Pais do deputado federal Cléber Verde (Republicanos) são alvo de ação criminosa em Turiaçu — Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Jefferson Portela descartou a hipótese de crime por encomenda. Três suspeitos ainda são procurados.
O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, afirmou em coletiva nesta quarta-feira (15) que foi descartada a hipótese de crime por encomenda no assassinato dos pais do deputado federal maranhense Cléber Verde (Republicanos). O crime ocorreu em Turiaçu, no noroeste do Maranhão.
Portela disse que houve um duplo latrocínio (roubo seguido de morte) e falou sobre Fábio Cardoso, conhecido como ‘Fabinho’. Ele é apontado como o mandante do crime e morreu em confronto com a polícia, segundo o secretário.

“Pessoa de personalidade voltada para o crime e altamente violenta. Segundo pessoas ouvidas hoje, ele declarava que queria atirar em alguém durante um assalto. Ele já era procurado pela polícia e teve armas apreendidas, querendo outras. Segundo pessoas do seu núcleo criminoso, ele tencionava adquirir a arma que tinha na sede daquela fazenda”, afirmou.

No dia do crime, segundo o secretário, os criminosos levaram um celular e uma arma de fogo da fazenda. Fábio agiu acompanhado por dois homens e uma mulher, que seguem foragidos.

Entre terça e quarta, um homem e um adolescente haviam sido detidos como parte do grupo do Fabinho, porém não teriam participado da morte dos pais do deputado.

DUPLO HOMICÍDIO

O crime aconteceu no fim da tarde dessa terça-feira (14). A mãe e o pai do deputado federal Cléber Verde (Republicanos) estavam sozinhos na fazenda em que moram, em Turiaçu, quando foram mortos.

Graça Cordeiro Mendes tinha 70 anos e foi morta dentro da fazenda com golpes de arma branca e pauladas. Já o pai do deputado, Jesuíno Cordeiro Mendes, foi morto a tiros e arma branca. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta (15), em uma área de matagal.

“A mãe morreu no interior da residência. Já o pai se encontrava trabalhando em uma cerca, fazendo reparos, quando deve ter ouvido barulhos e tentou se aproximar da casa e, certamente, foi atingido e tentou fugir da ação dos criminosos, caindo em uma área de matagal. Sendo encontrado já no dia de hoje”, explicou o secretário Jefferson Portela.