O legislativo luminense encerrou hoje (28), com a realização da 25ª Sessão Ordinária, o primeiro semestre legislativo de 2022. A pauta do dia contou com a aprovação de duas importantes Indicações de autoria da vereadora Drielle da Pindoba (REPUBLICANOS). 

Na Indicação de Nº459, destinada ao Poder Executivo, a vereadora Drielle solicita que autorize a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES), a criar de forma organizada e de acordo com a Resolução 139, de 17 de março de 2010 o Conselho Tutelar da Zona Rural.

"Atendendo solicitação da sociedade luminense com vistas ao crescimento populacional do município de Paço do Lumiar, bem como vários casos de violência contra crianças e adolescentes, muitos desses casos sem notificação pela falta de um mecanismo de defesa desses direitos mais especificamente na Zona Rural. Ainda visto que geograficamente o município possui uma extensão avantajada o que dificulta a atuação de apenas um Conselho Tutelar. Fato que requer a instalação do mecanismo de defesa aqui indicado," justifica Drielle da Pindoba.  

Na Indicação de Nº460, a vereadora Drielle solicita ao Poder Executivo, que encaminhe a esta Casa Legislativa, o Projeto de Lei de criação do Centro de Cultura Luminense.  

"A Cultura é parte do que somos, nela está o que regula nossa convivência e nossa comunicação em sociedade. Ouvir, falar e se manifestar é Cultura! Diante do exposto é de grande relevância a criação do Centro de Cultura Luminense, que  resgate, amplie e implemente a cultura e as ações culturais desse município", justifica Drielle da Pindoba.       

As duas indicações foram aprovadas pelos parlamentares, e agora segue para sansão da prefeita Paula Azevedo.