A Prefeitura de São Luís almeja vacinar 37 mil profissionais de saúde e 143 idosos em instituições de longa permanência na 1ª fase de imunização contra Covid-19 na capital.  

A informação foi confirmada no fim da semana passada pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos), durante divulgação do plano municipal de vacinação.  Os idosos serão vacinados na própria instituição onde residem. 

Para este público serão disponibilizadas equipes de vacinação que irão fazer a aplicação das doses in loco. Para isto, os idosos serão cadastrados previamente no aplicativo Conecte-SUS, do Ministério da Saúde, que funcionará como uma carteira de vacinação digital e será usado em todo o país durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid.  

Já os profissionais de saúde se imunizarão no Centro Municipal de Vacinação. Toda a primeira fase durará sete semanas. 

Nesta etapa serão disponibilizadas doses das vacinas desenvolvidas pelo consórcio da farmacêutica britânica AstraZeneca e da Universidade de Oxford. 

O lote foi fabricado pelo laboratório indiano Serum e importado pela Fiocruz. Também serão disponibilizadas seis milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pela parceria Sinovac-Butantan.