quarta-feira, 3 de janeiro de 2018
Ministro Marcos Pereira entrega carta a Temer pedindo demissão…
Presidente do PRB é o segundo evangélico que deixa o Governo.
Após a saída de Ronaldo Nogueira (pastor da Assembleia de Deus e ex-ministro do Trabalho), o governo Temer agora perde outro ministro evangélico. O deputado Marcos Pereira, que é bispo licenciado da Universal, pediu demissão do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, nesta quarta-feira (3).
O pedido de demissão foi aceito pelo presidente. Em sua página do Facebook, Pereira publicou uma mensagem de despedida: “Caros amigos, colegas do PRB, povo brasileiro: entreguei hoje ao presidente Michel Temer meu pedido de demissão do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Cumpri com muita dedicação esta missão que me honrou muito. Abaixo segue a íntegra da carta. Obrigado a todos os secretários, servidores e amigos que fiz no MDIC nestes 21 meses. Saio satisfeito e feliz”.
Oficialmente, o bispo, que também é presidente do PRB, se desincompatibiliza do governo para “trabalhar” em sua campanha para deputado federal. Porém, pela legislação ele teria até o início de abril para se desligar do cargo de ministro.
Pereira ocupava o cargo desde maio de 2016, quando Temer assumiu interinamente a Presidência da República com o impeachment de Dilma Rousseff.
No ano passado, ele passou a ser alvo de um inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) devido às delações da construtora Odebrecht. Delatores afirmaram que ele teria recebido R$ 7 milhões. Ele também apareceu nas conversas gravadas pelo empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS.
Na gravação, Marcos Pereira não fala a palavra dinheiro, mas mencionou números. Em meio ao diálogo, Joesley citou a palavra ‘saldo’, e o tom dá a impressão que estão tratando de repasse de propina.
O agora ex-ministro sempre negou as acusações de envolvimento em corrupção. Com informações das agências

Numa ligação do presidente da República ao presidente nacional do PTB, Roberto Jefersson, ontem, terça-feira (02), Michel Temer admitiu que o veto ao nome do deputado estadual Pedro Fernandes para o Ministério do Trabalho  Emprego (MTE) partiu, de fato, um pedido do ex-presidente José Sarney.

A informação foi divulgada pelo repórter do Jornal da Globo, Nilson Klava, ao vivo de Brasília durante a edição de ontem a noite. Temer pediu a Jefferson que ele indicasse um nome para assumir o Ministério, pois não queria deixar de atender o veto feito por Sarney.

O pai da ex-governadora Roseana queria a saída imediata do filho do petebista [Vereador por São Luís, Pedro Lucas Fernandes da presidência da Agência Metropolitana Estadual, cargo cedido pelo governador Flávio Dino.

– Assista o vídeo:
Vereador Melquiades viveu momentos de pânico…
Menos de 24 horas após o crime, a Polícia Militar conseguiu apreender um dos envolvidos. Trata-se de um menor de 15 anos. O seu comparsa continua foragido.

O vereador da cidade de Bacabal Melquíades Neto (PMDB) foi deixado amarrado após assalto na tarde desta terça-feira (2), quando se encontrava sozinho em uma pequena propriedade da comunidade Pedra Grande, na estrada que dá acesso ao povoado Bom Princípio, zona rural do município.

As informações repassadas a polícia era de que bandidos tinham tomados de assalto a Picape Fiat/Toro de propriedade do vereador, mas ao chegar ao local os PM’s constataram que o veículo não tinha sido levado e sim pertences e dinheiro da vítima.

Melquiades disse à polícia que a dupla decidiu deixá-lo amarrado e fugir levando apenas a carteira porta cédula e o celular depois que vasculharam a casa e não encontram muitos pertences.
Flávio Dino aparece como o governador do Brasil que mais cumpriu promessas nos três primeiros anos de mandato.

Com 92% dos compromissos assumidos atingidos ou parcialmente atingidos, segundo levantamento feito pelo portal G1, ele se destaca em meio à grave crise que afeta a economia de todos os estados do país.

Além desse entrave, Dino também enfrenta outro grave obstáculo para que um governador possa exercer bem a sua gestão: o boicote do Governo Federal, comandado sob os conselhos de José Sarney.

Ventríloquo do presidente Michel Temer, o oligarca maranhense age na surdina do Planalto para travar investimentos e dificultar a vida do governador do Maranhão. Fato comprovado com o recente veto de Sarney ao nome do deputado federal Pedro Fernandes que seria nomeado para o Ministério do Trabalho no governo Temer.

Mesmo com esses problemas enfrentados em sua gestão, Flávio Dino vai se destacando nacionalmente em meio à um período de escuridão política. O governador do Maranhão tem conseguido imprimir como marca de governo o trabalho, a probidade e a transparência em suas ações.

