terça-feira, 2 de agosto de 2022

Na 26ª Sessão Legislativa desta terça-feira (02/08), o Plenário da Câmara Municipal de Paço do Lumiar, aprovou, por unanimidade, duas importantes indicações de autoria da vereadora Drielle da Pindoba (REPUBLICANOS). 

Na Indicação de Nº461, destinada ao Poder Executivo, a vereadora Drielle da Pindoba solicita que autorize a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo (SEMIU), a realizar, o asfaltamento ou restauração com bloquetes da rua Nossa Senhora da Vitória na Comunidade Pedro Careca.

Na Indicação de Nº462, destinada ao Poder Executivo, a vereadora Drielle da Pindoba solicita que autorize a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanismo (SEMIU), a realizar, o asfaltamento ou restauração com bloquetes das ruas 05 de dezembro e 18 de novembro na Comunidade Boby Kennedy. 

Drielle da Pindoba, declarou que as vias de acesso a essas comunidades precisam ser vistas pelo Poder Executivo, e assim dar não só trafegabilidade como dignidade aos moradores desses bairros. "Esses serviços são reinvindicações não só minha, mas sim dos moradores que assim se sentiram valorizados e terão melhor acesso a comércios locais, igrejas e sem contar que melhoraria e muito a questão do transporte," justifica.  

As duas indicações foram aprovadas pelos parlamentares, e agora segue para sansão da prefeita Paula Azevedo.

A pauta do dia contemplou ainda a votação do PL Nº 11/2022 (EM), que reajusta os vencimentos salariais dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate a Endemias de Paço do Lumiar. O projeto foi votado em caráter de urgência e dispensado interstício a pedido do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Wellington Sousa, e atendido pelo presidente, vereador Fernando Muniz. vereadora Drielle da Pindoba, votou pela aprovação do novo piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias.

 

A Câmara Municipal de Vereadores de Paço do Lumiar iniciou na manhã desta terça-feira (02), o segundo semestre o 2º período legislativo de 2022, com a aprovação em dois turnos, do PL Nº 11/2022 (EM), que reajusta os vencimentos salariais dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate a Endemias de Paço do Lumiar. O projeto foi votado em caráter de urgência e dispensado interstício a pedido do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Wellington Sousa, e atendido pelo presidente, vereador Fernando Muniz.

Os parlamentares usaram a tribuna e manifestaram apoio à categoria e os parabenizaram pela conquista, destacando a importância desses profissionais diariamente na promoção à saúde da família, serviços de vigilância epidemiológica e ambiental e de combate a endemias, bem como na orientação de toda a população luminense. A vereadora Ana Lúcia e o vereador Miércio Martins, membros da Comissão de Saúde, reforçaram a importância do projeto e emitiram parecer favorável ao reajuste salarial da categoria, considerando a importância desses profissionais para a política municipal de saúde.

Na oportunidade os vereadores Rafael Neves, Vanusa Neves, e também, a vereadora Ana Lúcia, aproveitaram para relembrar o período em que ocuparam o cargo de agentes comunitários de saúde, do trabalho diário de casa em casa, na zona urbana e nas comunidades mais afastadas do município. Já a vereadora Drielle da Pindoba destacou o trabalho fundamental dos agentes na pandemia, levando orientação e cuidados necessários.

Os vereadores Bianca Mendes, Fernando Feitosa, Orlete Mafra, Mary do Mojó, Alexsiandra Garcia, o líder de Governo Jorge Marú, e Wellington Sousa, também fizeram pronunciamentos voltados à conquista do reajuste salarial dos agentes, e reforçaram que seus mandatos são voltados à melhoria da qualidade do trabalho e do sistema municipal de saúde.

“Este é um momento muito especial para a categoria, pois sou conhecedor dos longos anos de caminhada, lutas e reivindicações dos mesmos pelo o piso salarial e valorização a nível municipal. Essa aprovação é uma conquista dos nossos agentes comunitários, mas também, a valorização da saúde luminense”, afirmou Wellington Sousa.

