sábado, 19 de janeiro de 2019
Eclipse lunar de 2014 deixou a lua 'laranja'
Este será o último eclipse total do astro até 2021. Quando acontece um eclipse total, a Lua fica com um tom avermelhado
O primeiro eclipse total da Lua de 2019 será também o último visível da Terra até 2021, segundo dados da Nasa, a agência espacial americana.

Entre a noite deste domingo, dia 20 de janeiro, e a madrugada de segunda, dia 21, a Lua será encoberta pela sombra da Terra, que estará alinhada entre o astro e o Sol, e o eclipse será visível em todo o Brasil.

Durante o fenômeno os raios de sol não chegam na Lua diretamente, apenas algumas faixas de frequência da luz solar conseguem passar pela atmosfera do nosso planeta e, com a refração, chegar na Lua, segundo o Observatório Nacional.

Isso faz com que nós possamos ver o astro mesmo quando ele está totalmente mergulhado na sombra da Terra; e deixa nosso satélite natural com uma cor avermelhada - o que é popularmente conhecido como "lua de sangue".

O fenômeno astronômico será ainda mais interessante neste domingo porque vai acontecer bem na época em que a Lua está mais perto da Terra e, por isso, aparenta estar maior no céu – o que é conhecido como "superlua".

Como ver o eclipse lunar

Quem quiser observar a '"superlua de sangue" só precisa localizar o astro no céu entre 1h34 e 4h51 (horário de Brasília) da madrugada de domingo para segunda, quando o astro estará alinhado com a Terra e o Sol – não é preciso nenhum aparelho especial para ver o eclipse.

No entanto, aparelhos como telescópios e binóculos podem ser usados para observar os detalhes da superfície lunar durante o fenômeno, que deve começar pelo lado esquerdo do observador.

Vale a pena também checar se o céu não estará nublado na sua região do país – o que pode dificultar a observação.

veja também
Asteroide passa próximo da Terra a mais de 50.000 Km/h
Índia prepara equipe de astronautas para viagem ao espaço em 2021
Vazamento expõe senhas de 21 milhões e 772 milhões de e-mails
Facebook deleta centenas de páginas criadas por russos
Às 2h41 começa o eclipse total, quando a sombra Terra escurece a superfície visível da Lua como um todo.

O fenômeno causará um efeito alaranjado sobre o astro, assim como acontece no crepúsculo matutino e vespertino, que estamos acostumados a ver antes de o nascer e após o pôr do Sol.

Outros eclipses vão acontecer nos próximos anos, mas, até 2021, nenhum deles será total, ou seja, apenas parte do astro ficará na sombra (também chamada de umbra).

O último eclipse total havia acontecido em julho de 2018, mas não foi totalmente visível no Brasil todo.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados - É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC
quinta-feira, 10 de janeiro de 2019
O corpo de uma jovem identificada como Magda Carvalho Oliveira, de 25 anos, foi encontrado na tarde desta quinta-feira (10) enterrado no quintal da residência do ex-namorado dela no bairro Cidade Nova, em Barreirinhas, a 250 km de São Luís.

De acordo com informações do comandante do Batalhão de Polícia Militar de Turismo (BPTur) em Barreirinhas, capitão Giuseppe Ramon Garcez, ela teria sido levada por um mototaxista na última terça-feira (08) para fazer algumas cobranças. Ela trabalhava em uma ótica na cidade, e não retornou para casa.

Nesta quinta-feira (10) a Polícia Civil capturou o ex-namorado dela, Wellison Farias Martins, de 22 anos, e com ele foi encontrado o celular da vítima já formatado.

Durante diligências das Polícias Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros, onde foi escavado parte do quintal que estava com areia fofa, como se tivesse sido mexido há pouco tempo, foi encontrado o corpo. Magda Carvalho estava com as mãos amarradas para trás e o pescoço enrolado com um pano, com sinais de esganadura.

A Polícia Militar fez o isolamento da área e a Polícia Civil, sob comando do delegado regional Cristiano Morita, acionou legistas do Instituto Médico Legal (IML) que vão identificar a causa da morte.

O laudo da perícia deve sair nos próximos dias. O crime atraiu a atenção de muitos curiosos até o local.
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou hoje (10), por meio de nota, que, em razão de um ataque cibernético sofrido pelo sistema de inscrições o Processo Seletivo para cargo de diretor administrativo de unidades de saúde da rede estadual foi anulado.

Diz o comunicado que o ataque hacker “comprometeu a segurança dos dados”.

Além da anulação do certame, a SES encaminhou à Polícia Civil todas as informações para instauração do devido Inquérito Policial e demais providências cabíveis para apuração da criminosa tentativa de corromper o Processo Seletivo.

“A tentativa de fraude se deu, a princípio, por meio da inscrição maciça de pessoas fictícias, cujo número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) aponta como inexistente. Nos últimos quatro anos, a Secretaria realizou concursos e seletivos para contratação de profissionais da saúde sem nenhum registro de tentativa de fraude”, diz a nota.

