Os membros do Conselho Tutelar de Raposa participaram na última terça-feira, 26, do primeiro fórum municipal do selo UNICEF.
O evento foi organizado pela prefeitura de Raposa através da Secretaria de Assistência Social, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).
Em conversa com o conselheiro tutelar, Dedé Marques, sobre a importância do selo Unicef, ele informou ao blog que o objetivo do fórum é levantar demandas a partir de diálogos em grupos temáticos para elaboração de um Plano Municipal de Ação que visa diminuir as desigualdades sociais no município e melhorar a vida de crianças e adolescentes na Raposa.

Dedé Marques foi o facilitador do grupo de trabalho que teve como tema o debate sobre “violências contra crianças e adolescentes e a diminuição das taxas de mortalidade por causas externas que atingem o público de 10 à 19 anos”

A Conselheira Tutelar, Josenilde Santos, foi a relatora das propostas levantas no grupo temático. Ela acompanhou todos os trabalhos ouvindo sugestões e ideias que posteriormente fora apresentado á todo o público presente no fórum.

Durante a plenária geral, Dedé Marques, representou o colegiado do Conselho Tutelar de Raposa, oportunidade em que demostrou ao público do evento um plano de ação para combater as violências externas em Raposa.

Ele finalizou informando que: “políticas públicas como direito a vida, combate a evasão escolar, programas e serviços em benefícios ás famílias vulneráveis, alimentação infantil, combate a gravidez na adolescência, pré-natal, diminuição do óbito materno, melhora na qualidade da educação, combate a violência contra crianças e adolescentes e estimular o protagonismo juvenil serão ações implementadas entre 2017 à 2020 pelo poder público, órgãos competentes e a sociedade civil com o objetivo de melhorarmos o IDH( índice de desenvolvimento humano) da Raposa," enfatizou Dedé.