Troca de mensagens - Polícia investiga motoristas que usam aplicativos de mensagens e redes sociais para avisar locais de blitze no RS
Eles responderão por atrapalhar serviço público e organização criminosa.
Punição para quem atrapalha a prestação de serviço de utilidade pública pode chegar a cinco anos de cadeia. Conforme as autoridades, até agora 17 pessoas foram indiciadas.