segunda-feira, 5 de agosto de 2019
O delegado Valdemar Barros e o policial civil Marinho foram baleados dentro do 1º DP da cidade de Caxias, a 362 km de São Luís, na tarde deste domingo (04).

Os tiros foram disparados por Jardel da Silva Ribeiro, conhecido como “Burrão”, de 23 anos. Ele havia sido preso portando uma pistola e estava sendo interrogado pelo delegado. 

De surpresa, o criminoso pegou a pistola do delegado, que estava sobre a mesa, e começou a efetuar disparos.

O delegado Valdemar Barros foi atingido nas costas. O policial Marinho foi alvejado em uma das pernas. Uma terceira pessoa também teria sido atingida por disparos.

Após efetuar os tiros, “Burrão” conseguiu fugir, mas foi preso nas proximidades do Hospital Infantil. Ele havia sido preso anteriormente no dia 04 de março deste ano, mas foi solto três dias depois, no dia 07.

“Burrão” teve um pedido de preventiva negado na semana passada por prática de crime de homicídio.

As vítimas deram entrada no Hospital Geral onde passarão por cirurgia. 

Em nota, a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) disse que o delegado e o agente passam por cuidados médicos.

Veja a nota na íntegra:

A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) informa que, no fim da tarde deste domingo (4), o delegado Valdemar Barros e o investigador Marinho foram alvejados por um homem identificado como Jardel Burrão, na delegacia de Caxias.

Jardel estava sendo autuado pelo delegado, e no momento da diligência o acusado aproveitou para tomar a arma do delegado, desferindo disparos contra as autoridades policiais.

Valdemar Barros foi atingido com um tiro no tórax e o investigador Marinho com um tiro na perna. Ambos foram encaminhados para uma unidade de saúde da cidade, onde passam por cuidados médicos. Jardel foi contido e está preso.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Blogroll