quinta-feira, 26 de setembro de 2019
Nesta quinta-feira (26) será realizada o Dia D de Combate às Queimadas, ação promovida pelo Governo do Estado e executada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) e instituições parceiras. O evento conta com palestras, debates e orientações diversas com foco nas comunidades dos municípios onde há incidência destas ocorrências. A iniciativa integra a operação Maranhão Sem Queimadas e é uma das várias ações do plano de trabalho da corporação para controle e prevenção dos focos de calor.

“Será um dia para concentrar informações às comunidades dos municípios que mais vivenciam essa problemática, além de orientar quanto às formas de prevenir e controlar os casos. Estamos de prontidão para que estas ocorrências diminuam e, paralelamente, orientando as populações a promover a queima de forma adequada”, pontuou o comandante geral do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo.

Na programação de atividades do Dia D de Combate às Queimadas haverá palestras tratando de temas como tecnologias de uso do solo, utilização regular do fogo, medidas de controle das queimadas, legislação aplicada a esses casos, emissão de autorizações e licenças para uso do fogo, instruções e práticas do Corpo de Bombeiro para controle dos casos.

São apresentadas, também, informações da cartilha “Maranhão Sem Queimadas: Você Nunca Sabe Onde o Fogo Vai Acabar”. O material, produzido pela instituição, contém dicas para evitar as queimadas e canais de denúncias e sugestões à população. A cartilha está disponível ainda em sites de instituições estaduais.

O comandante destaca que a participação da população é fundamental no combate aos incêndios e queimadas no Estado, uma vez que a maioria dos focos é gerada por ação humana. As equipes vêm orientando que as comunidades evitem o uso de fogo, especialmente nas proximidades de áreas com vegetação seca, que caracteriza o período de estiagem e no qual os cuidados devem ser redobrados. Atos como lançar pontas de cigarro no chão, fogos de artifício em áreas de vegetação seca e queimadas como forma de limpeza de terrenos devem ser evitados, diz o coronel Célio Roberto.

A operação Maranhão Sem Queimadas é realizada desde o mês de agosto, quando inicia o período mais intenso de estiagem, marcado pelo aumento de focos de incêndio em função da baixa umidade relativa do ar, altas temperaturas e ventos mais fortes. “Estes fatores são os principais contribuintes para a propagação do fogo”, alerta o comandante geral do Corpo de Bombeiros. Na ação são utilizadas viaturas e aeronaves e conta com apoio de vários órgãos estaduais e Exército Brasileiro.

Segundo o boletim do Corpo de Bombeiros, com informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), os municípios de Alto Parnaíba, Barra do Corda, Grajaú, Jenipapo dos Vieiras e Mirador são os indicados com maior concentração de pontos de queimadas. “Estamos avançando com a operação, intensificando o monitoramento e na produção de um mapeamento de risco sobre às áreas mais críticas dos focos de concentração de calor”, informa o coronel Célio Roberto de Araújo.

As informações são controladas a partir de uma Sala de Situação, estruturada e informatizada para reunir esses dados que são fornecidos pelo INPE e também a partir do acompanhamento das equipes operacionais do Corpo de Bombeiros nos interiores.

Legislação

Em agosto deste ano, o governador Flávio Dino assinou Decreto n° 35.122, determinando a proibição do uso do fogo para a limpeza e manejo de áreas no estado do Maranhão. O dispositivo é baseado no artigo 225 da Constituição Federal, que garante o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado a todos.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Blogroll