quarta-feira, 7 de agosto de 2019
Como era esperado, os deputados federais votaram e aprovaram em 2º Turno a Reforma da Previdência. O texto-base foi aprovado por 370 votos a favor, 124 contra e uma abstenção.

Nesta quarta-feira (07), os deputados irão analisar oito destaques que foram apresentados pelos partidos políticos e após isso a Reforma da Previdência será concluída na Câmara Federal e será encaminhada ao Senado.

A Bancada do Maranhão repetiu os votos que haviam sido dados no 1º Turno, também no 2º Turno, ou seja, foram 14 votos favoráveis e quatro votos contrários a Reforma da Previdência.

Aluísio Mendes (Podemos), André Fufuca (PP), Cléber Verde (PRB), Edilázio Júnior (PSD), Gastão Vieira (Pros), Gil Cutrim (PDT),  Hildo Rocha (MDB), João Marcelo (MDB), Josimar de Maranhãozinho (PL), Júnior Lourenço (PL), Juscelino Filho (DEM), Marreca Filho (Patriota), Pastor Gildenemyr (PSL) e Pedro Lucas (PTB), votaram a favor da Reforma da Previdência.

Já os deputados Bira do Pindaré (PSB), Eduardo Braide (PMN), Márcio Jerry (PCdoB) e Zé Carlos (PT), foram os quatro maranhenses que votaram contra a Reforma da Previdência.

Agora é aguardar o posicionamento dos senadores, em especial os três do Maranhão.

Coerência e sem pressão – O voto talvez mais aguardado neste 2º Turno era do deputado Gil Cutrim, pelo fato do seu partido, o PDT, ter aberto um processo disciplinar na Comissão de Ética da legenda e suspendido todos os parlamentares que votaram a favor da Reforma da Previdência.

No entanto, apesar da decisão do partido, nada democrática e ditatorial, Gil Cutrim manteve sua coerência e não cedeu a pressão, mantendo seu voto a favor da reforma, contrariando o que desejava o PDT.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Blogroll