A reabertura do certame e a nova data para inscrições, com um novo sistema que garanta maior segurança aos dados cadastrados pelos concorrentes, serão divulgadas o mais breve possível.
terça-feira, 1 de janeiro de 2019
Michel Temer recebe o presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama Michelle, e o vice Hamilton Mourão e a esposa Paula no alto da rampa do Palácio do Planalto. EVARISTO SA AFP
Bolsonaro jura à Constituição e se torna 38º presidente do Brasil. Primeira-dama Michelle surpreende e faz discurso de agradecimento em libras.
Jair Bolsonaro (PSL) tomou posse nesta terça-feira, 1º de janeiro de 2019, e tornou-se o 38º presidente da República do Brasil. A cerimônia de posse presidencial durou cinco horas, com discursos no Congresso Nacional e no Palácio do Planalto. 
Após desfilar por Brasília ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, ele e o vice-presidente, o general Hamilton Mourão, prestaram juramento à Constituição e assinaram o termo de posse diante de um plenário da Câmara dos Deputados lotado. 
Nos dois primeiros pronunciamentos como presidente,  Bolsonaro reforçou o discurso usado na campanha de combate ao "socialismo" e à "ideologia de gênero": "Essa é nossa bandeira e jamais será vermelha. 
Só será vermelha se for preciso nosso sangue para mantê-la verde e amarela”, afirmou, diante de uma multidão que o assistiu recebendo a faixa presidencial de Michel Temer (PMDB). 
A última solenidade da posse foi a recepção dos chefes de Estado, políticos, líderes religiosos, empresários e outros convidados no Palácio do Itamaraty, à noite.
segunda-feira, 31 de dezembro de 2018
A Polícia Civil efetuou, nas primeiras horas da manhã de hoje (31), a prisão do vice-prefeito de Davinópolis, Rubem Lava Jato.

Ele é acusado de ser um dos mandantes da morte do prefeito da cidade, Ivanildo Paiva.

Crime ocorreu no início de novembro.

Rubem estava no cargo de prefeito depois da morte do titular do mandato.
sábado, 29 de dezembro de 2018
Após pressão da Justiça do Trabalho, que determinou a circulação de 60% da frota de ônibus sob pena de multa, funcionários da empresa 1001 voltam ao trabalho neste sábado(29)
Os 1.400 trabalhadores da Empresa 1001, que fizeram 100% de paralisação na sexta-feira (28), por causa de atraso no pagamento de salários, decidiram voltar ao trabalho na manhã deste sábado (29), após uma decisão da Justiça do Trabalho que determinou a circulação de 60% da frota de ônibus.

Para garantir o cumprimento da decisão, policiais militares estiveram presentes na porta da garagem da empresa, na MA-202, a Estrada da Maioba, na Forquilha. A preocupação era com a revolta dos rodoviários diante de mais uma decisão judicial contra a categoria.

Pela decisão, a frota deveria voltar a circular no mínimo 60% em cada empresa atingida pela greve, em todas as linhas, itinerários e em todos os horários, sob pena do pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil imputada ao sindicato dos rodoviários.

Essa decisão da Justiça do Trabalho foi em reposta à ação da Procuradoria-Geral do Município. Entre as razões da decisão liminar em resposta ao pedido de tutela cautelar antecedente, o juiz plantonista considerou que a paralisação total do serviço de transporte público urbano surpreendeu o município e a população. 

Na alegação, são expostas outras irregularidades cometidas pelo movimento paredista como a comunicação aos empregados e à comunidade, bem como a falta de manifestação acerca da manutenção do serviço essencial. Desta forma os sindicatos deixaram de cumprir os trâmites legais do direito de greve que tratam do serviço de transporte coletivo, destaca a decisão.

O fato foi comunicado à Procuradoria-Geral do Município pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) que ainda nas primeiras horas do dia providenciou as medidas judiciais cabíveis. A decisão judicial respondeu a requerimento do Município de São Luís em desfavor dos sindicatos e consórcio referidos que promoveram a paralisação total dos serviços às primeiras horas de sexta-feira (28). Segundo a decisão, a oferta dos serviços deve ocorrer imediatamente ao recebimento do comunicado da decisão aos requeridos.

A Justiça do Trabalho considerou ainda que a paralisação se constitui em situação de extrema gravidade "uma vez que o Consócio Via SL detém uma frota de 180 ônibus", respondendo pelo transporte de mais de 100 mil passageiros por dia. Diante da situação de caos e subtração de direitos e garantias constitucionais, o Poder Judiciário Federal decidiu intervir no movimento grevista, considerando que as medidas necessárias para restabelecer diretos da coletividade.

Promessa de pagamento de adiantamento e salário de dezembro

A determinação de circulação imediata de 60% da frota da Empresa 1001 enfraqueceu o movimento dos trabalhadores. Com isso, os 40% restantes foram praticamente obrigados a voltar ao trabalho sob pena de retaliações.

A empresa prometeu pagar o adiantamento de salário, vencido no último dia 20, até a próxima quarta-feira (02). Já o salário de dezembro, com vencimento no dia 05 de janeiro, deverá ser pago no dia 15. O salário de novembro, que estava atrasado, foi pago a alguns funcionários na tarde de ontem. O restante deverá receber ainda neste sábado (29).
sexta-feira, 28 de dezembro de 2018
Empresa 1001 não paga salários e paralisação dos trabalhadores tem continuidade neste sábado (29)
Os 1.400 empregados da Empresa 1001 permanecerão de braços cruzados neste sábado (29) por falta de pagamento de salários. A paralisação, que começou por volta de 5h da manhã desta sexta-feira (27), estendeu-se por todo o dia, sem que a empresa atendesse a reivindicação dos trabalhadores.

O salário de novembro, que deveria ter sido quitado no último dia 05, ainda não foi pago. O mesmo acontece com o adiantamento do salário de dezembro, que deveria ter sido pago no último dia 20.

A empresa propôs pagar o salário atrasado a partir das 14h desta sexta-feira, ficando o pagamento do adiantamento para a quarta-feira (02).

Em assembleia, na porta da garagem da empresa, os empregados decidiram que só retornariam ao trabalho se pagassem logo o salário e o adiantamento atrasados, pois na próxima semana já tem o vencimento do mês de dezembro.

Sem acordo, os trabalhadores, em assembleia no fim do dia, decidiram que  a paralisação das atividades terá continuidade neste sábado (29), com os trabalhadores voltando a se concentrar, desde as primeiras horas da manhã, em frente à garagem, na MA-202, na Forquilha.

Confira a nota divulgada há poucos instantes pelo Sindicato dos Rodoviários

O Sindicato dos Rodoviários do MA informa, que até o momento não houve acordo entre os trabalhadores e os representantes do Grupo 1001. Os funcionários decidiram voltar pra casa e se os salários em atraso não forem pagos, prometem retomar o movimento na manhã deste sábado (29).

Cerca de 25 linhas que atendem o sistema de transporte público de São Luís, ficaram sem rodar nesta sexta-feira (28). O Sindicato dos Rodoviários do MA esclarece, que apoia toda e qualquer decisão dos trabalhadores do Grupo 1001, que estão sendo seriamente prejudicados pelo atraso no pagamento de salários e que se a escolha é pela manutenção do movimento, cabe a entidade acatar e prestar todo tipo de suporte aos trabalhadores.
Seis pessoas ficaram feridas em um grave acidente, tipo colisão frontal, na manhã desta sexta-feira (28)  na BR-010. Os policiais rodoviários federais da Unidade Operacional de Imperatriz atenderam a ocorrência.

De acordo com as primeiras informações da PRF, a ocorrência se deu por volta das 10h da manhã, no km 238,8, no município de Davinópolis, no sudoeste maranhense.

A princípio, as evidências, entrevistas e levantamentos realizados no local apontam para uma manobra irregular realizada pelo condutor de um dos veículos envolvidos, um Renault Duster 20 D 4X2 A, que estaria realizando uma ultrapassagem irregular e colidiu frontalmente com um Volvo/FH12 380 4X2T, que tracionava um SR/Randon.

O condutor do veículo caminhão Volvo ficou com ferimentos leves. Já a esposa dele foi ferida gravemente.

O motorista do Renault Duster teve ferimentos graves. Os dois filhos e a esposa ficaram feridos levemente.

Todos os feridos foram levados para dois hospitais da cidade de Imperatriz. De acordo com as primeiras informações nenhum deles corre risco de morte.

Em Açailândia

Ainda na região tocantina, no final da tarde uma outra colisão resultou em dois feridos. Os veículos envolvidos são um caminhão de pequeno porte e uma motocicleta.
Aos 31 anos, pedetista se estabelecerá como o parlamentar mais jovem a comandar a Casa que, em 2019, completará 400 anos destacando-se como uma das instituições públicas mais antigas do Norte e Nordeste.
O vereador Osmar Filho, do Partido Democrático Trabalhista (PDT), tomará posse como presidente da Câmara Municipal de São Luís no dia 1º de janeiro.

A cerimônia, que terá início a partir das 10h, será realizada no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), na Cohama, e reunirá diversas autoridades; além de representantes dos mais variados segmentos da sociedade.

Na oportunidade, também serão empossados os demais membros da nova Mesa Diretora da Casa, quais sejam Astro de Ogum (1º vice-presidente), Nato Júnior (2º vice-presidente); Josué Pinheiro (3º vice-presidente); Chico Carvalho (1º secretário); Francisco Chaguinhas (2º secretário); Beto Castro (3º secretário); Concita Pinta (4ª secretária) e Afonso Manoel (5º secretário).

Osmar Filho assumirá o comando do Legislativo Municipal, biênio 2019/20, em um dos momentos únicos da sua história, uma vez que, ano que vem, a Câmara completará 400 anos destacando-se como umas das instituições públicas mais antigas do Norte e Nordeste.

O pedetista afirmou que uma das suas principais ações será trazer para dentro do Parlamento um debate pleno e eficaz acerca das problemáticas da cidade, contando com a participação efetiva do cidadão.

O presidente eleito também garantiu investir na modernização das atividades parlamentares; dotar os setores de equipamentos e infraestrutura necessária; ampliar o diálogo com a sociedade através das mais diversas ferramentas de comunicação; capacitar, ainda mais, o corpo de funcionários; inserir a classe estudantil no dia-a-dia da Casa; implantar a Ouvidoria; descentralizar o trabalho da Casa levando as suas atividades para os bairros por meio do projeto “Câmara Itinerante”; dentre outros.

“Nosso objetivo é trazer o cidadão ludovicense para dentro da Câmara. Fazer com que a Casa promova, ainda mais, debates propositivos de interesse da sociedade. Fazer com que o Parlamento, verdadeiramente, funcione como uma caixa de ressonância dos reclames sociais. Contribuir com o aprimoramento das atividades de todos os setores e, claro, investir nos servidores”, disse.

Osmar Gomes dos Santos Filho é formado em Direito e ocupa o cargo de
vereador de São Luís há 10 anos. Foi eleito, pela primeira vez, aos 21 anos e se consagrou, na eleição de 2016, como o parlamentar mais bem votado da capital com quase 10 mil votos.

É casado, pai de dois filhos e levará na bagagem, como chefe do Legislativo, princípios e valores de família para dentro da organização pública.

Possui experiência e repertório para liderar, tendo acumulado cargos de gerência durante sua vida pública. Em 2013, por exemplo, foi convidado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) para coordenar a Secretaria de Articulação Política do Município.

Em 2017, foi eleito membro do Diretório Nacional do PDT, instância máxima do partido.

Aos 31 anos, foi eleito unanimemente, em maio deste ano, o presidente mais jovem da história da Câmara de São Luís.
quinta-feira, 27 de dezembro de 2018
Moradores de comunidades servidas por transporte coletivo pela empresa Expresso 1001 podem encontrar dificuldade para deslocamento nesta sexta-feira (28). Motoristas e cobradores podem cruzar os braços até que a empresa pague salários em atraso.

O alerta é dado pela direção do Sindicato dos Rodoviários, que, por meio de nota, informa que fará intervenção nas portas das garagens da empresa a partir das primeiras horas da manhã.