Na ordem do dia, ainda foram aprovados e encaminhados às comissões competentes, 03 (três) Projetos de Lei e 15 (quinze) Indicações ao Executivo Municipal.

sábado, 30 de julho de 2022

A advogada Ocileia Fernandes (PL), da Raposa, teve a sua candidatura a deputada federal homologada pelo PL, em convenção conjunta realizada nesta sexta-feira (29), no estádio Nhozinho Santos, em São Luís. Ocileia apoiará Weverton Rocha, na disputa pelo Governo do Estado.

Apoiada pelo prefeito Eudes Barros (PL), Ocileia é forte liderança na cidade turística de Raposa, filha do ex-prefeito Onacy Vieira Carneiro, o Paraíba, e foi candidata a prefeita da cidade pesqueira em 2020, conquistando a segunda maior votação, 40,17 % (6.309 ) votos válidos.

Após a convenção, Ocileia agradeceu aos apoiadores e afirmou que sua luta será pela Raposa e por todo o Maranhão, principalmente focando na defesa dos diretos das mulheres do nosso Estado.

“Agradeço de coração a todas as pessoas da Raposa e de outras cidades que vieram me acompanhar neste momento tão importante que é essa festa da democracia”, disse Ocileia.

O próximo passo é o registro das candidaturas e abertura de contas. Apesar de já ter o número de campanha, os candidatos só podem pedir votos a partir do dia 16 de agosto.

quinta-feira, 21 de julho de 2022

Na tarde dessa quarta-feira, 20, o prefeito Eudes Barros recebeu em seu gabinete os atletas André Luis Sales Mendes e Arthur de Sousa Santos, juntamente com seus responsáveis. Os dois participarão do Campeonato Brasileiro de Futebol 7 que será realizado em Fortaleza – CE.  Na ocasião, o prefeito reafirmou o compromisso de contribuir para que o município seja bem representado nas competições e ganhe destaque no cenário do esporte nacional. 

“Tenho me empenhado para contribuir significativamente na vida desses atletas. Raposa possui muitos talentos e cada um deles precisa de atenção especial, de incentivos e apoio. Tenho certeza que André e Arthur brilharão nesse campeonato. Desejo muito sucesso”, destacou o prefeito. 

A secretária de Esporte e Lazer do município, Patrícia Souza, também acompanhou a visita e ressaltou o trabalho da pasta no apoio a esses atletas. “A secretaria tem se esforçado para viabilizar a participação dos atletas da cidade nas competições, dando incentivo e assistência para eles e a gestão entende a importância que isso tem na carreira de cada um nossos esportistas”, finalizou Patrícia.

sexta-feira, 15 de julho de 2022

 Padre William tinha 80 anos e foi prefeito em três cidades no Maranhão.

O prefeito da cidade de Alcântara no Maranhão, Padre William, de 80 anos, faleceu nesta sexta-feira, dia 15 de julho. O prefeito estava internado em um hospital particular de São Luís em estado gravíssimo de saúde desde o último dia 05.

Antes de se tornar prefeito de Alcântara, Padre William foi prefeito em mais duas cidades maranhenses: teve um mandato em Santa Helena (1989-1992) e dois seguidos em Guimarães (2005-2012).

Padre William foi eleito prefeito de Alcântara com 60,29% dos votos.

O prefeito da cidade de Raposa, Eudes Barros (PL), acompanhado do deputado federal Josimar Maranhãozinho, líder do PL no Maranhão, da deputada estadual Detinha e do prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho, durante almoço nesta sexta-feira, 15, no restaurante Porto Raposa, reuniu aliados para anunciar oficialmente o seu apoio à pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) na disputa pelo Governo do Estado do Maranhão.

No evento, Eudes aproveitou para anunciar também o seu apoio à pré-candidatura da advogada Ocileia Fernandes (PL) à deputada federal.

O encontro estiveram presentes secretários municipais, o atual presidente da Câmara, Beka Rodrigues; o presidente eleito para o próximo biênio, vereador Daniel Fernandes; os vereadores Iran, Rosa do Araçagi, Doutor, Laurivan, Moreira, além de lideranças políticas da cidade, o ex-vice-prefeito Alan da Madeira, além de simpatizantes e apoiadores do prefeito da Raposa.

Josimar Maranhãozinho elogiou a gestão do prefeito Eudes, a quem chamou de “o melhor prefeito da historia da Raposa” e reforçou que se depender do empenho do grupo do PL na Raposa, o pré-candidato Weverton sairá vitorioso na disputa.

Dados do TSE divulgados nesta sexta-feira, 15, apontam que 156.454.011 eleitores poderão comparecer às urnas no dia 2 de outubro para votar no primeiro turno das eleições gerais de . Neste ano, estão em disputa os cargos de presidente da República, governador, senador e deputado federal, deputado estadual ou distrital.

No Maranhão, são 5.042.999 aptos a votar – a maior parte deles, 749.873, na capital, São Luís.

O município com menos eleitores é Nova Iorque, com 3.959.

O eleitorado brasileiro está distribuído em 5.570 cidades – com a inclusão de Brasília e Fernando de Noronha – além de 181 cidades no exterior. A votação vai ocorrer em 496.512 seções eleitorais distribuídas em 2.637 mil zonas eleitorais.

Segundo as estatísticas da Justiça Eleitoral, houve um aumento de 6,21% do eleitorado desde as últimas eleições gerais do país, em 2018. Naquele pleito, o número de eleitoras e eleitores habilitados a votar era de 147.306.275.

Para 2022, amparados pela Resolução TSE n° 23.696/2022, 4.159.079 de eleitores tiveram o cancelamento do título revertido para as eleições deste ano diante do contexto da pandemia de covid-19. Nos últimos quatro anos, o eleitorado no exterior também cresceu. Saltou de 500.727 em 2018 para 697.078 em 2022, o que representa um aumento de 39,21%. Esses 697 mil brasileiros correspondem a 0,45% do eleitorado total apto a votar neste ano.

Mais informações no site do TSE.

quinta-feira, 14 de julho de 2022

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), destacou, na sessão plenária desta quarta-feira (13), a importância da aprovação do Projeto de Lei nº 324/2022, de iniciativa do Poder Executivo, que prevê a redução a 18% da alíquota do ICMS dos combustíveis. O PL, que foi aprovado por unanimidade, em regime de urgência, já foi sancionado pelo governador Carlos Brandão (reveja).

Após a apreciação da matéria, o chefe do Legislativo maranhense parabenizou os deputados pela forma célere e responsável com que todos trataram o projeto de lei, que reflete de forma muito positiva na redução dos preços dos combustíveis e, também, de outros produtos importantes como energia elétrica e transporte.

“É um PL de grande relevância para o Maranhão e que será, de imediato, encaminhado ao governador Carlos Brandão para que o sancione. O nosso desejo é que, a partir do momento em que for transformado em lei, os preços dos combustíveis sejam reduzidos e, assim, consiga diminuir as dificuldades das pessoas que têm enfrentado muitos problemas por conta do valor alto do produto”, disse Othelino.

O parlamentar fez uma ressalva com relação aos efeitos que a aprovação do PL pode ocasionar, no que concerne à redução do preço produtos.

“Ressalto, todavia, que nossa iniciativa vai, de fato, reduzir o preço dos combustíveis no estado. Porém, essa medida, por si só, não resolve a situação. No Brasil, o valor do petróleo está indexado, vinculado ao preço do barril internacional e, também, ao dólar. Então, qualquer movimento que aumente o barril do petróleo em nível internacional, vai provocar impactos aqui também”, disse Othelino.

Na visão do parlamentar, a solução definitiva para a falta de controle do preço dos combustíveis está na desindexação do produto. “Afinal de contas, nós temos um percentual razoável, que chega em torno de 50%, do combustível que é consumido no Brasil, produzido no próprio país. Portanto, não seria necessária essa indexação que nos prende aos preços internacionais”, frisou.

Instrumento legal

O chefe do Parlamento Estadual fez, ainda, um esclarecimento sobre questionamentos acerca da modalidade normativa da matéria encaminhada pelo Poder Executivo à Assembleia, se a mesma deveria ser editada por meio de projeto de lei ou decreto.

“Embora alguns governadores tenham optado fazer por decreto, me parece óbvio que este instrumento não é o adequado. Inclusive, acredito que essa forma beire à ilegalidade para fazer uma alteração na alíquota de um imposto estadual. É óbvio que isso tem de ser feito por meio de lei”, afirmou Othelino.

Ainda segundo o parlamentar, a lei federal que trata do tema não torna obrigatória a reprodução nos estados.

“Se fosse obrigatória, não precisaria de um instrumento da legislação estadual, ou seja, se o governo federal puder reduzir a incidência de ICMS nos estados, nós imaginamos que, a partir de então, a Assembleia Legislativa poderá também alterar as alíquotas do IPTU nos municípios, por exemplo, algo inimaginável. Por isso, não resta dúvida de que o instrumento adotado pelo chefe do Poder Executivo do Maranhão para reduzir o ICMS foi a forma adequada: encaminhando o projeto de lei para esta Casa, que tem prerrogativa de apreciar o referido texto normativo”, concluiu.

O governador Carlos Brandão anunciou na noite desta quarta-feira, 13, que já sancionou a lei que reduz a alíquota de ICMS no Maranhão.

A medida abrange gasolina, energia elétrica, telefonia e internet.

A nova alíquota é de 18% (contra 28,5%, mais 2% de Fumacop antes da aprovação da nova legislação).

Segundo o deputado estadual Wellington do Curso (PSC), o preço do litro de gasolina deve baixar mais 60 centavos nos próximos dias.

quarta-feira, 13 de julho de 2022

A Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), em parceria com o Governo do Maranhão, buscando sempre trazer melhorias aos moradores, disponibiliza mais um novo serviço no Centro de Especialidades Médicas de Raposa (CEMER). Agora, os munícipes contam com atendimento oftalmológico.

A primeira consulta foi realizada na manhã dessa segunda-feira (11). No entanto, os atendimentos são quinzenais, com turnos intercalados pela manhã ou pela tarde. Para receber a assistência oftalmológica, é necessário realizar a marcação pelo “Alô Saúde!”, pelos telefones (98) 3199 – 3473 ou 3199 – 0104.

Quem recebeu com satisfação a nova especialidade, foi a dona Raimunda Silva Paz, moradora da Vila Boa Esperança, que também agradeceu a equipe do CEMER e parabenizou o prefeito Eudes Barros pela sua gestão. "Gostei muito do atendimento, a equipe está de parabéns, eu estava precisando de uma consulta como essa. É muito difícil conseguir uma consulta com oftalmologista e a prefeitura disponibilizou para nós com facilidade. Parabéns ao prefeito e ao Governo do Estado. Desejo que nessa administração tudo melhore cada vez mais para população", finalizou.

O titular da SEMUS, Romilson Froes, relatou estar contente com a ampliação dos serviços de saúde no município, objetivando sempre melhorar os atendimentos prestados à população e ofertar o máximo de especialidades possíveis.

Reafirmando a fala do secretário, a diretora do CEMER, Neide Rios, também não escondeu seu contentamento com a nova especialidade. “Quando eu dei a notícia ao povo muitos ficaram felizes porque quem ganha é a população. Então o atendimento oftalmológico agora é mais uma das especialidades que oferecemos. Além disso, o paciente que precisar de cirurgia, nós já o encaminhamos diretamente para fazer os exames laboratoriais, o eco e o risco cirúrgico. Os pacientes que não precisarão fazer cirurgia, já leva a receita para comprar seus óculos”.

terça-feira, 12 de julho de 2022

Previsto para ser apreciado nesta terça-feira (12), o projeto de lei que reduz a 18% a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis em todo o Maranhão, foi adiado para amanhã, quarta-feira (13).

