O TRE-MA indeferiu hoje (17) o pedido de registro de candidatura do ex-deputado Ricardo Murad (PRP).
A corte entendeu que não deveria liberar a candidatura porque Murad foi declarado inelegível pela Justiça Eleitoral em Coroatá – em decisão depois confirmada pelo próprio TRE (reveja).
Apesar da derrota, o ex-parlamentar conseguiu uma vitória: derrubou uma ação do PCdoB, que pretendia que ele parasse de fazer campanha.
Os juízes eleitorais entenderam, no entanto, que como ainda cabem recursos tanto contra a declaração de inelegibilidade, quanto contra o indeferimento do pedido de registro, Ricardo pode continuar fazendo campanha. Do blogue do