sábado, 9 de março de 2019
Manifestantes de oposição protestam contra o governo de Nicolás Maduro em Caracas, na Venezuela - 09/03/2019 (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)
Alguns pontos da capital Caracas tiveram o fornecimento de luz reestabelecido; o governo de Nicolás Maduro justifica o apagão como sabotagem da oposição.

O serviço de energia elétrica foi restabelecido neste sábado em várias zonas de Caracas, depois do blecaute que começou na tarde de quinta-feira, enquanto alguns bairros da capital da Venezuela e mais da metade do país estão há 40 horas sem luz. A agência de notícias EFE constatou que em algumas zonas do leste e do oeste de Caracas a energia elétrica foi reativada durante a madrugada, enquanto testemunhas informaram sobre a continuidade do blecaute em outras comunidades ao longo dos 23 estados do país.

Veja também

Mundo
EUA indiciam vice-presidente da Venezuela por violar sanções

Mundo
Guaidó percorre ruas de Caracas após quase vinte horas de blecaute

Nos locais da capital venezuelana onde a eletricidade já voltou, foram reativados os semáforos e poucos comércios abriram as suas portas, mas o metrô de Caracas continua fechado à espera da normalização do fornecimento de energia. As telefonias residencial e móvel seguem afetada e só é possível concretizar algumas chamadas de curta distância após várias tentativas fracassadas. A modalidade de pagamentos online ainda não foi normalizada devido a falhas na conexão com a internet e, por essa razão, os comércios operacionais estão aceitando apenas dinheiro em espécie.

O blecaute completou neste sábado 40 horas ininterruptas em estados como Trujillo, Zulia, Táchira, Anzoátegui, Mérida, Lara, Monagas; informaram autoridades regionais e meios locais através das redes sociais. O líder venezuelano, Nicolás Maduro, não fez declarações públicas desde que aconteceu a falha enegértica, mas publicou várias mensagens na rede social Twitter onde responsabilizou reiteradamente por estes fatos o Governo dos Estados Unidos, ao qual culpa por quase todos os problemas do país.

“O império dos EUA, mais uma vez, subestima a consciência e determinação do povo venezuelano. Asseguro que a cada tentativa de agressão imperial, encontrará uma resposta contundente das e dos patriotas que amamos e defendemos, com coragem, a nossa Pátria”, escreveu hoje sábado o ditador bolivariano. O Governo assegurou que o blecaute se deve a uma “sabotagem” na principal hidrelétrica do país, completamente em mãos do Estado, e responsabilizou à oposição venezuelana pelo ocorrido.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Blogroll