Em total afrontamento ao governador Flávio Dino (PCdoB), o deputado estadual e candidato derrotado nas eleições do primeiro turno, Neto Evangelista (DEM), vai apoiar, sim, o deputado federal Eduardo Braide (PODEMOS) para Prefeitura de São Luís.

Além de Evangelista, também vão apoiar Braide o senador Weverton Rocha (PDT), o deputado federal Juscelino Filho, que é presidente estadual do Democratas (DEM), os vereadores do partido, Marquinhos da Vila Luizão e Edson Gaguinho.

O acordo, selado nesta terça-feira (17), foi condicionado em candidatos do Podemos apoiar nas eleições de 2022 o senador Weverton para o Governo do Estado, ajudar na reeleição do vereador Osmar Filho para Presidência da Câmara de São Luís, inclusive, uma secretaria para o Democratas indicar um vereador e, consecutivamente, abrir uma vaga para o primeiro suplente Ricardo Diniz assumir.

O deputado estadual Yglesio Moisés, ex-juiz federal Carlos e Silvio Antônio, do PRTB, também vão apoiar publicamente ou de forma oculta Eduardo Braide.

Há menos de 12 dias para ocorrer a votação do segundo turno em São Luís, o racha se tornou explícito entre o chefe do Palácio dos Leões e os mandatários dos principais partidos de representatividade no Estado, que definiram não apoiar Duarte Júnior (Republicanos).

Caso Duarte seja eleito prefeito da capital, ele fortalecerá o projeto do vice-governador, Carlos Brandão, que pretende, também, entrar na disputa para o governo do Maranhão.