segunda-feira, 5 de novembro de 2018
Se ainda existia alguma esperança diria que já não existe mais. Basta saber como está o ambiente nos bastidores do Sampaio para entender porque acho que não tem mais como o Sampaio reagir.

Embora o Sampaio ainda tenha chances matemáticas de se manter na Série B, o rebaixamento é uma questão de dias.

A nova derrota, agora para o Goiás, por 1 a 0, em Goiânia, além de deixar a situação insustentável mostrou a passividade e falta de comprometimento de muitos jogadores que parecem não estarem nada interessado em tirar o time dessa situação desesperadora.

O Sampaio foi um time sem nenhuma vibração, sem inspiração e inofensivo no ataque. Bem ao que vimos durante toda a Série B.

Tudo isso levou o técnico Marcinho Guerreiro a jogar a toalha no vestiário e a entregar o cargo no vestiário, mas o presidente Sérgio Frota não aceitou.

Mas o que ainda resta ao Sampaio?

Faltam ainda três jogos para o Sampaio, contra São Bento (casa), Boa Esporte (casa) e Criciúma (fora).

O time tem que vencer todos para chegar a 41 pontos e torcer para que CRB, Paysandu e Juventude percam três dos quatro jogos que tem pela frente.

Essas são as chances do Sampaio.

Muito difícil mesmo…

Foto: Lucas Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll