sábado, 22 de setembro de 2018
O deputado federal Sarney Filho, candidato a senador pelo PV, protocolou na sexta-feira, 21, uma representação no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) denunciando ação ilegal da TV Difusora, geradora da propaganda eleitoral na eleição deste ano.
Ele pede que a Justiça impeça nova censura por parte da empresa e, ainda, a suspensão da programação regular da emissora por 48h.
Segundo o parlamentar, seu programa da tarde foi irregularmente censurado (saiba mais). No lugar da peça, a emissora fez veicular a informação de que o programa havia sido vetado pelo TRE no processo 0601200-78.2018.6.10.0000.
“Ao consultar o mencionado processo o representante constatou que o processo 0601200-78.2018.6.10.0000 cuida de inserções e não de programa em bloco; a decisão determina a cessação da veiculação das inserções que especifica, sem fazer nenhuma alusão ao programa ‘Senador 13’, nem ao conteúdo desse programa, até porque o processo teve início em 12/09/2018 e o programa ‘Senador 13’ somente foi exibido em 19/09/2018, noite, e seria exibido hoje [sexta-feira]; o conteúdo do programa em bloco (programa ‘Senador 13’) que era para ser veiculado 21 de setembro, tarde, nenhum liame tem com a matéria tratada no processo 0601200-78.2018.6.10.0000”, diz a petição de Sarney Filho.
Para o candidato, a TV Difusora “se arvorou de ‘dona da propaganda eleitoral’ e fez a sua própria justiça, pelas próprias mãos, e não exibiu o programa em bloco que o Representante enviou para a emissora”.
Após o ato ilegal no bloco da tarde, a TV exibiu o programa do candidato do PV normalmente à noite.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll