O prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos) foi o entrevistado desta segunda-feira (4), no Ponto Final, com Jorge Aragão, na Rádio Mirante AM.  

Acometido pela Covid-19 após a sua reeleição, Fábio Gentil disse que por tudo que passou no hospital tem a certeza de que precisa trabalhar mais para que o vírus não se propague no Maranhão.  “Eu sempre agradeço a Deus as oportunidades que ele nos oferece. 

No momento em que eu perdi meu pai a gente pensa que o mundo se acabou ali, mas Deus começa a mostrar a nós um caminho diferente. Tudo aquilo que eu passei eu vi a história do meu pai e tudo o que ele passou, os equipamentos que utilizaram nele, enfim, tudo Eafeta o seu psicológico por conta do isolamento e influencia muito a pessoa e quanto mais influencia você se sente mais fragilizado. Por tudo que eu passei, eu continuo trabalhando e sei que preciso trabalhar muito mais para que esse vírus continue se propagando. Por isso precisamos continuar usando a máscara, o álcool em gel e tomando todos os cuidados necessários e mantendo as medidas sanitárias”, explicou.  

Fábio Gentil reafirmou a sua candidatura a presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem).  “A gente procurou entender esse convite e na minha primeira gestão a gente entendeu que ainda não era o momento. 

Agora, fomos procurados por vários prefeitos e vários deputados que entenderam que a nossa experiência adquirida em Caxias pode ajudar e servir como exemplo em outros municípios e nós aceitamos sim esse desafio. 

O nosso partido tem acesso junto ao governo Federal. O vice-governador Carlos Brandão é do nosso partido e nós podemos aproximar todos os prefeitos do governo do estado, independentemente de corrente política. 

Os prefeitos estão desamparados e nós só podemos melhorar a situação dos municípios maranhenses se houver a união de todos. Sozinho, nenhum prefeito vai conseguir realizar uma grande gestão. Agora eu digo aos prefeitos, se vocês acreditam que a Famem é um órgão independente e que pode trabalhar pelo fortalecimento dos municípios através de parcerias e aproximação do governo do Estado, vamos seguir esse caminho. 

A Famem será uma entidade de portas abertas para que os municípios possam adotar um novo modelo de gestão. Tenho visitado vários prefeitos e a aceitação da minha candidatura tem sido muito boa”, afirmou.  

Foto: Zeca Soares