A senhora que precisava do aparelho de nebulização acabou falecendo...
Em vídeo divulgado nas redes sociais, um homem acusa a Equatorial Energia de ser a responsável pela morte de uma idosa de 92 anos, que teve a energia de sua casa cortada, no bairro Itamar Guará, em Imperatriz. 
De acordo com as informações do vídeo, havia somente uma conta para ser quitada, referente ao mês de janeiro.

O caso se deu no bairro Itamar Guará, em Imperatriz, a segunda maior cidade do Estado, a 6386 km de São Luís. 

IMPERATRIZ – Uma idosa de 92 anos morreu supostamente após a concessionária de energia do Estado ter cortado a luz elétrica da casa dela, no bairro Itamar Guará, em Imperatriz. Dois vídeos postados no You Tube e divulgados nas redes sociais mostram um homem que seria o funcionário da empresa terceirizada fazendo o corte da energia e respectivamente no outro a idosa morta.

A anciã sofria de problemas respiratórios e teria morrido após a interrupção no fornecimento de energia elétrica ter impossibilitado a ligação do aparelho de nebulização usado na continuidade do tratamento.

Vizinhos e parentes teriam feito apelos para o funcionário da empresa não efetuar o corte, mas desse um prazo de 24 horas para que a conta fosse paga. O homem que gravou os vídeos alega que só existia uma conta em atraso e a família iria pagar, mas funcionário não atendeu aos apelos.

No início da noite desta terça-feira(4), antes da publicação desta reportagem, o portal Maranhão Notícias entrou em contato com a assessoria da Equatorial Maranhão enviou uma nota. Confira, abaixo:

Nota de Esclarecimento

A Equatorial Maranhão lamenta o ocorrido no bairro Itamar Guará, em Imperatriz, nesta terça-feira (04). Entretanto, cabe esclarecer que até o momento não é possível atestar qualquer relação entre a suspensão do fornecimento e o fatídico acontecimento.

De todo modo, a Equatorial Maranhão, informa que já deu início a ampla e profunda apuração interna e, após a sua conclusão, adotará as medidas administrativas que o caso requer.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

(Foto e vídeos: Reprodução).

Confira os vídeos: Do maranhaonoticias