Agora é oficial. A TV Mirante, em 2020 por conta da pandemia, está impossibilitada de realizar o tradicional debate entre os candidatos as eleições majoritárias em São Luís e/ou no Maranhão.

Através de uma Nota, a TV Mirante informou que, por orientação da Rede Globo, não realizará o debate. O programa é sempre um dos mais aguardados da disputa eleitoral na capital.

A decisão não é exclusivamente para a capital maranhense, mas sim estendida para todas as filiais da TV Globo. A emissora entende que a medida é necessária para evitar os riscos de contágio da Covid-19. Veja abaixo a Nota na íntegra.

“A TV Mirante, por orientação da Rede Globo, não realizará o tradicional debate entre candidatos que disputam, em primeiro turno, a Prefeitura de São Luís. A decisão se estende a todas as afiliadas da Globo, como medida de segurança em relação aos riscos de contágio da Covid-19.

Ao longo dos meses de pandemia, a Globo e suas afiliadas têm agido com responsabilidade extrema em relação ao novo coronavírus, seja na cobertura jornalística e nos esclarecimentos frequentes à população, seja na adoção de medidas restritivas que envolvem todas as equipes de estúdio e de campo.

A decisão da Globo pela não realização do debate justifica-se pelo ainda elevado número de casos de infecção e óbito por Covid em todo o país.

O Grupo Mirante, que tem dado ampla divulgação às eleições em todos os municípios do Maranhão, com uma cobertura histórica, respeita a decisão da Globo como forma de seguir os protocolos sanitários e de preservar a saúde dos candidatos e dos profissionais envolvidos no debate em São Luís.

Em caso de um eventual segundo turno na capital maranhense, os estúdios da TV Mirante estarão prontos para a realização de um debate com as devidas medidas de segurança e com o mesmo padrão de qualidade de eleições anteriores.

A TV Mirante seguirá com sua cobertura diária, em todos os telejornais, sobre as eleições municipais, levando aos telespectadores informação com isonomia e credibilidade.”

A decisão integra o “novo normal” que vamos vivendo durante a pandemia.