Confira a íntegra da nota do Sindicato dos Rodoviários

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que devido a atrasos no pagamento de salários dos trabalhadores, que desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28), haverá intervenção da entidade, nas portas das garagens do Grupo 1001, localizadas nos bairros da Forquilha e Cidade Olímpica.

A empresa integra o sistema de transporte público e atende a população de São Luís.

O Sindicato dos Rodoviários, deverá orientar os trabalhadores a cruzarem os braços e não sairem das garagens com os coletivos, até que o pagamento dos salários deles, sejam regularizados por parte da empresa. 

Essa é uma medida extrema, mas não há outra alternativa, já que o Grupo 1001, não dá qualquer posicionamento aos funcionários de quando os salários serão regularizados.
O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo, apreciou 118 processos no Plantão Judiciário do 2º Segundo Grau, entre os dias 20 e 25 deste mês, período em que despachou normalmente, em seu gabinete, no Palácio Clóvis Bevilácqua, na Praça Pedro II (Centro).

Entre os processos que chegaram ao Plantão Judiciário – destinado à prestação jurisdicional de urgência – incluem-se habeas corpus, agravo de instrumento, mandado de segurança, suspensão de liminar, agravo interno, ação rescisória e tutela cautelar antecedente.

Dos 89 pedidos de habeas corpus, 73 foram indeferidos pelo desembargador Joaquim Figueiredo. Entre os demais, 11 não eram casos de plantão; quatro (informações sem apreciar liminar; e um (suspeito).

O desembargador Joaquim Figueiredo analisou, durante o plantão, 18 agravos de instrumento, sendo nove deles indeferidos, três deferidos e seis redistribuídos. Uma tutela cautelar antecedente foi deferida.

Quatro mandados de segurança apreciados pelo presidente do Tribunal de Justiça foram indeferidos. Os outros processos – suspensão de liminar (três), agravo interno (dois), ação rescisória (um) – não eram casos de plantão.

O balanço apresentado, mostra que, mais uma vez, o Poder Judiciário Estadual – por meio de prestação jurisdicional no plantão da Justiça de 2º Garu, – se faz presente, tornando efetivo o acesso à Justiça e fortalecendo o Estado Democrático de Direito.

O Plantão Judiciário é um serviço público intimamente relacionado com a garantia constitucional e tem a finalidade de oferecer a prestação jurisdicional ininterrupta, solucionando os casos urgentes que dependem da apreciação judicial.

Quem está respondendo pelo plantão no momento é o corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva. Ele responderá pelas demandas urgentes de 2º Grau até o dia 31 deste mês. Do dia 1º a 6 de janeiro de 2019, o plantonista do recesso forense será o vice-presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Lourival Serejo.

O funcionamento do plantão judicial do 2º Grau é regulamentado pelo Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Maranhão, pela Resolução GP nº 67/2016 e Portaria GP nº 953/2017.

O plantão judicial do 1º Grau foi regulamentado pelo Provimento nº 42/2018. (Todos os detalhes sobre o plantão do 1º Grau podem ser CONSULTADOS AQUI e AQUI)

Durante todo o recesso forense, o Plantão judiciário do 2º Grau – cujo peticionamento é eletrônico por meio do Pje – também terá atendimento presencial na sede do TJMA na Praça Pedro II, na Sala do Plantão Judicial (em frente aos caixas eletrônicos do prédio) e na sala da Coordenação das Câmaras Cíveis Isoladas.

O atendimento será feito das 9h às 15h, nos dias úteis, e das 9h às 12h, nos dias de feriado e fins de semana. Os telefones de contato são (98) 3198-4646 e (98) 98815-8344. O e-mail: plantao2grau@tjma.jus.br.

O peticionamento durante o plantão judiciário destina-se exclusivamente ao processamento e à apreciação de medidas urgentes e a outras necessidades relativas a serviços inadiáveis, na forma do art. 1º da Resolução nº 71/2009 do Conselho Nacional de Justiça, e, do art. 19 do Regimento Interno do TJMA.

O Plantão Judiciário é um serviço público intimamente relacionado com a garantia constitucional do acesso à Justiça e tem a finalidade de oferecer a prestação jurisdicional ininterrupta, solucionando os casos urgentes que dependem da apreciação judicial.
O assassino é um ex-assessor de Camata. Ele confessou o crime e foi preso. A motivação foi uma ação judicial movida por Camata que gerou o bloqueio de R$ 60 mil na conta bancária do suspeito.

O ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata, de 77 anos, foi assassinado na tarde desta quarta-feira na Praia do Canto, em Vitória. O crime ocorreu em frente a um restaurante.

Segundo a polícia, o ex-governador foi morto com um tiro no pescoço depois de uma discussão com um ex-assessor, causada por uma ação judicial movida por Camata contra ele. O suspeito confessou o crime e foi preso.

O Samu chegou a ser acionado, mas o ex-governador morreu no local. Segundo a polícia, o autor dos disparos fugiu após cometer o crime, mas foi preso logo depois e presta esclarecimentos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A arma usada não tinha registro e foi apreendida.

De acordo com o Secretário Estadual de Segurança Pública, Nylton Rodrigues, o suspeito foi preso e declarou, em depoimento, que a motivação foi uma ação judicial movida contra ele por Camata, que resultou no bloqueio de R$ 60 mil de sua conta bancária.

“Na tarde de hoje, o assessor foi tirar satisfação ao encontrar Gerson Camata na rua, na calçada, próximo a uma banca de revista e a uma padaria. Neste encontro, iniciou uma discussão verbal, onde o assessor sacou a arma e efetuou o disparo contra o ex-governador”, explica Rodrigues.

Camata foi governador do Espírito Santo entre 1982 e 1986, exerceu três mandatos como senador, de 1987 até 2011. Ele ainda foi vereador de Vitória, deputado estadual e deputado federal.