Essa é uma das razões que fazem Flávio Dino ter mais de 60% de aprovação ao seu governo no Maranhão. Ao que parece, após décadas da vergonhosa situação de ser conhecida nacionalmente como vassala de uma família, a população do estado pode se orgulhar de dizer que tem o melhor governador do Brasil.
Camarão (Foto: Divulgação)
Durante o período de defeso fica proibida a pesca de camarões rosa, branco e sete barbas. Pesca de três espécies está proibida até 31 de maio.
Teve início nesta segunda-feira (1º) em todo o Maranhão o período de defeso do camarão. Durante este período fica proibida a pesca de camarões rosa, branco e sete barbas, de acordo com a Portaria dos Ministérios do Meio Ambiente e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

O período de defeso do camarão no estado irá até o próximo dia 30 de abril. Porém, de acordo com a portaria, devido às especificidades do litoral do Maranhão, nas reentrâncias maranhenses, o defeso se estenderá até 31 de maio.

A portaria esclarece ainda que o período mais longo do defeso em áreas que funcionam como berçários para as espécies marinhas ajudará de maneira mais efetiva na recomposição dos estoques.

Estão incluídas nessa situação regiões de estuários, reentrâncias e igarapés, que são áreas consideradas de criadouros naturais.

Durante o período do defeso ficará proibida a pesca artesanal por meio de qualquer arte, técnica ou método de pesca, fixa ou semifixa como a redinha de emalhar, puçás de arrasto, furzacas, muruadas e zangarias.

Por G1 MA

UMA MULTIDÃO LOTOU O ESPAÇO DO VIVA RAPOSA PARA ESPERAR A CHEGADA DE 2018 DE FRENTE PARA O MAR E AO SOM DE GRANDES ATRAÇÕES MUSICAIS QUE FIZERAM UMA NOITE INESQUECÍVEL NO ÚLTIMO DIA DO ANO, NO MUNICÍPIO. 
ASSISTA AO VÍDEO:
Petrobras poderá pagar indenização bilionária nos EUA Foto: Flickr
Companhia apresentou acordo com investidores dos EUA para que ação não vá a julgamento, em NY

Os casos de corrupção na Petrobras causaram impacto até fora do país. Na manhã desta quarta-feira (3), a companhia anunciou uma proposta de acordo com investidores dos Estados Unidos para o pagamento de US$ 2,95 bilhões em indenização.

No processo coletivo, os americanos alegam que tiveram prejuízos por causa dos escândalos na petrolífera brasileira. A empresa se defende e afirma que sofreu com os esquemas, tanto que já conseguiu recuperar R$ 1,475 bilhão no Brasil até o momento.

– O acordo não constitui reconhecimento de culpa ou de prática de atos irregulares pela Petrobras. A companhia nega expressamente qualquer responsabilidade. Isso reflete a sua condição de vítima dos atos revelados pela Operação Lava Jato, conforme reconhecido por autoridades brasileiras, inclusive o Supremo Tribunal Federal – diz em nota.

Segundo a companhia, essa indenização trará impacto no resultado do quarto trimestre de 2017. Mas o acordo ainda será apreciado pelo juiz da Corte Federal de Nova York. Se for aceito, a Petrobras eliminaria o risco de um julgamento prejudicial. Além disso, a empresa melhora sua percepção no mercado estrangeiro.

– O acordo atende aos melhores interesses da companhia e de seus acionistas, tendo em vista o risco de um julgamento influenciado por um júri popular, as peculiaridades da legislação processual e de mercado de capitais norte-americana, bem como o estágio processual e as características desse tipo de ação nos Estados Unidos, onde apenas aproximadamente 0,3% das “class actions” relacionadas a valores mobiliários chegam à fase de julgamento – informa a companhia.

O pagamento dos US$ 2,95 bilhões será feito em três parcelas, com a última em 2019.
Dados do Departamento de Feminicídio do Maranhão revelam que ocorreram 25 mortes de mulheres em 2015. Em 2016 o número subiu para 28 mortes; e em 2017 foram registradas 47 mortes de mulheres no Maranhão.
Globo.com
O levantamento aponta que os números de assassinatos de mulheres no maranhão são um dos mais altos do país. Segundo a Delegada do Departamento de Feminicídio, Viviane Azambuja, a maior causa da violência é o inconformismo do homem com o fim do relacionamento.

“Infelizmente são histórias que se repetem. São histórias de machismo exacerbado, onde a mulher é tida como se fosse um objeto. O homem é aquele ser dominante que não aceita o término de um relacionamento. A maioria dos casos é a pessoa não se conformar em ter perdido aquele objeto”, declarou.

Desde novembro de 2017, vítimas da violência contam com um plantão 24 horas na Casa da Mulher Brasileira, em São Luís, para incentivar as mulheres a denunciar o agressor.

Após a instalação do plantão, a Delegacia da Mulher registrou um aumento de pedidos de medida protetiva de 200 para 300 pedidos por mês. De acordo com a delegada da Delegacia da Mulher, Wanda Moura, a medida protetiva acontece de forma rápida.

“No mesmo dia em que esse pedido é feito na Delegacia é encaminhado ao poder judiciário. Também com celeridade o judiciário está deferindo essas medidas, que é uma forma de proteger essa mulher de manter esse agressor distante dela”, afirmou Wanda.
RAPOSA RETROSPECTIVA 2017 - 2018 será ainda melhor... 
Confira no vídeo abaixo (PARTE I) os destaques nos setores de Saúde, Educação, Infraestrutura, Pesca e Cultura, relativos ao primeiro ano de gestão da prefeita Talita Laci(PCdoB).

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll