A Câmara Municipal de Vereadores de Paço do Lumiar iniciou na manhã desta terça-feira (02), o segundo semestre o 2º período legislativo de 2022, com a aprovação em dois turnos, do PL Nº 11/2022 (EM), que reajusta os vencimentos salariais dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate a Endemias de Paço do Lumiar. O projeto foi votado em caráter de urgência e dispensado interstício a pedido do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Wellington Sousa, e atendido pelo presidente, vereador Fernando Muniz.

Os parlamentares usaram a tribuna e manifestaram apoio à categoria e os parabenizaram pela conquista, destacando a importância desses profissionais diariamente na promoção à saúde da família, serviços de vigilância epidemiológica e ambiental e de combate a endemias, bem como na orientação de toda a população luminense. A vereadora Ana Lúcia e o vereador Miércio Martins, membros da Comissão de Saúde, reforçaram a importância do projeto e emitiram parecer favorável ao reajuste salarial da categoria, considerando a importância desses profissionais para a política municipal de saúde.

Na oportunidade os vereadores Rafael Neves, Vanusa Neves, e também, a vereadora Ana Lúcia, aproveitaram para relembrar o período em que ocuparam o cargo de agentes comunitários de saúde, do trabalho diário de casa em casa, na zona urbana e nas comunidades mais afastadas do município. Já a vereadora Drielle da Pindoba destacou o trabalho fundamental dos agentes na pandemia, levando orientação e cuidados necessários.

Os vereadores Bianca Mendes, Fernando Feitosa, Orlete Mafra, Mary do Mojó, Alexsiandra Garcia, o líder de Governo Jorge Marú, e Wellington Sousa, também fizeram pronunciamentos voltados à conquista do reajuste salarial dos agentes, e reforçaram que seus mandatos são voltados à melhoria da qualidade do trabalho e do sistema municipal de saúde.

“Este é um momento muito especial para a categoria, pois sou conhecedor dos longos anos de caminhada, lutas e reivindicações dos mesmos pelo o piso salarial e valorização a nível municipal. Essa aprovação é uma conquista dos nossos agentes comunitários, mas também, a valorização da saúde luminense”, afirmou Wellington Sousa.

Na ordem do dia, ainda foram aprovados e encaminhados às comissões competentes, 03 (três) Projetos de Lei e 15 (quinze) Indicações ao Executivo Municipal.