jordoa; Vila Palmeira; Barreto; Túnel do Sacavém; Santa Cruz; Vera Cruz; Cutrim; Radional; Coroado; Parque Pindorama; Parque do Nobres; Redenção; Barés; Filipinho; Sítio Leal; Sacavém; Coheb do Sacavém; Santo Antônio; Vila Conceição; Bom Jesus; Vila dos Frades; Parque Timbira; Alto do Parque Timbira; Primavera; Sítio do Pica Pau Amarelo; Coroadinho.
ZONA 04
São Cristóvão; Tirirical; Solar das Mangueiras; Parque Universitário; João de Deus; Sítio Pirapora; Vila Itamar; Parque Jaguarema; Parque Sielândia; Residencial Canaã; Alameda dos Sonhos; Vila Lobão; Parque Roseana Sarney; Santo Antônio; São Bernardo; Vila Brasil; Cohapan; Jardim São Cristóvão; Residencial João Alberto; Parque Sabiá.
ZONA 05
Alto do Calhau; Calhau; Cohafuma; Conjunto Basa; Ilhinha, Jaracaty; Jardim São Francisco; Loteamento Boa Vista; Loteamento Jaracaty; La ravardiere; Ponta D’Areia; Ponta do Farol; Residencial Novo Tempo; Recanto dos Nobres; Renascença I e II; Residencial Ana Jansen; São Marcos; São Francisco; Vila Conceição I e II; Av. Litorânea; Angelim Velho; Bequimão; Cohajoly; Cohama; Condomínio Villagio Esperança; Conjunto Angelim; Residencial Marfim; Conjunto Boa Morada; Conjunto Vinhais; Eco Villagio; Maranhão Novo; Parte do Primavera; Turu; Planalto Cohaserma; Planalto Vinhais I e II; Recanto Vinhais; Residencial Jaqueira; Residencial Vinhais II e III; Rio Anil; Vila Fialho; Villagio do Angelim; Vivendas da Cohama; Vinhais Velho; Olho D’água, Parte do Habitacional Turu.
ZONA 06
Jambeiro; Porto da Vovó; Sá Viana Novo; Sá Viana Velho; UFMA; Vila Bacanga; Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Cerâmica; Vila Primavera; Vila Embratel; Vila Nova; Bonfim; Vila Verde; Fumacê; Anjo da Guarda; São Raimundo; Alto da Vitória; Gancharia; Vila São Luís; Vila Ariri; Vila Mauro Fecury I e II; Conjunto Taguatur.
Cerca de vinte e seis comunidades integrantes do projeto Voluntariado Municipal, desenvolvido pela Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS) receberam na tarde da última sexta-feira (01) certificação e premiação em razão de diversas práticas que geram a cidadania e participação social.

Para o prefeito ribamarense, Luis Fernando Silva, que esteve acompanhado do vice-prefeito, Eudes Sampaio, concluir o primeiro ano de gestão com a certificação e premiação das comunidades, é sobretudo, despertar em cada cidadão a prática solidária de com um gesto simples poder colaborar para melhorar as realidades de cada localidade.

"O Voluntariado também é uma ação de reconstrução, afinal retomamos o projeto no início do ano e já estamos certificando mais de três mil pessoas em razão das mais variadas práticas de cidadania geradas ao longo deste primeiro ano de gestão", disse o prefeito parabenizando todos os componentes do projeto.

Voluntária desde o início do projeto, dona Lucimar Arruda, além de parabenizar a iniciativa, falou também do impacto social que o projeto vem causando de forma positiva nas comunidades.

"O projeto chega para ampliar a participação da população, que deixa de ficar só assistindo e coloca a mão na massa também. Estamos estimulando nossas comunidades para a criação de práticas que levem a cidadania, que melhore a qualidade de vida e claro que dessa forma acompanhamos a gestão pública", completou a voluntária.

Criado em 2005, quando da primeira gestão do prefeito Luis Fernando, o projeto trouxe inovações para 2017 e lançou desafios para as comunidades que passaram a ser observadas por uma comissão julgadora que avaliou todas as boas práticas desenvolvidas. De acordo com a secretária Sônia Meneses (SEMAS), os melhores grupos foram elencados como primeiro, segundo e terceiro lugar, resultando na premiação apontada pelas próprias comunidades.

 "Não foi fácil porque todos se empenharam muito, porém chegamos as definições e hoje cada uma das três melhores práticas recebem os prêmios indicados por eles conforme regulamento do projeto", explicou a secretária agradecendo ainda a participação e empenho das comunidades.

Premiação
Em primeiro lugar ficou a comunidade Roseana Sarney com 83 pontos. A localidade escolheu como premiação a construção de uma Praça. Em segundo, a Campina, que terá instalado uma Academia ao Ar Livre e, em terceiro, o Parque Jair.
A justiça suspendeu a resolução nº 1653, do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) da Universidade Federal do Maranhão que aplicava, no Sistema de Seleção Unificada (SISU), um acréscimo de 20% (vinte por cento) na nota final do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para os estudantes que cursaram o último ano do Ensino Fundamental (9º ano) e os três anos do Ensino Médio (1º ao 3º ano) em escolas públicas e privadas do Estado do Maranhão.

A 3ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Maranhão deferiu o pedido liminar de suspensão da resolução realizado pelo Ministério Público Federal por meio de ação civil pública. Na decisão, o juiz Márcio Sá Araújo entendeu que houve afronta e violação ao princípio da igualdade/isonomia e que a resolução praticamente inviabiliza que outros estudantes originários de outros Estados ingressem nos cursos superiores mais concorridos ofertados pela UFMA.

Justificativas

Para o MPF, a suspensão da resolução resguarda a regularidade do sistema de seleção de vagas para o ensino superior, uma vez que a resolução beneficiaria diretamente os candidatos que estudaram em escolas maranhenses, estabelecendo critério de seleção não admitido pelos princípios da isonomia e legalidade da constituição federal.
Já a UFMA justificou a resolução explicando que a medida já era utilizada por outras instituições federais de ensino superior e que “bonificar os estudantes egressos de escolas maranhenses visou minimizar a desigualdade regional”.

Além disso, a instituição afirmou que o Estado brasileiro implantou o ENEM para igualar todos os estudantes brasileiros, porém olvidou as diferenças regionais e a desigualdade materiais existentes entre os estudantes dos grandes centros urbanos em comparação com os estudantes oriundos de escolas públicas e particulares do Estado do Maranhão.

Por fim, também a UFMA explicou que, além de problemas orçamentários, existe uma grande evasão de alunos fruto de matrículas de estudantes oriundos de outros Estados que estariam insatisfeitos em razão da distância de sua terra natal.

G1,MA

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll