Flavio Dino conceceu entrevista a um pool de 64 rádios do estado nesta segunda-feira.
Tratada como centro da política do governo Flávio Dino, a educação do Maranhão tem dado saltos significativos nos três anos de gestão do atual governador. Em entrevista a um pool de 64 rádios do estado nesta segunda-feira, Flávio Dino elencou uma série de investimentos feitos na área da educação para organizar o calendário e dar melhores condições de infraestrutura para os alunos.

De acordo com ele, a temática da educação é a que tem o maior conjunto de programas vitoriosos e consolidados. Dino citou a ampliação do ensino em tempo integral, com a construção de núcleos, IEMAs e transformação de escolas para atender o contraturno, que passou de zero em 2014 para 40, número de unidades que funcionarão em 2018.

Entre outros exitosos programa ele ressaltou o Escola Digna – que está substituindo estruturas de barro e palha por alvenaria – Bolsa Escola, pioneiro no Brasil, entrega de uniformes, aumento no número de bolsas de pós-graduação, criação de universidade nova – a UEMASul, valorização dos professores, entre tantos outros.

Ao falar sobre o calendário escolar, que é decisivo para ter uma organização, Flávio Dino lembrou da bagunça que era no passado e não poupou críticas. “No passado o governo não cuidava da educação”, disparou, comparando as estruturas das escolas, 60% já reformadas em todo o estado, que não tinham condições para um bom aprendizado.

“Com isso a gente vai colocando a educação como deve estar. No centro de uma política de desenvolvimento. Qual a principal projeto estruturante do Maranhão? Educação. Nós somos coerentes. Estamos priorizando esses investimentos”, pontuou o governador.

A exemplo de grandes nações mundiais, Flávio Dino vai tirando da retórica política conhecida de todas as eleições que a educação transforma o mundo e colocando em prática um dos maiores programas de investimentos na área da história do Brasil.