Leitos de UTI da rede pública exclusivos para pacientes da Covid-19 estão lotados em São Luís...
Dados foram confirmados na noite desta terça-feira e mostram que os 112 leitos da capital estão ocupados; no interior dos 81 leitos, 14 estão com pacientes.
São Luís alcançou lotação máxima, nesta terça-feira (28), dos leitos de UTI da rede pública de saúde destinados exclusivos ao tratamento de pessoas com Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) em boletim divulgado nesta noite.

Segundo os dados oficiais, os 112 leitos de UTI foram ocupados por completo nas últimas 24h. Na segunda-feira, a secretaria havia informado que 108 leitos já estavam ocupados. No interior do estado, são 81 leitos de UTI exclusivos para o tratamento de infectados pelo novo coronavírus e apenas 14 estão ocupados.

Quanto aos leitos de enfermaria da rede pública, também exclusivos para tratamento de pacientes com a Covid-19, a capital tem 267 unidades, sendo que 170 estão ocupadas. No interior, são 168 disponíveis e 14 leitos estão ocupados.

Para aumentar o atendimento pelo SUS, o governo do Maranhão divulgou que vai instalar o primeiro hospital de campanha em São Luís no Multicenter Sebrae. A estrutura deve contar com 200 leitos de enfermaria e de UTI. No entanto, a previsão é que o local esteja pronto em aproximadamente 45 dias.

Nesta terça-feira, a SES divulgou que 21 mortes foram confirmadas no Maranhão por conta da Covid-19 nas últimas 24h. O estado chegou a 166 mortes e 600 pessoas conseguiram se recuperar. São ao todo 2.804 infectados em 71 municípios. O número de casos suspeitos saltou para 7.232 e os descartados são 4.099. Ao todo, 6.899 exames laboratoriais para diagnóstico da Covid-19 foram feitos no Maranhão.
O número de profissionais de saúde curados chegou a 248, sendo que 349 testaram positivo. Destes, oito não resistiram à infecção e morreram.

Mortes por Covid-19 no Maranhão
Nas últimas 24 horas, foram confirmadas 21 mortes por Covid-19 no Maranhão. Desse número, um foi registrados em São José de Ribamar e os demais em São Luís. A secretaria divulgou detalhes de 20 ocorrências.