A proposta foi enviada à Assembleia Legislativa no fim da semana passada e tramita em regime de urgência, entretanto houve o adiamento e a expectativa é que, de fato, seja apreciada amanhã na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, logo em seguida, em plenário.

O deputado estadual Ricardo Rios (PDT) tentou viabilizar para que ocorresse a apreciação ainda hoje, solicitando a convocação de uma sessão extraordinária, porém já havia sido marcada uma sessão solene para o mesmo horário.

Projeto

Foi sancionada a Lei Complementar 194, de 2022, que limita a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo. O presidente Jair Bolsonaro vetou dispositivos que previam compensação financeira para os estados, que podem sofrer perda de arrecadação com o tributo. A norma foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União no dia 23 de junho.

A lei é resultado do projeto de lei complementar (PLP) 18/2022, aprovado neste mês por senadores e deputados. O texto limita a cobrança do ICMS sobre produtos e serviços essenciais à alíquota mínima de cada estado, que varia entre 17% e 18%.

Porém, o governo Brandão manteve a cobrança ICMS, que é de 30,5% no preço dos combustíveis no Maranhão, e tenta protelar a redução do imposto, que tanto beneficiaria a população maranhense. Após ser pressionado por grande parte da bancada política, o atual governador decidiu criar o PL para apreciação da Assembleia Legislativa, quando só era necessário ter vontade política para reduzir o ICMS no Estado.

quarta-feira, 6 de julho de 2022

Aprovada por unanimidade na sessão plenária do dia 29 de abril deste ano, a Frente Parlamentar pelo Transporte Público de Raposa começa a colher seus primeiros frutos. Na manhã do último dia 5 deste mês, dirigentes e técnicos da Agência  Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), acompanhados do presidente da Câmara Municipal, Beka Rodrigues e dos vereadores Iran Agrela, Moreira, Doutor, Ribamar Inácio e Zanno, passaram toda a manhã inspecionando o funcionamento do sistema de transporte urbano da cidade, com interceptações, fiscalização e verificação de planilhas.

O objetivo, que atendeu  à reivindicação do Parlamento Municipal, foi verificar ponto a ponto as falhas apontadas pelos vereadores quanto ao pífio desempenho da Empresa Maranhense, concessionária que detém o monopólio da oferta do serviço de transporte  na cidade.

Representaram a MOB, a vice-presidente da estatal,  Beatriz Cunha, o diretor de Operações Rodoviárias, Abenaías Almeida, o coordenador de Operações Rodoviárias, Ivanilson Fonseca, a coordenadora de Fiscalização, Patrícia Gama e os técnicos  Fábio Santos, Jorcelso Sousa, Akil Kafelli e Francisco Aguiar. A Prefeitura de Raposa foi representada pelo secretário de Infraestrutura e Transporte, Pedro Alcântara.

RELATÓRIO

Durante a inspeção, cujo relatório será posteriormente encaminhado à  Câmara Municipal, os representantes da MOB e os vereadores puderam constatar uma série de anomalias, como rampa hidráulica para acesso de deficientes funcionando precariamente, atrasos nas saídas de ônibus e outras irregularidades que serão pontuadas tecnicamente após a conclusão dos trabalhos.

Os vereadores levaram ao conhecimento dos servidores estatais, que o Governo do Estado disponibilizou um total de 16 ônibus para compor o sistema de Integração, mas destacaram que os ônibus funcionam sem o número estipulado e sem ar condicionado, embora com a tarifa majorada por conta desse componente, que é inexistente.

MONOPÓLIO

No entendimento do  presidente Beka Rodrigues, a Empresa Maranhense tem que se ajustar às necessidades da população e a MOB, conforme o prometido, deve implantar o sistema de transporte alternativo de Raposa, com a máxima urgência.

“Na reunião que tivemos na MOB e nos ofícios que encaminhados à Agência, fizemos uma detalhada exposição dos problemas enfrentados. E vejo como solução, além da implantação do transporte alternativo, funcionando a pleno vapor nos outros três municípios da Ilha e o fim do monopólio da empresa que atualmente explora o serviço”, disse Beka Rodrigues.

SEM AR CONDICIONADO

“A tarifa aqui é cara, é cobrada como se o usuário tivesse usufruindo de ar condicionado. O conforto foi retirado durante a pandemia do Coronavírus, mas passado o problema, a empresa jamais retomou esse benefício. Estamos pagando gato por lebre”, ecoou o vereador Ribamar Inácio.

 Os vereadores Iran Agrela, Zanno e Irmão Moreira também fizeram coro aos colegas e entendem que o problema do transporte  do transporte público em Raposa é extremamente deficiente e que precisa passar por muitas mudanças com a maior urgência.

Todos os vereadores participantes na ação chegaram à conclusão que a Frente Parlamentar criada para encarar  essa questão, está alcançando seus objetivos, porque o grupo está unido e promovendo ações que vão de encontro às aspirações da sociedade raposense.

O presidente da Câmara Municipal de Raposa, Beka Rodrigues e seus colegas Rosa do Araçagi, Zanno, Irmão Moreira e Iran Agrela receberam, na tarde do dia 15 de junho, durante reunião com dirigentes da Agência  Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), a informação de que para a implantação do transporte alternativo em Raposa, basta apenas um alinhamento técnico, que depende também de ação de cooperativa, além da parceria com o poder Executivo.

Ivanilson Fonseca, Zanno, Beka Rodrigues, Rosa do Araçagi, Abenaías Almeida, Patrícia Gama, Irmão Moreira e Iran Agrela
A reunião dos vereadores aconteceu a partir de uma solicitação de audiência, cuja pauta constou ainda do melhoramento dos serviços prestados pela única concessionária do transporte semiurbano, a Empresa Maranhense,  além da criação de novas linhas, por conta da insatisfação da população para com o transporte público na cidade.

O encontro foi com o diretor de Operações Rodoviárias, Abnaías Almeida, o coordenador de Operações Rodoviárias, Ivanilson Fonseca e a coordenadora de Fiscalização, Patrícia Gama. Os representantes da estatal garantiram que estão há pouco tempo no cargo, mas estudando e avaliando o problema do sistema de transporte público em todo o Estado, principalmente na Ilha.

Com relação a Raposa, esclareceram haverem recebido todos os ofícios encaminhados pela Câmara Municipal, que estão sendo avaliados tecnicamente, dentro das demandas apresentadas.

Patrícia Gama ressaltou que, por força de uma Portaria do órgão, renovada a cada dois anos, existe uma tabela pela qual, em se tratando de transporte alternativo, a variação é de uma van para cada dois mil habitantes. Raposa, com quase 40 mil moradores, por exemplo deve ser contemplada com uma formidável frota nesse tipo de transporte.

“Câmara  Municipal e MOB estão iniciando um processo de estreitamento de suas relações. Isso é muito importante, porque começamos o início de uma série de discussões em benefício dos usuários de transporte da Raposa. E a implantação do transporte alternativo agora passar a ser uma das prioridades”, disse Beka Rodrigues.

O vereador Iran Agrela disse ter ficado muito satisfeito com o resultado da reunião. “Sou usuário do transporte público e sofro com o péssimo serviço prestado pela empresa que serve a Raposa. Agora, estou mais esperançoso, após essa reunião, principalmente no que tange à questão do transporte alternativo”, disse.

Para a vereadora Rosa do Araçagi, a reunião foi importante e levou esperanças aos vereadores. “Estou mais tranquila. Espero que essa conversa se torne realidade dentro de pouco tempo”, acentuou.

Da mesma opinião compartilhou o vereador Zanno, que já trabalhou na MOB. Disse ter ficado muito satisfeito com os temas elencados. “Vejo que a MOB está com uma nova dinâmica. Só espero que possamos ver todos os projetos direcionados para a Raposa concretizados”, destacou .

