O Maranhão atingiu hoje (2) uma dolorida marca: são mais de 1 mil mortes pelo novo coronavírus em todo o estado.
Como era esperado, o boletim da Secretaria de Saúde do Maranhão desta terça-feira (02), confirmou que o estado ultrapassou as mil mortes na pandemia da Covid-19. Além disso, manteve o cenário de epicentro no interior maranhense, dominando o número de novos óbitos e novos casos.

De acordo com os dados da SES, tivemos 31 novos óbitos (08 na Região Metropolitana e 23 no interior maranhense), mais 1.549 novos casos (161 na Região Metropolitana e 1.388 no interior maranhense) e nenhum novo município com casos confirmados.

Com isso, o balanço atual do coronavírus no Maranhão é o seguinte: 38.174 casos, com 1.028 mortes, 12.741 pessoas recuperadas, 1.126 suspeitos e já são 212 municípios maranhenses que já tiveram registros oficiais Covid-19. Ou seja, já temos quase 98% das cidades do Maranhão com pessoas infectadas.

Para a SES, apenas cinco cidades não teriam o registro da doença, são elas: Loreto, Lagoa do Mato, Nova Iorque, São Félix de Balsas e São Francisco do Maranhão.

Sobre os leitos, atualmente a ocupação de leitos de UTI na capital é de 96,25%, já de leitos clínicos é de 29,39%. No interior, com exceção de Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI está em 80,85% e leitos clínicos em 87,62%. Já em Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI alcançou 85,19%, já de leitos clínicos, enfim, depois de oito dias seguidos, saiu dos 100% e passou a ter 93,83%.

Vale destacar ainda que, até o momento, já tivemos 1.208 profissionais da Saúde infectados, mas com 1.091 recuperados e, infelizmente, 19 óbitos durante toda a pandemia.

Os 31 novos óbitos vieram: Vargem Grande (01); Bacabal (01); Paço do Lumiar (01); Trizidela do Vale (01); Alcântara (01); Viana (01); Zé Doca (01); Olinda Nova (01); Mirinzal (01); João Lisboa (01); Governador Newton Bello (01); Pinheiro (01); Santa Rita (01); Pindaré-Mirim (01); Presidente Sarney (02); Lago da Pedra (02); Pedreiras (02); Caxias (04); São Luís (07).

Brasil – No Brasil atualmente temos 555.383 casos, com 31.199 óbitos, sendo 1.272 em 24 horas.