terça-feira, 16 de janeiro de 2018
Prefeitos homenageiam Flávio Dino pelo 1° lugar em ranking nacional do G1. (Foto: Divulgação)
Mais de cem prefeitos prestaram nesta terça-feira (16) homenagem a Flávio Dino pelas ações que o levaram à condição de governador que mais cumpre compromissos de campanha em todo o Brasil. A homenagem foi feita pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). De acordo com o presidente da entidade, Cleomar Tema, 90% das ações da gestão Flávio Dino foram feitas diretamente nos municípios.

Segundo a pesquisa do portal G1, Flávio Dino já cumpriu ou está cumprindo 92% dos compromissos de campanha. Isso o coloca como governador mais eficiente em todo o Brasil. Ele também aparece no topo de uma lista com governadores, prefeitos de capital, presidente da República e ex-governantes. São 60 políticos no total. (Veja aqui: http://especiais.g1.globo.com/maranhao/2015/as-promessas-de-dino/#!/3-anos).

Prefeitos homenageiam Flávio Dino pelo 1° lugar
em ranking nacional do G1. (Foto: Divulgação)
Cleomar Tema, presidente da Famem e prefeito de Tuntum, explicou que os gestores municipais tiveram uma reunião técnica na sede da federação e aproveitaram a oportunidade para fazer a homenagem: “Afinal, o portal G1, das Organizações Globo, o escolheu como melhor governador do Brasil. Nada mais justo, porque todas as ações do governo são voltadas para os municípios, como o Mais Asfalto, o Escola Digna, o Plano Mais IDH”.

Os prefeitos também entregaram uma placa para Flávio Dino, que agradeceu a homenagem e disse que, embora o Brasil passe por momentos de dificuldades econômicas e políticas, “nós estamos conseguindo manter o barco no rumo certo, com desenvolvimento e justiça social”.

“Implementamos políticas públicas porque os municípios nos ajudam, e a Famem reconhece o esforço imenso que fazemos para ajudar os municípios. Temos que dar as mãos, e a mensagem principal desse reconhecimento é a força da união”, acrescentou o governador.

Reconhecimento

A prefeita de Nova Iorque, Mayra Guimarães, disse que “foi muito bem-vindo esse reconhecimento pelo trabalho que ele o governador tem feito no nosso Estado. A história do Maranhão vai ser contada após a entrada de Flávio Dino, ele está construindo uma linda história”. Ela contou que, entre os benefícios recebidos pela cidade, estão escola reformada, ônibus escolar, ambulância e praça revitalizada. “E os prazos que ele me deu foram todos cumpridos.”

Prefeitos homenageiam Flávio Dino pelo 1° lugar
em ranking nacional do G1. (Foto: Divulgação)
O prefeito de Santa Luzia do Paruá, Plácido de Holanda, disse que Flávio “está cumprindo o que prometeu. Acho que por isso ele foi citado no G1 como melhor governador do Brasil”. O prefeito citou como exemplos os investimentos já recebidos pela cidade com as obras do Mais Asfalto, patrulha agrícola, viatura, ambulância e convênios. E um hospital também está sendo feito no município.

A prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho, disse que as obras que têm sido feitas em todo o Estado são “resultado de parceria do Governo com os municípios. O povo está vendo o que está sendo feito, não é à toa que Flávio Dino está sendo reconhecido como melhor governador do Brasil.”

Ela contou que a cidade já recebeu diversos benefícios do Estado: “Entre eles, está a aquisição do hospital de Santa Luzia. Há quase 50 anos pagávamos aluguel, eram R$ 35 mil por mês. Agora nos livramos do aluguel e passamos a fazer esse  investimento no hospital”. A prefeita também listou, entre os destaques, a inauguração de um Restaurante Popular.

“É um justo reconhecimento dos prefeitos, por meio da Famen, ao governador Flávio Dino por essa importante conquista. É o Maranhão em primeiro lugar, apesar dessa grave crise brasileira. É muito oportuno que os prefeitos reforcem essa luta por um Maranhão melhor para todos”, afirmou o secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry.

Prefeitos homenageiam Flávio Dino pelo 1° lugar em ranking nacional do G1. (Foto: Divulgação)
Maranhão destoa e tem boa situação fiscal (Reprodução/O Estado de S. Paulo)
A manchete do jornal O Estado de S. Paulo desta terça-feira (16) traz um levantamento sobre a piora da situação fiscal dos Estados em geral – ou seja, na forma como eles estão lidando com o dinheiro público. Apenas cinco Estados tiveram melhora nas contas públicas nos últimos três anos. Entre eles, está o Maranhão.

“Os Estados de Alagoas, Paraná, Ceará, Maranhão e Piauí foram os únicos cujas contas não se deterioraram nos últimos três anos”, afirma a reportagem. O período é o mesmo da atual administração do Governo do Maranhão.

Enquanto a maioria aumentou o déficit, o Maranhão teve variação positiva de 0,4% de 2015 a 2017. Ou seja, desde que o governador Flávio Dino assumiu o cargo, a saúde fiscal do Maranhão melhorou – como têm apontado diversos estudos nacionais e independentes.

O resultado se torna ainda mais significativo ao levar em conta que o Maranhão tem vivido um dos mais robustos ciclos de investimentos públicos da história, com obras em todas as regiões do Estado

A situação do Maranhão contrasta com a da maioria do país, mostra a reportagem do Estadão: “O peso crescente da folha de pagamento e a queda de arrecadação provocada pela crise econômica fizeram com que em três anos – do início de 2015 ao final de 2017 – os Estados saíssem de um resultado positivo de R$ 16 bilhões para um déficit de R$ 60 bilhões em suas contas”.

Reconhecimento nacional

Na sexta-feira passada (12), o jornal O Globo já havia mostrado que o Maranhão é o segundo Estado que melhor controla os gastos em todo o Brasil.

Em dezembro, o Boletim de Finanças divulgado pelo Tesouro Nacional já havia mostrado que o Maranhão tem saúde fiscal mais sólida do que tinha em 2014. Em 2014, a nota da Capacidade de Pagamento (Capag) do Maranhão era C. Segundo o boletim do Tesouro divulgado na quarta-feira (6), o Maranhão agora tem uma nota B, desempenho que vem se mantendo desde 2015.

Segundo a classificação do Tesouro Nacional, as notas A e B indicam boa situação fiscal. Já os conceitos C e D sinalizam o contrário. O Tesouro Nacional é um órgão do Governo Federal.

Ou seja, entre 2014 e 2017, o Maranhão passou de uma situação ruim para um cenário adequado.

Além disso, em 2017, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro publicou estudo apontando o Maranhão como o segundo Estado com a melhor situação fiscal do país.

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll