Maranhão tem recorde de novos casos, 94,80% no interior.
O novo boletim da Secretaria de Saúde, desta quinta-feira (21), trouxe o recorde de novos casos em 24 horas, sendo que quase 95% desses registros são provenientes do interior maranhense. Para piorar, em Imperatriz a taxa de ocupação dos leitos clínicos alcançaram 100%, ou seja, não tem leito clínico disponível na rede pública estadual na segunda maior cidade do Maranhão.

Além dos 1.154 novos casos (60 na Região Metropolitana e 1.094 no interior maranhense), o boletim registrou mais 30 óbitos e a inclusão de nenhum município.

Com isso, o balanço atual do coronavírus no Maranhão é o seguinte: 17.212 casos, com 693 mortes, 3.676 pessoas recuperadas, 2.483 suspeitos e já são 202 municípios maranhenses que já tiveram registros oficiais Covid-19. Ou seja, já temos quase 95% das cidades do Maranhão com pessoas infectadas.
No entanto, o número de municípios é ainda maior, pois o Blog fez levantamento e comprovou que outros quatro municípios – Benedito Leite, São João do Paraíso, Pastos Bons e Passagem Franca – apesar de não estarem no boletim da SES como aqueles que possuem casos da doença, no site oficial das respectivas prefeituras pode ser constatado que a Covid-19 já chegou nos municípios.

Sobre os leitos, atualmente a ocupação de leitos de UTI na capital é de 92,61%, já de leitos clínicos é de 79,65%. No interior, com exceção de Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI está em 68,14% e leitos clínicos em 63,32%. Já em Imperatriz, a ocupação de leitos de UTI é de 77,78%, já de leitos clínicos é de 100%.

Vale destacar ainda que, até o momento, já tivemos 857 profissionais da Saúde infectados, mas com 726 recuperados e, infelizmente, 17 óbitos durante toda a pandemia.

Os 30 novos óbitos vieram: Lagoa Grande (01); Raposa (01); Olho D’Água das Cunhãs (01); Imperatriz (01); Carutapera (01); Bacabeira (01); Pinheiro (01); Olinda Nova (01); Peri-Mirim (01); Lago da Pedra (01); Paço do Lumiar (01); São José de Ribamar (04); São Luís (15).

Brasil – No Brasil tivemos, nesta quinta-feira, tivemos o recorde no número de óbitos em 24 horas, 1.188 mortes. Atualmente, temos 310.087 casos, com 20.047 óbitos.