FOTO: Reprodução/PMMA
A Alice, apenas de 8 dias, estava engasgada com restos orgânicos do parto...
Na Unidade Mista do município foi diagnosticado o engasgo por resto de parto.
Polícia Militar da região metropolitana de São Luís conseguiu realizar mais um salvamento de criança engasgada. Esse é o segundo caso na capital.

Na última sexta-feira (6), por volta das 22h, uma senhora, identificada como Silvana Santos da Silva foi buscar socorro no quartel do 22º BPM, localizado no Município de Raposa, localizado na região metropolitana de São Luís.

Ela estava com uma criança recém-nascida inconsciente nos braços. A avó informou que a bebê se engasgou apresentando roxuras no corpo.

Verificando o caso, o soldado PM Guilhon, iniciou os primeiros socorros realizando massagens na bebê. O procedimento salvou a vida de pequena Alice, apenas de 8 dias.

Logo após, foi encaminhada ao hospital municipal de Raposa, onde foi diagnosticado o engasgo por resto de parto.

É importante ressaltar, que os policiais militares do 22º BPM receberam diversas instruções no Curso de Formação e regularmente pelo CPAM-2.

Outro caso
No dia 29 de janeiro deste anos, durante uma patrulha do Batalhão Tiradentes, no bairro da Liberdade, uma senhora, identificada como Tereza Romana Cambara de Campos, foi em direção aos policiais e pediu socorro.

Ela informou que neto, de apenas 13 dias de nascido, estava engasgado com leite materno. A mulher ainda informou que o bebê estava desacordado e ficando roxo.

Os policiais se deslocaram até o endereço indicado pela senhora e chegando lá, o soldado PM Luiz Cláudio Vale, que possuí conhecimentos de primeiros socorros. O bebê voltou a respirar normalmente e foi entregue a sua mãe, foi identificada como Gislandy Campos Ribeiro Matos.