Depois de ser baleado, Camata ficou caído na calçada. A família esteve no local do crime. Depois da perícia da Polícia Civil, o corpo Departamento Médico Legal (DML) de Vitória. No início da noite, os parentes ainda não tinham liberado o corpo. A ação será feita por um sobrinho de Gerson, Edmar Camata.

Biografia

Gerson Camata nasceu em Castelo, no sul do Espírito Santo, em 1941. Começou a vida profissional como jornalista e apresentador no programa Ronda Da Cidade, na Rádio Cidade de Vitória. Era formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Vitória.

Camata começou na vida pública como vereador da capital do Espírito Santo em 1967, no mandato seguinte, em 1971, foi eleito Deputado Estadual. Foi Deputado Federal por dois mandatos, de 1975 a 1983, governador do Espírito Santo em 1983 e foi por três vezes senador pelo estado, de 1987 até 2011.

Camata foi o primeiro governador democraticamente eleito depois da Ditadura Militar, no período de reabertura política.

Gerson foi casado com Rita Camata, ex-deputada federal. Ele deixa dois filhos.

Com informações do G1 ES
quarta-feira, 26 de dezembro de 2018
Identificada como Elizete Sodré, a mãe dos meninos achados com fome e acorrentados no Residencial Faria Lima (zona rural de São Luís) compareceu na Delegacia da Cidade Operária na noite desta terça-feira (24).

De acordo com a polícia, ela disse que estava trabalhando no dia em que as crianças foram encontradas e que vende café em uma banca no bairro da Cohab. Ela justificou que acorrenta os filhos – de 10 e 13 anos – porque não tem mais controle eles. Segundo ela, os dois saem da casa pela manhã e só retornam à noite.

Elizete disse ainda que já pediu ajuda do Conselho Tutelar porque os filhos estariam envolvidos em atos infracionais. Ainda assim, ela foi intimada a prestar depoimento nesta quarta (26) na Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente.

Na tarde desta segunda (24), o tio dos meninos, Luís Sodré Cantanhede, foi preso por mantê-los acorrentados e em cárcere privado. Segundo a polícia, ele tem passagens na polícia por porte ilegal de arma de fogo em 2013 e estupro de vulnerável no ano passado. Em depoimento, Luís disse que a mãe é quem acorrenta as crianças por elas serem ‘levadas’.

A Polícia informou que as crianças tiveram as correntes cortadas na Delegacia da Cidade Operária e foram encaminhadas para um abrigo.

fonte: g1.globo.com/ma
Tremor foi o mais intenso de uma série de sismos registrados desde que o vulcão começou a expelir cinzas
O observatório do Monte Etna diz que lava e cinzas estão sendo expelidas do vulcão na Sicília em meio a um nível alto de atividade sísmica.
Um caminhão dos bombeiros é visto ao lado de uma parede desmoronada após um terremoto de magnitude 4.8 atingir a área em torno do vulcão mais ativo da Europa, o Monte Etna, na Itália - 26/12/2018 (Giovanni Isolino/AFP)

Um terremoto de magnitude 4,8 na escala Richter atingiu na noite de terça-feira 25 áreas próximas ao Vulcão Etna, na Sicília. Segundo as autoridades, o tremor danificou construções antigas na região e deixou pessoas feridas. Por medida de segurança, uma estrada próxima ao local foi fechada.

O mais ativo vulcão da região entrou em erupção na véspera do Natal, enviando uma enorme coluna de cinzas para o céu que provocou o fechamento temporário do aeroporto de Catânia, no leste da Sicília.

De acordo com o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia de Itália, o tremor ocorreu a apenas um quilómetro de profundidade. A imprensa italiana cita pelo menos dez feridos. Quatro deles teriam sido atingidos por alvenaria enquanto fugiam de suas casas. O epicentro do terremoto foi localizado entre as cidades de Viagrande, Trecastagni e Aci Bonaccorsi.

A região de Catânia já foi sacudida por centenas de pequenos tremores desde a erupção. O abalo da madrugada dessa quarta-feira foi, até o momento, o mais intenso, e a terra continuou a tremer durante várias horas, com o registro de 11 sismos de menor magnitude.

(Com Agência Brasil e Reuters)
Uma tragédia pôs fim à vida da família de um pastor durante uma viagem que faziam para celebrar o Natal em uma fazenda. Eles saíram da cidade de Aparecida de Goiânia e os carros se envolveram em um acidente na BR-153, altura da cidade de Porangatu, no norte de Goiás.

O acidente aconteceu no último sábado, 22 de dezembro, e envolveu três caminhões e os dois carros onde a família viajava: um Fiat Siena e um Ford Fiesta. O primeiro era conduzido pelo pastor Jocelio Coutinho, 39 anos, que estava acompanhado da esposa, Gislene Severo da Silva Coutinho, 33 anos; a filha do casal, Ana Beatriz, de apenas 4 meses; o outro filho, Davi Lucas, 5 anos; e uma sobrinha, Mariana Caroline da Silva.

O Fiesta transportava o irmão de Gislene, Geurivanio Severo da Silva, 39 anos; a mulher dele, Grazielli Viviane de Sousa Silva, 31 anos; e três filhos do casal: uma menina de 3 meses e dois meninos de 4 e 11 anos. De acordo com informações do Correio 24H, Grazielli e a bebê, Beatriz Gabrielle, morreram no acidente.

“Eles iam passar o Natal na fazenda da irmã deles, filha do meu ex-marido. Estavam todos muito felizes, iam levar as bebês para que ela conhecesse”, contou Marli Silva, mãe de Gislene e Geurivanio. “Jocélio estava dirigindo e no banco da frente estava Mariana. O pai dela estava no Pará e ia encontrar depois com eles em Porangatu. Gislene estava atrás com os filhos”, explicou Marli.

