A fim de encerrar o curso Pescador Artesanal em Ambiente Costeiro, a Prefeitura de Raposa, por meio da Secretaria de Pesca, em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), levou nessa terça-feira (19) e quarta-feira (20), os alunos para conhecer todo o sistema de funcionamento do Navio de Ensino e Pesquisa Ciências do Mar II.

A visita ao navio, que é um verdadeiro laboratório na área de ciências do mar, teve por objetivo apresentar aos estudantes o que eles aprenderam em sala, estimulando assim o desejo pelo conhecimento na área e despertando novas perspectivas. Além de conhecer as instalações, o local serviu de solenidade para a entrega dos certificados de conclusão do curso.

O professor Danilo Lopez, coordenador do Ciências do Mar da UFMA e responsável pela apresentação da embarcação, relatou que foi um privilégio receber os alunos em visita técnica e que frisou sobre a participação deles durante a visitação. “Estamos no segundo dia e os meninos são qualificados, percebemos que eles tiveram um envolvimento muito grande com a parte marítima e de pesca artesanal. E essa embarcação vem justamente para mostrar o potencial cientifico e mostrar cursos que eles podem estar fazendo além desse”.

A secretária de Pesca, Lavina Lisboa, frisou que a palavra que define o momento é oportunidade, pois de acordo com ela, os moradores de Raposa que entraram no curso “estão tendo conhecimento a toda a área costeira da sua cidade, estão se habilitando a ajudar o pai, não só como capturador do peixe, mas também como beneficiamento, com exportação, elevando assim o filho de pescador do mar a pesca. Estou muito realizada por acompanha todo o processo de perto. Deixo meu agradecimento ao Jorge Cunha, que foi dos nossos colaboradores no desenvolvimento do curso”.

Quem também ficou realizado foi o estudante Francisco José, que desde os sete anos de idade convive diariamente com a pesca e atualmente soma cerca de 43 anos como pescador profissional. Questionado, ele narrou que o curso ampliou seus conhecimentos, principalmente na área de navio pesquisa e agradeceu pela ida ao Ciências do Mar.

O curso Pescador Artesanal em Ambiente Costeiro foi uma parceria entre a Prefeitura de Raposa com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que teve por finalidade trazer aprendizagem, entendimento e informação para pescadores e filhos de pescadores.

“Esse é um curso de extensão, organizado pela professora Ocilene do IFMA, para fomentar a formação de novos pescadores em Raposa, agregando conhecimento a prática que já acontece no município, mas de forma profissional. Então o curso foi proposto nessa perspectiva e atualmente a Marinha do Brasil tem interesse em levar para outros municípios. Uma iniciativa que veio da cidade de Raposa e hoje outros municípios perceberam a necessidade dessa formação”, afirmou Giovane Marchado Rodrigues, diretor do IFMA campus Maracanã.

O professor e engenheiro de Pesca Carlos Cavalcante, que foi responsável por lecionar a disciplina introdutória sobre pesca e também foi um dos idealizadores da extensão, acredita que nas próximas edições da capacitação mais moradores terão interesse em participar.

Estiveram presentes na visitação o vice-prefeito e secretário de Meio Ambiente, Márcio Greik, e o secretário adjunto de Pesca, Joubert Amorim e demais funcionários da pasta.