O Grêmio jogou como time grande, como pedia a ocasião. Na finalíssima da Libertadores, em plena La Fortaleza, acanhado estádio do Lanús, a equipe de Renato Gaúcho não deu chances ao adversário desde o primeiro minuto. 
O Grêmio sagrou-se campeão da Libertadores ao vencer o Lanús na noite da última quinta-feira por 2 a 1, na Argentina. Em Porto Alegre, o time brasileiro já havia conquistado a vantagem de 1 a 0.