Numa ligação do presidente da República ao presidente nacional do PTB, Roberto Jefersson, ontem, terça-feira (02), Michel Temer admitiu que o veto ao nome do deputado estadual Pedro Fernandes para o Ministério do Trabalho  Emprego (MTE) partiu, de fato, um pedido do ex-presidente José Sarney.

A informação foi divulgada pelo repórter do Jornal da Globo, Nilson Klava, ao vivo de Brasília durante a edição de ontem a noite. Temer pediu a Jefferson que ele indicasse um nome para assumir o Ministério, pois não queria deixar de atender o veto feito por Sarney.

O pai da ex-governadora Roseana queria a saída imediata do filho do petebista [Vereador por São Luís, Pedro Lucas Fernandes da presidência da Agência Metropolitana Estadual, cargo cedido pelo governador Flávio Dino.

– Assista o vídeo: