O cantor Paulinho, de 68 anos, integrante do grupo Roupa Nova morreu na noite desta segunda-feira (14), após complicações da Covid-19, em um hospital no Rio de Janeiro.  

Internado desde o mês passado com Covid-19, Paulinho passou em setembro deste ano por um transplante de medula óssea para tratar de um linfoma. 

Paulinho respondeu bem ao tratamento, mas teve que ser novamente internado para tratar a Covid.  No Instagram, o Roupa Nova comunicou a morte de Paulinho.  “As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu.  Acabamos de receber a notícia que ele veio a falecer de falência de múltiplos órgãos após ser acometido pela infecção do vírus Covid-19. Paciente decorrente de outras comorbidades, entre elas um transplante de medula óssea devido a um linfoma. Ele teve uma parada cardiorrespiratória hoje, que levou à parada dos órgãos.  Nossos agradecimentos à todos que oraram e pediram por ele.  Deus o receba de braços abertos!”.  

Das várias apresentações do Roupa Nova que assisti, a de março deste ano, foi muito especial, pois foi no cruzeiro Energia na Véia. 

Dos momentos que registrei esse é uma espécie de celebração com a canção “Whisky a Go-Go”. Quem nunca dançou e cantou essa canção em um show do Roupa Nova? Clique aqui e veja o vídeo.  “As luzes do palco se apagam, perdemos hoje uma das maiores vozes desse país Paulo César Santos, o Paulinho da banda Roupa Nova. 

Obrigado Paulinho você foi uma figura marcante nos últimos 4 anos de Cruzeiro Energia Na Véia, encantando milhares de passageiros. Valeu amigo, que Deus te receba de braços abertos, vá em paz!”, diz a nota publicada no Instagram do navio Energia na Véia.  

Foto: Jamile Alves/G1 AM