Dia de conquista para a educação em Raposa. Foi entregue oficialmente na tarde dessa quarta-feira, 1º, o Colégio Militar Tiradentes XII (CMT XII). O evento contou com a presença do prefeito Eudes Barros e do Governador em exercício, desembargador Paulo Velten, que também fez vistorias em obras que estão sendo realizadas pelo município.

Vinculado ao ensino cívico-militar, o CTM XII, que oferece o ensino fundamental I e II, receberá o ensino médio, o que gera mais oportunidades para os estudantes da cidade. Ainda na ocasião, o prefeito Eudes Barros, a secretária de Estado da Educação, Leuzinete Pereira, e o governador, também anunciaram e assinaram a ordem de serviço para ampliação do Colégio Militar, investimento de mais 300 mil reais do Governo do Maranhão, em parceria com a Prefeitura de Raposa.

A inauguração também contou com a participação da secretária municipal de Educação, Verismar Gomes; o secretário-chefe da Casa Civil, Sebastião Madeira; o subsecretário da SINFRA-MA, Ítalo Augusto Reis Carvalho, e o deputado federal Márcio Jerry; do Deputado Yglésio Moyses, secretários municipais, vereadores e outras autoridades regionais.

Para o gestor municipal, quem se beneficia com a parceria como o Governo do Estado é a população. “A implantação do ensino médio a partir do ano 2023 vai ajudar na educação do município, visto que é mais educação de qualidade. Eu acredito que através da educação iremos dar um rumo melhor para a nossa cidade, então quero agradecer o apoio do Estado”, ressaltou emocionado.

Corroborando com a fala do prefeito sobre a importância da educação, o Governador Paulo Velten declarou que: “Nós temos um compromisso que é soberano, mas o compromisso com a nossa juventude ele é de capital importância. A juventude projeta sempre o futuro, uma nação que pretende avançar tem o dever de investir na sua juventude e educação é um investimento”.

A secretária de Estado da Educação (SEDUC), Leuzinete Pereira, destacou as ações no Colégio Militar Tiradentes XII. “A partir do próximo ano, os alunos que concluírem o ensino fundamental, já poderão prosseguir no ensino médio. O governador Carlos Brandão segue no seu compromisso de priorizar esta política pública que estrutura todas as demais, ampliando as possibilidades formativas, seja em tempo integral ou parcial”.