quarta-feira, 24 de abril de 2019
Cantor maranhense Gerson da Conceição — Foto: Arquivo Pessoal
O músico, cantor e compositor faleceu em São Paulo. Ele é um dos grandes nomes do reggae do Maranhão. 
O músico, cantor e compositor maranhense Gerson da Conceição faleceu nesta segunda-feira (22), aos 52 anos, em São Paulo. 
Ele é um dos cantores mais conhecidos do reggae e da música do Maranhão. As causas da morte ainda não foram divulgadas, mas amigos próximos informaram que foi um infarto fulminante. Gerson da Conceição era graduado em música pela Faculdade Paulista de Artes (FPA) e tinha em seu currículo gravações com artistas como Zeca Baleiro, Rita Benneditto, Banda Black Rio e Tribo de Jah. O cantor morava na cidade de São Paulo. Em 2012, em entrevista à TV Mirante, Gerson disse que mesmo quando está morando fora, nunca perdeu a conexão com a cidade natal, São Luís. 
Para o cantor, a cidade é fonte de toda sua musicalidade. "Aqui é onde a gente bebe da fonte de inspiração. Toda vez que venho aqui e vejo a baía de São Marcos, os amigos, a família... aí a gente sente a energia necessária para a música", contou o músico. 
No último dia 5 de abril, o cantor fez o seu último show em São Luís, quando brindou o público com músicas autorais e clássicos do reggae. Repercussão Nas redes sociais, a morte de Gerson da Conceição causou comoção. Confira. “Eu nem sei o que dizer, ainda estou tentando assimilar essa triste notícia da passagem de meu amigo querido Gerson da Conceição, um dos primeiros Cavaleiros de Aruanda e mais que isso, um artista maravilhoso, cantor, compositor, regueiro de responsa, criador da super banda de reggae Mano Bantu” – Rita Benneditto, cantora. "Grande parceiro, amigo, grande baixista, compositor e intérprete. Gérson da Conceição. Mais um músico que agora está a brilhar como grandes estrelas! Vai na fé!", Mano Borges, cantor e compositor. "Estou até agora tentando digerir esta dura realidade. Parceiro de tantos momentos musicais, sorrisos e reflexões ! Salve, Gerson da Conceição ! Que Jah o tenha, irmão!"- César Nascimento , cantor e compositor. “Estou sem chão. Perdemos um dos maiores nomes do reggae maranhense. Meu amigo Gerson da Conceição se foi. Siga em paz, irmão” – Ademar Danilo, jornalista. “Não sei nem o que dizer, nos falamos sábado, Gersão! Pq? A gente prometeu compor e gravar juntos uma música igual aquela linda que vc me mostrou, nos vimos pelo whats pela última vez aqui nessa terra, eu tava em sampa e quis te ver mas tu não podia pq tava pegado. A gente prometeu se encontrar irmão! Obrigado por tudo, mas tudo mesmos, pelos toques, por teu carinho, tua musicalidade, música, amor, amizade de irmão que se curte e se respeita. Jamais vou te esquecer meu amigo, jamais!!! Vai com Jah, vai tocar no mundo espiritual, aqui vc vai fazer muita falta, muita, muita… 
Meus sentimento mais profundos a todos os familiares e amigos! Vai na paz, na luz meu parceiro!” – Glad Azevedo, cantor e compositor. “Tô com meu estômago doendo muito, a alguns minutos recebi a triste notícia que meu grande amigo Gerson da Conceição, excelente em tudo musicalmente, letra, música, produção musical , sempre ao meu lado em minhas construções musicais, o Brasil perde um dos melhores do Reggae, afrobeat, música Brasileira e o mundo também perde um grande talento !!!” – Dagô Miranda, músico. “A morte de um amigo, um grande nome da música e do reggae maranhense é uma tragédia! Descanse em paz Gerson da Conceição”, Marcus Vinícius, locutor. “Acabo de receber uma notícia triste. 
O reggae maranhense de luto. Morre Gerson da Conceição” – Pedro Sobrinho, jornalista e DJ. História Gerson da Conceição saiu de São Luís há mais de 15 anos para tentar a carreira em São Paulo. Durante este tempo fez shows, produziu discos e compôs trilha sonora para filmes. 
É o lider da banda Mano Bantu, que já dividiu o palco com grandes nomes do reggae internacional como os jamaicanos U Roy, Clinton Fearon e a cantora inglesa Sylvia Tella. Como produtor assinou os arranjos e direção musical da faixa “Ultimo Post”, do Album “ O disco do ano" do artista Zeca Baleiro, que tem participação especial da cantora Margareth Menezes. Produziu também, juntamente com Edu Zappa, a trilha sonora do curta Jardim Beleléu, do diretor Ari Candido Fernandes.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Blogroll