A filha mais nova do pastor, Ana Beatriz, foi arremessada para fora do Siena durante a colisão. O carro ficou carbonizado, e a criança de apenas 4 meses foi socorrida ao Hospital Municipal de Porangatu, mas não resistiu a faleceu.

Já o cunhado do pastor, Geurivanio, quebrou a clavícula e seu filho de 4 anos fraturou a perna e a mandíbula. Já o outro menino, de 11 anos, não sofreu ferimentos. Dois dos motoristas dos caminhões envolvidos no acidente ficaram feridos e foram levados ao hospital, o terceiro não se feriu.

A partir dos depoimentos iniciais dos sobreviventes, a Polícia entende que o acidente foi causado por um dos caminhoneiros: “O caminhão encostou num dos veículos de pequeno porte, que encostou no outro. Os dois carros rodaram e foram atingidos pela carreta que seguia do Tocantins para Anápolis. Esse caminhão bateu nos dois carros e em outro caminhão”, detalhou o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Newton Morais.

Os três motoristas de caminhão foram submetidos a um teste de bafômetro, mas não foram encontrados indícios de ingestão de bebida alcoólica.
A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa divulgou um balanço das atividades desenvolvidas pela Casa, por meio do trabalho realizado pelas Comissões Técnicas Permanentes e Temporárias, ao longo do ano legislativo de 2018.

O relatório apresenta dados quantitativos referentes aos encaminhamentos das Proposições Legislativas, bem como das atividades das Comissões Técnicas Permanentes e Temporárias, atribuições da Diretoria Legislativa, realizadas no período de 1º de fevereiro a 17 de dezembro.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), presidida pelo deputado Glalbert Cutrim (PDT), realizou 28 Reuniões Ordinárias, 46 Reuniões Extraordinárias, uma audiência pública, emitiu 403 pareceres escritos, 64 pareceres verbais, com um total de 467 proposições apreciadas e 270 pareceres escritos.

O diretor-geral da Mesa, Bráulio Martins, informou que houve um crescimento significativo nas proposições apresentadas, em relação ao ano passado, mesmo 2018 tendo sido um ano eleitoral. Em 2017, foram em torno de 1.300 e, agora, quase 1.600 proposições.

De acordo com ele, o relatório apresenta dados quantitativos referentes aos encaminhamentos das Proposições Legislativas, bem como das atividades das Comissões Técnicas Permanentes e Temporárias, atribuições da Diretoria Legislativa, realizadas no período de 1º de fevereiro a 17 de dezembro.

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), por exemplo, realizou 28 Reuniões Ordinárias, 46 Reuniões Extraordinárias, uma audiência pública, emitiu 403 pareceres escritos, 64 pareceres verbais, com um total de 467 proposições apreciadas e 270 pareceres escritos.

Recesso

A Mesa também já divulgou os nomes dos cinco deputados integrantes da Comissão de Representação Interna, que irá atuar durante o recesso parlamentar. São eles os deputados Roberto Costa (MDB), Rogério Cafeteira (DEM), Vinícius Louro (PP), Prof. Marco Aurélio (PCdoB) e Rafael Leitoa (PDT).

Bráulio Martins, explicou o papel da Comissão. “O recesso começou oficialmente no dia 20 e vai até 31 de janeiro. Como estamos sem o Plenário poder deliberar, caberá à Comissão tratar de questões emergenciais, alguma ação ligada a algum parlamentar, que demande uma decisão da Assembleia”, disse.
segunda-feira, 24 de dezembro de 2018
Permanecerão abertas até 8 de janeiro de 2019 as inscrições para o concurso público para provimento de 587 vagas no Município de Paço do Lumiar. As taxas são de R$ 52,00 (cargos de nível fundamental), R$ 80,00 (cargos de nível médio) a R$ 135,00 (cargos de nível Superior). Os salários chegam a até R$ 7.118,77. A organização do concurso está a cargo do Instituto Machado de Assis, que tem larga experiência na execução de seletivos no Maranhão, Piauí e em outros estados da região Nordeste.

Os candidatos podem se inscrever no site www.institutomachadodeassis.com.br, no período de 3 de dezembro de 2018 a 18 de janeiro de 2019.

A data da prova está prevista para os dias 17 de fevereiro de 2019 (cargos de nível médio – manhã; e fundamental – tarde) e 24 de fevereiro de 2019 (cargos de nível superior – manhã e cargos de professor – tarde).

Confira a lista de cargos a serem preenchidos pelo concurso:

ASSISTENTE JURÍDICO, PROCURADOR, AUDITOR FISCAL, ANALISTA DE SISTEMA E PROGRAMAÇÃO, ARQUITETO, ASSISTENTE SOCIAL, BIBLIOTECÁRIO, BIÓLOGO ,CONTADOR ,ENGENHEIRO CIVIL, ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO BÁSICA, PROFESSOR INTERPRETES EM LIBRAS, INSTRUTOR DE BRAILLE, FONOAUDIÓLOGO, PROFESSOR DE ARTES, PROFESSOR DE CIÊNCIAS, PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA, PROFESSOR DE FILOSOFIA, PROFESSOR DE GEOGRAFIA, PROFESSOR DE HISTORIA, PROFESSOR DE INGLÊS, PROFESSOR DE MATEMÁTICA, PROFESSOR DE PORTUGUÊS, SOCIÓLOGO, PSICOPEDAGOGO, EDUCADOR FÍSICO, PROFESSOR EDUCAÇÃO INCLUSIVA (ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO), TÉCNICO NA ÁREA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, TÉCNICO ADMINISTRATIVO, CUIDADOR, AGENTE MUNICIPAL DE TRÂNSITO, AGENTE DA GUARDA MUNICIPAL, FISCAL DE POSTURA,FISCAL TRIBUTÁRIO, TÉCNICO EM INFORMÁTICA TÉCNICO AGRÍCOLA , TÉCNICO EM CONTABILIDADE, TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, TUTOR DE ALUNOS,DIGITADOR, AGENTE DE CORREIÇÃO, AUXILIAR DE SERVIÇOS DIVERSOS (AOSD), COVEIRO, MERENDEIRA, OPERADOR DE MÁQUINAS E VIGIA.
Acolhendo pedido formulado pelo Ministério Público Federal, órgão integrante da Rede de Controle da Gestão Pública do Maranhão, a Justiça Federal, em regime de plantão, determinou a suspensão dos procedimentos licitatórios que ocorreriam nos dias 24 e 31 de dezembro do corrente ano em diversos municípios do Maranhão.

