O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou há pouco, em pronunciamento transmitido via internet, que vai suspender as atividades de bares e restaurantes por uma semana.

A medida vale para estabelecimentos localizados na Ilha de São Luís, e passará a fazer efeito entre segunda-feira, 15, e o próximo domingo, dia 21 de março.

O decreto com restrições às demais atividades comerciais, que vigoraria até o dia 14 deste mês, foi prorrogado por mais uma semana.

O Governo do Maranhão vai pagar um auxílio emergencial de R$ 1.000,00 para donos de bar e restaurantes da Ilha de São Luís para que fiquem fechados na semana que compreende 15 a 21 de março. Outro auxílio, de R$ 600, será pago a artistas que realizam shows nesses estabelecimentos.

De acordo com medida anunciada hoje (12/março) pelo governador, os bares e restaurantes dos 4 municípios da Ilha de São Luís terão de fechar ao público por uma semana. Será permitido apenas o serviço de entrega. O Governo do Maranhão também determinou que templos e igrejas só realizem atividades com até 30% da capacidade.

O Maranhão tem a menor taxa de morte por Covid a cada 100 mil habitantes do país. Desde o início da pandemia, o governo local abriu cerca de 500 novos leitos no estado.