Por sua vez, o vereador Irmão Moreira acrescentou que a reunião transcorreu  num clima de muita cordialidade e que as questões técnicas apresentadas lhe convenceram. “Estamos no caminho certo e esperamos que o transporte alternativo em nossa cidade seja realidade no mais breve tempo possível”, finalizou.

Após criarem a Frente Parlamentar pelo Transporte Público em Raposa, instrumento que foi aprovado por unanimidade no dia 29 de abril, os vereadores de Raposa lançaram uma ousada linha de ação, buscando apoio da Assembleia Legislativa com vistas a conseguirem o intento do grupo, que, diariamente recebe centenas de denúncias de usuários por conta do péssimo serviço prestado pela Empresa Maranhense.
Liderados pelo presidente Beka Rodrigues, a totalidade dos vereadores esteve  reunida com os deputados J. Pinto e Edson Araújo, que garantiram apoiar a iniciativa dos parlamentares raposenses. Nos dois encontros, Beka Rodrigues voltou a dizer que o problema é sério e a Câmara de Raposa, como autêntica representa estará sempre buscando ajuda em qualquer instância de poder para que o caso seja resolvido.

“Criamos a Frente, encaminhamos ofício à MOB, à Empresa Maranhense e estamos buscando apoio da Assembleia Legislativa. A Frente é formada por todos os vereadores e disse a cada um deles, que buscasse fortalecer a luta, com apoio dos deputados a quem são alinhados e isso está acontecendo. Estamos atuando independentemente de cores partidárias ou ideológicas. O objetivo é um só, acabar com esses problemas da péssima prestação do serviço de transporte coletivo em Raposa”, disse Beka Rodrigues.

Além de Beka Rodrigues, estivera na Assembleia Legislativa os vereadores Laurivan Uchoa; Irmão Moreira; Zanno; Elenildo; Rosa do Araçagi; Iran Agrela; Doutor; Magno e Ribamar Inácio.

Sobre o transporte alternativo, afirmaram que, dentro da Ilha, Raposa é o único município que não dispõe do referido serviço, porque nunca houve uma manifestação do poder público da cidade em torno do assunto.

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Juntamente com outros parlamentares, a Vereadora Drielle da Pindoba, votou a favor do Projeto de Lei de autoria do Executivo que garante aumento salarial aos merendeiros de Paço do Lumiar. Aprovado por unanimidade o PL Nº 08/2022 de autoria do Executivo Municipal, que garante revisão salarial aos servidores públicos municipais ocupantes do cargo Merendeiros -  efetivos inativos e pensionistas, durante duas Sessões Extraordinárias, realizadas nesta segunda-feira, 04 de julho, na Câmara Municipal de Paço do Lumiar. 

Na primeira sessão, a PL foi aprovado em regime de urgência e encaminhado para o parecer das comissões competentes. Em seguida, já na segunda sessão extraordinária, a matéria foi aprovada em votação una. Uma comissão formada por Merendeiras acompanhou e comemorou, da galeria, o expediente legislativo que deliberou pelo reajuste financeiro à categoria. 

domingo, 3 de julho de 2022

Com inicio dia 18 de junho e encerramento dia 2 de julho, o Arraial Anarriê Espaço Moraes no bairro Sol Nascente, foi sucesso de público com muitas atrações culturais. 

Destaque para os bois de orquestra, Una de Morros, Boi do São Cristóvão e Encantos do Olho D'água, e muito mais. Também teve quadrilha, Cacuriá, Dança Portuguesa, e muitas bandas.

O presidente do Instituto do Cumbique, Moraes Material de Construção, agradeceu a população do Sol Nascente e bairros vizinhos que marcaram presença no evento, que também movimentou a economia gerando emprego e renda aos moradores dessas comunidades. 

Contatos

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

nonatoaguiarraposa@gmail.com

Facebook