Segundo relatado na Ação Civil Pública, proposta pelo Procurador da República Juraci Guimarães Junior (foto), os municípios de Brejo de Areia, Cantanhede, Capinzal do Norte, Cedral, Governador Luiz Rocha, Maranhãozinho, Pinheiro, São Domingos do Maranhão, São João do Soter, Matinha e Matões haviam marcado sessões de procedimentos licitatórios para os dias 24 e 31 de dezembro e que tal proceder implica prejuízo à competitividade dos certames, além de constituir violação dos princípios da impessoalidade, moralidade e publicidade.

Na decisão que suspendeu os procedimentos, assevera o Juiz Federal plantonista, Dr. José Carlos do Vale Madeira, que a designação das datas (24 e 31 de dezembro) “representa limitação à participação de maior número de interessados, notadamente se se considerar a dificuldade de deslocamento a municípios do interior do Estado em datas tão próximas a feriados em que, notoriamente, ocorre considerável aumento do número de veículos nas rodovias estaduais e federais no Maranhão”.

A redução da competitividade pode ficar reduzida, ainda, porque “em tais datas normalmente não há expediente regular no serviço público municipal, o que pode resultar na redução de empresas participantes de tais licitações e, em consequência, em eventual seleção de proposta menos vantajosa para a administração pública”, complementa o magistrado.

ATUAÇÃO EM REDE – A Controladoria Geral da União no Maranhão identificou 40 licitações, em 15 municípios, com datas de abertura marcadas para 24/12/2018 e 31/12/2018. A CGU também detectou que os editais das licitações não haviam sido publicados no SACOP (Sistema de Acompanhamento de Contratação Pública) e tampouco nos portais da transparência dos municípios. Para Leylane Maria da Silva, Superintendente da CGU-Regional Maranhão, marcar as sessões às vésperas do natal e do ano novo “contribui sobremaneira para a redução da quantidade de empresas participantes, prejudicando a ampla competitividade e enseja valores finais adjudicados eventualmente desvantajosos para a administração e dano ao erário quando da execução contratual”.

Tanto a CGU quanto o TCU, por seu Secretário de Controle Externo, Alexandre José Caminha Walraven, expediram ofícios aos municípios sugerindo a conveniência e oportunidade de suspenderem os certames indicados remarcando-os para data ulterior, mais conveniente para a competitividade das licitações.

O Ministério Público Estadual, através do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, sob coordenação do Dr. Claudio Rebelo Correia Alencar, agiu de modo articulado com as Promotorias de Justiça com atuação nos municípios indicados a fim de que fossem expedidas recomendações e expedientes sugerindo a suspensão dos procedimentos licitatórios e, em caso de descumprimento, a propositura de ações judiciais para obstar a realização dos certames em condições tais que inviabilizam a competitividade.

Para Alencar, “os Promotores e Promotoras de Justiça agiram de modo célere e eficaz na busca de evitar que danos incalculáveis ao patrimônio público pudessem ocorrer”.

A decisão de ingressar com as medidas cautelares na Justiça Federal ocorreu após reunião havida entre os representantes do MPF, CGU, TCU e MPE, na sede do Ministério Público Federal na tarde do dia 20 de dezembro. Entenderam as instituições haver elementos suficientes para postular judicialmente a suspensão dos procedimentos, em face da ofensa aos princípios da publicidade, moralidade e impessoalidade, além de evidente prejuízo à competitividade. O Ministério Público foi representado pelo Diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais, Marco Antonio Santos Amorim.

O Procurador-Geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, ingressou com Representação junto ao TCU com o mesmo objeto ainda na tarde do dia 21 de dezembro. Para Gonzaga, “o trabalho em Rede tem gerado excelentes frutos para o Maranhão e para o Brasil. Exemplo disso foram as decisões sobre as verbas de repatriação e sobre os precatórios do Fundef. Estamos vigilantes quanto à correta aplicação das verbas públicas. A Rede de Controle do Maranhão tem sido referência para outras redes e instituições públicas no país”.
domingo, 23 de dezembro de 2018
Natal é época de renascimento; é época de reacender o fogo da vida, de renovar os sonhos e metas para o ano novo que já se anuncia. 

É época também de celebrar todas as conquistas vividas e os objetivos alcançados. Esta é a época da virada, é tempo de planejar um ano ainda melhor do que este que está dando adeus. 

É tempo de reafirmar parcerias, e olhar para a frente com determinação e otimismo, levando conosco todas as lições que aprendemos.

Desejamos a você um Feliz Natal e um Ano Novo muito próspero. Esperamos, por mais um ano, compartilhar grandes momentos e conquistas!

SÃO OS VOTOS DE OSMAR DO FEIRÃO DA CARNE 
"FEIRÃO DA CARNE," carnes de qualidade em sua mesa... 
Avenida São Sebastião, Vila Nova - Raposa-MA.
Um buraco na pista é a causa mais provável do acidente
A van tombou sobre parte do corpo da passageira Andreia Pires Araújo, de 45 anos, que morreu no local. Ela subiu no veículo minutos antes, na cidade de Santa Rita, com destino a São Luís.

Na tarde deste sábado (22), um grave acidente na BR-135, na cidade de Bacabeira, provocou a morte de uma passageira que viajava em uma van, sem fazer uso do cinto de segurança.

Segundo a PRF, o acidente ocorreu por volta das 13h, no km 52, no sentido interior/capital, e envolveu os veículos van I/Mercedes Benz 415CD Sprinterm, de cor branca, que viajava de Presidente Dutra para São Luís, e um Renault/Sandero Expression 1.0, de cor preta, ocupado por duas mulheres, que viajava da capital maranhense para o município de Anajatuba.

O automóvel, na tentativa de desviar de um buraco no asfalto, foi para a contramão e colidiu na lateral da van, que ainda tentou desviar, mas não conseguiu. A van tombou sobre parte do corpo da passageira Andreia Pires Araújo, de 45 anos, que morreu no local. Ela subiu no veículo minutos antes, na cidade de Santa Rita, com destino a São Luís, sua cidade natal.

Os demais ocupantes dos veículos, sendo cinco na van e dois no Sandero, faziam uso do cinto de segurança e não se feriram.

Uma equipe PRF da Unidade Operacional de Pedrinhas fez o atendimento do acidente, os levantamentos e a segurança do local. Um Boletim de Acidente de Trânsito será confeccionado e ficará à disposição das partes envolvidas.

Fonte: PRF
Fenômeno não foi precedido por um terremoto, o que normalmente dá às autoridades tempo para transmitir um alerta e preparar a população.
Por G1
Destruição em Carita, Indonésia — Foto: AP 
Um tsunami atingiu as ilhas de Sumatra e Java na noite de sábado (22) e deixou 222 mortos e 843 feridos, de acordo com o último balanço divulgado pela Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB) da Indonésia. Até o momento, não há registro de vítimas estrangeiras.

O fenômeno não foi precedido por um terremoto, o que normalmente dá às autoridades tempo para transmitir um alerta e preparar a população. As ondas gigantes teriam sido provocadas por deslizamentos subaquáticos causados por erupções do vulcão Anak Krakatoa.

Tsunami na Indonésia deixa mais de 160 mortos e 750 feridos
Como um tsunami se formou sem que tivesse havido um terremoto antes?
"O número de vítimas pode aumentar, pois não nos chegaram informações de todas as áreas afetadas", afirmou em comunicado o porta-voz da BNPB, Sutopo Purwo Nugroho. O Itamaraty informou ao G1 que está monitorando a situação, mas não tem notícias de brasileiros na região.

Ao menos duas ondas gigantes devastaram boa parte das regiões de Serang, Pandeglang, South Lampung e Tanggamus, no estreito de Sunda. De acordo com testemunhas, a segunda onda foi muito maior e mais forte do que a primeira.

A região turística de Pandenglang, a cerca de 100 km de Jacarta, foi a mais afetada e já registra 33 mortes e 491 feridos. Centenas de casas e hotéis ficaram muitos danificados. A região concentra as praias mais procuradas pelos visitantes como Tanjung Lesung, Sumur, Teluk Lada, Penimbang e Carita.

O último balanço indica a destruição de 556 casas, nove hotéis, 60 barracas de comida e 350 barcos.

O tsunami surpreendeu os habitantes. Na praia de Tanjung Lesung, uma forte onda atingiu com força um palco onde acontecia um show e arrastou a estrutura contra o público. Alguns integrantes do grupo "Seventeen", que fazia o show, e parte dos espectadores morreram.

Onda gigante atingiu palco, banda e público em show em praia na Indonésia
Em Anyer, cidade litorânea de Java situada a 100 km a oeste de Jacarta, não houve forma de avisar a população porque não tinham sistema de alarme de tsunami originado por atividade vulcânica. "O sistema de alarme que temos serve para atividade tectônica mais do que vulcânica", disse Rahmat Triyono, especialista da Agência Meteorológica, Climatológica e Geofísica da Indonésia (BMKG, sigla em indonésio).

Especialistas da Agência de Meteorologia, Climatologia e Geofísica e a Agência de Geologia da Indonésia estão tentando determinar com exatidão o que ocorreu já que o tsunami não foi precedido de um terremoto, como geralmente acontece.

As autoridades indicam que houve um deslizamento de terra provocado pela erupção do vulcão Krakatoa sob a água no Estreito de Sunda, que divide as ilhas de Java e Sumatra. Esse incidente provocou a formação das ondas devastadoras.

Anel de Fogo do Pacífico
A Indonésia, um arquipélago de 17 mil ilhas, está em uma das regiões mais propensas a tremores e atividade vulcânica do mundo: o Círculo de Fogo do Pacífico. Cerca de 7 mil tremores atingem essa área por ano, em sua maioria de magnitude moderada.

A região, de cerca de 40 mil km de extensão, tem formato de ferradura e circunda a bacia do Pacífico, abrangendo toda a costa do continente americano, além de Japão, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia e ilhas do Pacífico Sul.

No dia 28 de setembro, um terremoto de magnitude 7,5 na região central da ilha de Célebes desencadeou um tsunami que deixou mais de 2 mil mortos e mais de 200 mil desalojados, a maioria na cidade de Palu e em seus arredores.

Entre julho e agosto, uma série de tremores na ilha de Lombok, perto da ilha de Bali, deixou 564 mortos e mais de 400 mil deslocados.

Em 2004, um tremor de magnitude 9,1, perto da costa noroeste da ilha de Sumatra, gerou um tsunami que matou 230 mil pessoas em 14 países no Oceano Índico.

Rádio Timbira

banner: radio timbira

Facebook

Contato

Whatsapp: 98-988916524

E-mail: folhadomunicipio@hotmail.com

Blogroll