terça-feira, 30 de janeiro de 2018
“Achei bem instrutivo o hospital falar sobre o Janeiro Branco e a saúde mental, de orientar sobre a necessidade de procurar ajuda profissional quando não se está bem, não apenas na parte física como na parte emocional também”, contou o paciente Alan Jacques, que acompanhou a Blitz Educativa do Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM).
Com o tema “Quem cuida da mente, cuida da vida”, o Dia D foi iniciado com as orientações educativas da Comissão de Humanização nas áreas dos ambulatórios, recepções, salas de espera e áreas de convivência nos andares. A atividade no HCM também contemplou sessão de relaxamento para os acompanhantes dos pacientes e colaboradores.
A psicóloga Roberta Oliveira destacou que a ação teve caráter preventivo. “Orientar as pessoas é uma importante ferramenta no que se refere à prevenção de doenças como depressão e ansiedade. Durante a ação, pudemos perceber a receptividade dos pacientes e acompanhantes com o tema, inclusive com o compartilhamento de histórias de superação vivenciadas por eles”, relatou.
Já a psicóloga Poliana Braga reforçou que é preciso combater o preconceito em relação à saúde mental. “O profissional habilitado, seja psicólogo ou psiquiatra, consegue identificar o problema do paciente e auxiliar no tratamento. Na rede estadual de saúde, existem os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que realizam esse tipo de atendimento”, alertou.
A sessão de relaxamento ficou por conta do Centro de Terapias Orientais (CTO), parceiro do HCM em diversas ações. “A massoterapia é uma aliada no processo de desacelerar as emoções e melhorar o desgate físico, reenergizando o profissional, que retorna para o trabalho de modo mais leve”, explicou a massoterapeuta Indira Moura.
A técnica em enfermagem Doralice Matos elogiou a atividade. “A rotina de trabalho em um hospital acaba sendo estressante e ter esse momento de pausa contribui para a qualidade de vida da gente. Achei maravilhoso”, avaliou.
Já o acompanhante Expedito Sousa ressaltou que a campanha é um alerta para toda a sociedade. “É muito bom que se fale sobre saúde mental, já que problemas psicológicos podem acontecer com qualquer pessoa, e é importante procurar ajuda”, disse.
Ações simultâneas
O Hospital Nina Rodrigues, unidade referência no tratamento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, ofertou sessões de relaxamento, biodança, roda de conversas para pacientes e funcionários da unidade.
Na Praia de São Marcos, em São Luís, os pacientes das residências terapêuticas e do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) aproveitaram para participar de aula de yoga, zumba e atividades esportivas ao ar livre.
O Dia D também alcançou a sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Profissionais de saúde ofertaram serviços de prevenção e promoção à saúde mental, como massagem relaxante e aferição de pressão arterial.

0 comentários:

Postar um comentário

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll