Nesta quinta-feira (21), o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou de uma videoconferência com governadores de todos os estados, inclusive o do Maranhão, para tratar do enfrentamento da crise do coronavírus.

Bolsonaro, logo na abertura, assegurou que irá sancionar, ainda nesta quinta-feira, o projeto de auxílio financeiro a estados e municípios.

Nas redes sociais, o governador Flávio Dino, árduo crítico de Bolsonaro, avaliou como positivo a reunião, apesar de reclamar de não ter a confirmação se algo que já foi aprovado será vetado por Bolsonaro.

Ao lado do presidente, no Palácio do Planalto, estavam os presidente de Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Os dois reforçaram a importância da ajuda aos estados e pediram união entre o governo federal e os estaduais no combate ao coronavírus.

É aguardar e conferir para saber se foi algo pontual, ou se a classe política, definitivamente e acertadamente, vai procurar se unir em prol da população Brasileira.

Coletiva – Depois de ter sido criticado por não realizar uma coletiva sobre as novas decisões durante a pandemia, principalmente o início da flexibilização do isolamento, o governador Flávio Dino, voltou atrás, e confirmou uma coletiva para esta quinta-feira.

A coletiva será as 15 horas e o comunista promete explicar as suas novas decisões.